Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Xapa 13. Agência dos Xutos procura novos talentos...

Zé Pedro ao lado de Miguel Lestre, vocalista dos Prana, uma das (novas) bandas agenciadas pela Xapa 13. Com Bizarro (à frente, de azul) e Kabeka, os Xutos lançam-se em novos negócios

Zé Pedro ao lado de Miguel Lestre, vocalista dos Prana, uma das (novas) bandas agenciadas pela Xapa 13. Com Bizarro (à frente, de azul) e Kabeka, os Xutos lançam-se em novos negócios

A maior banda rock portuguesa contrariou o pessimismo e avança com uma agência de artistas e produtora de espetáculos.

Depois de mais de três décadas de carreira, os Xutos & Pontapés decidiram dar um abanão no mercado e avançar com a criação de uma agência de artistas e de espetáculos, uma área que conhecem como ninguém, para abrir as portas a novos talentos. "Tem que ver com tudo o que se passa na indústria. Temos uma estrutura muito bem montada e, desde o momento que assentámos arraiais nesta casa, pensámos que também devíamos abrir este espaço a outras bandas, aproveitando todos os contactos que temos", explica o guitarrista Zé Pedro, enquanto nos guia pelo quartel-general da banda, um enorme complexo situado numa área industrial em São João do Tojal, nos arredores de Lisboa.

Na garagem, veem-se carrinhas e toneladas de equipamento, no piso superior fica o estúdio, a sala de ensaios e num edifício adjacente, o escritório. Mais do que uma banda (ou para lá de), os Xutos & Pontapés são hoje uma verdadeira empresa, pelo que a Xapa 13, assim se chama a agência que promete mexer com o mercado da música em Portugal, juntando veteranos e debutantes sob o mesmo teto, acaba por ser uma evolução natural no percurso da banda.