Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Tem 17 anos e é a primeira maestrina do Afeganistão

Chama-se Negin Khpolwak e estuda música no Afeganistão. Um exemplo de vocação contra ventos e marés

Ela não faz as coisas por menos: "O que eu quero resume-se a vir a ser uma excelente pianista e maestrina, não só no Afeganistão, mas no mundo inteiro"! Ambição não falta, portanto, a Negin Khpolwak, uma jovem afegã de 17 anos que se converteu numa coqueluche dos media por praticar uma atividade que julgaríamos muito longínqua do Afeganistão: maestrina.

Mas, na verdade, tudo aquilo que rodeia o seu quotidiano é insólito naquele país. No Instituto Nacional de Música do Afeganistão, num dos bairros mais tranquilos de Cabul, cerca de 200 jovens aprendem a tocar instrumentos da tradição ocidental e da tradição afegã - esta fortemente influenciada pelas músicas clássicas e pelo instrumentário persa e norte-indiano. A própria Negin exemplifica essa hibridez: ela toca sarod (o instrumento que exibe na foto), mas também está a estudar piano e, desde há dois anos, estuda direção de orquestra. Hoje, já é uma visão comum vê-la numa sala da escola, "armada" da sua batuta, dirigindo pequenas orquestras de raparigas ou mistas.