Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@iol.pt


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores.

Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves;

Vice Presidente: Joana Santos;

Secretário: Aline Miguens;

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos;

Vice Presidente: João Pedro Faisca;

Relator: Gabriel Vila;

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;



Mapa de actuações:

25-11-2017 - Encontro Filarmónico no Paúl;

.

17-12-2017 - Concerto de Natal na Igreja Paroquial de Cortes do Meio


Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

.

A Câmara Municipal de Castelo Branco e o Museu dos Têxteis de Cebolais de Cima organizam, em parceria com o IPCB e o Ensemble de Música Eletrónica, um concerto que se realiza no próximo dia 8, sexta-feira, às 21h30.

Este concerto está integrado num ciclo de concertos que o grupo está a realizar intitulado “Matéria Prima”.

O EME é uma formação constituída por alunos e docentes da licenciatura em Música Eletrónica e Produção Musical da Escola Superior de Artes Aplicadas, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, que tem por objetivo a exploração de novas linguagens de criação musical com meios eletrónicos e eletroacústicos, recorrendo a vários tipos de recursos, em grande parte construídos ou programados pelos próprios alunos.

Este ciclo de concertos apresentam um conjunto de peças dedicadas à exploração composicional e sonora a partir da observação e estudo de diferentes materiais, bem como da sua utilização e desconstrução.
A direção artística/produção está a cargo de Rui Dias, a direção musical a cargo de Diogo Alvim, Rui Dias e José Alberto Gomes e a direção técnica a cargo de Luís Marques.

Já os compositores/performers são António Branco, Francisco Matos, Gonçalo Carneiro, Gonçalo Ferreira, Henrique Couto, Hugo Santos, João Soares, Luís Cardoso, Rita Moreira, Paulo Oliveira, Bruno Maceda; Carlos Monte; João Costa; José Assunção; Louis Wilkinson; Miguel Carvalho, Telmo Mendes, Júlia Miranda (contrabaixo), Vasco Fazendeiro (percussão).

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Curso de Instrumentista de Jazz

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 02.06.18

Foto de Escola Profissional de Artes da Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Inscrições ano letivo 2018-2019

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 29.05.18

Foto de Escola Profissional de Artes da Covilhã.

INSCRIÇÕES EPABI 2018/2019.

7ºAno ao 12º Ano. Ensino Gratuito. Formação de qualidade, completa e integral numa só escola. Inscrições em:https://goo.gl/forms/vA6yZ6Lyob42IEgf2

Autoria e outros dados (tags, etc)

Duo Rubrum. 27 MAI, 18h00, Museu de Arte Sacra.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 26.05.18

O Museu de Arte Sacra e o Conservatório de Música da Covilhã convidam-no(a) a assistir ao concerto do Duo Rubrum, composto pela  cantora Carolina Andrade e pelo guitarrista covilhanense Romeu Curto, ex-aluno do Conservatório de Música da Covilhã, que apresentam um repertório essencialmente ibérico, e farão a estreia de uma obra do compositor português Miguel Vasconcelos, no próximo dia 27 de Maio, pelas 18H00, no Museu de Arte Sacra.

Foto de Conservatório de Música Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conservatório de Música da Covilhã - Concerto de Obras Originais. 25 MAI.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 25.05.18

Foto de Conservatório de Música Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alunos da ESART selecionados para a orquestras nacionais e internacionais.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 04.05.18

Resultado de imagem para esart

Sete alunos da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB foram selecionados para Orquestras nacionais e internacionais, após realização de provas com outros candidatos.

Quatro alunos da licenciatura em Música-variante Instrumento - Violino foram selecionados para a Orquestra de Jovens do Mediterrâneo (OJM). A aluna Inês Pais foi selecionada como membro efetivo da OJM. Já os alunos Andreia França, David Seixas e Sara Martins foram selecionados como reserva. Inês Pais “sucede” assim a Ricardo Vieira que, em 2016, assumiu o lugar de concertino. Este ano, a Orquestra de Jovens do Mediterrâneo irá realizar o estágio de verão entre os dias 10 e 27 de julho em Aix-en-Provence, seguido de uma tournée. Este concurso surge como reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido na classe de violino e outras classes na ESART. Anualmente, os alunos de violino são selecionados para orquestras nacionais e internacionais, assim como festivais internacionais, o que constitui uma mais-valia na sua formação e um forte in­centivo para a continuidade dos seus estudos.

Na licenciatura em Música-variante Instrumento-Trompete, os alunos Bruno Campos e Ângelo Cardoso foram selecionados para a Jovem Orquestra Portuguesa (JOP) e para a Orquestra Filarmónica Portuguesa (OFP), respetivamente. São alunos da classe de Trompete do professor António Quítalo. Já José Carrilho, aluno do Mestrado em Ensino de Música da ESART-IPCB foi igualmente selecionado para a Orquestra de Jovens do Mediterrâneo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

AMDF - Festival “Aqui há Música”. 27 ABR a 27 MAI.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 24.04.18

Festival “Aqui há Música” visita cinco freguesias de Penamacor 

Os músicos da AMDF vão atuar em cinco freguesias de Penamacor, entre 29 de abril e 27 de maio. O Festival “Aqui há música” resulta de uma parceria entre aquela instituição e a Câmara Municipal

Penamacor recebe, entre 29 de abril e 27 de maio, o Festival “Aqui há música”, que visitará cinco freguesias do concelho, com um concerto em cada uma delas.

Esta iniciativa surge no âmbito de uma parceria entre a Câmara Municipal de Penamacor e a Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF), que visa não só o ensino da música, mas também a sua difusão no espaço concelhio.

O festival tem início a 29 de abril, pelas 17:00, na Igreja Matriz de Penamacor.

O espetáculo estará a cargo da Orquestra de Cordas e do Coro Misto e Solistas da AMDF, que interpretarão um novo programa com base no Stabat Mater de Giovanni Battista Pergolesi e peças de Johann Sebastian Bach e Antonio Vivaldi.

Já no dia 6 de maio, o Quarteto de Saxofones atua em Vale da Senhora da Póvoa, no salão da Junta de Freguesia, pelas 15:00, e na Meimoa, no Museu Dr. Mário Bento, pelas 17:00.

Por fim, no dia 27 de maio, será a vez da Orquestra de Sopro visitar Águas, atuando no salão da Junta de Freguesia, pelas 15:00, e a Benquerença, com um concerto na Casa do Povo, pelas 17:00.

Autoria e outros dados (tags, etc)

AMDF realiza concerto em Vale de Prazeres. 8 ABR, 16h00, Igreja Matriz.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 07.04.18

Foto de Academia de Música e Dança do Fundão.

A convite da Comissão Fabriqueira de Vale de Prazeres, a Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF) realiza no domingo, dia 8 de Abril, um concerto na igreja matriz de Vale de Prazeres.

O espetáculo começa às 16 horas e conta com a participação da Orquestra de Guitarras da Academia de Música e Dança do Fundão acompanhada pelos solistas de canto Filipa Melo, Laura Alves, Margarida Geraldes e Rafael Lourenço.

Do alinhamento do concerto, idêntico ao apresentado em Janeiro último em França, constam obras de intérpretes e compositores portugueses. Ferrer Trindade, José Afonso ou Carlos Paredes estão entre os escolhidos para o espectáculo que tem entrada gratuita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Foto de Rádio Caria.

A Escola de Música do Centro de Cultura Pedro Álvares Cabral em Belmonte promove no próximo sábado um Concerto “Tributo a Zeca Afonso”. O evento terá inicio ás 18 horas no Auditório da Santa Casa da Misericórdia de Belmonte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Orquestra Sinfónica da ESART – IPCB promove Gala de Ópera

O Cine Teatro Avenida, em Castelo Branco, acolhe, no dia 15 de março, a partir das 21h30m, uma Gala de Ópera pela Classe de Canto das professoras Elisabete Matos e Dora Rodrigues, com a participação Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB, que terá uma nova sessão em Proença-a-Nova no dia seguinte, à mesma hora.

Com direção musical a cargo do Maestro Rui Pinheiro, serão interpretadas obras do repertório operático desde o Séc. XVII ao Séc. XIX, dos compositores Verdi, Bellini, Bizet, Delibes, Strauss e Bernstein.

A entrada é livre e aberta a toda a comunidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O tradicional “Concerto de Primavera” regressa a Penamacor, no próximo dia 17 de março.

A atuação envolve alunos da Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF) e do polo de Penamacor da mesma instituição e irá decorrer no auditório da Escola de Música (ex-quartel), pelas 16 horas.

Este concerto pretende permitir o intercâmbio entre os jovens músicos das duas localidades e levar a população a conhecer a instituição de ensino.

A iniciativa é uma organização conjunta do município de Penamacor e da AMDF.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aluno da ESART/IPCB selecionado para a Orquestra de Jovens da União Europeia 2018

Miguel Erlich, aluno da licenciatura em Música – variante Instrumento da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB, foi recentemente selecionado para a Orquestra de Jovens da União Europeia (OJUE), para a temporada 2018.

As audições para a Orquestra de Jovens da União Europeia são tuteladas e organizadas pela Direcção-Geral das Artes (DGARTES) da Secretaria de Estado da Cultura.

Este ano, participaram nas audições para a OJUE 380 músicos portugueses, tendo sido selecionados apenas 22 músicos (12 como membros efetivos e 10 como reserva).

Miguel Erlich faz parte do restrito leque dos jovens músicos portugueses selecionados para a OJUE como membro efetivo.

A Orquestra de Jovens da União Europeia foi fundada há mais de 30 anos com o objetivo de juntar os mais talentosos jovens instrumentistas da União Europeia, oferecendo aos candidatos aprovados a oportunidade de trabalhar com professores especializados de instrumento e de tocar em todo o mundo com maestros e solistas de renome.

Os cursos iniciais, que o jovem aluno da ESART terá o privilegio de frequentar, terão a duração de duas semanas, com ensaios gerais com professores de orquestras e conservatórios da Europa, seguido de uma digressão de cerca de 10 concertos.

Paralelamente à preparação para a digressão, o período de ensaios será preenchido com sessões de música de câmara, com atividades desportivas e outras atividades recreativas, que permitem aos jovens músicos tirar o melhor partido do trabalho a desenvolver num ambiente multidisciplinar e multicultural. Os membros da orquestra terão ainda a oportunidade de integrar outras digressões durante a Páscoa de 2018.

A Orquestra de Jovens da União Europeia reúne um total de 118 músicos (de todos os países da União Europeia), sendo Portugal atualmente o terceiro país mais representado, apenas superado pelo Reino Unido e pela Espanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1º Curso de Construção de Instrumentos da ESART

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 07.02.18

Castelo Branco: 1º Curso de Construção de Instrumentos da ESART

A Associação de Estudantes da Escola Superior de Artes Aplicadas, juntamente com a Associação Viola Beiroa e em parceria com a Escola Superior de Artes Aplicadas, estão a desenvolver nas instalações do Instituto Politécnico de Castelo Branco um curso de Construção de Instrumentos.

O objetivo deste curso passa não só pela produção, mas também pela investigação e experimentação dos materiais usados e da construção harmónica de cada instrumento, podendo ser uma mais valia para todos os alunos dos cursos de Música (variante instrumento), da Escola Superior de Artes Aplicadas.

Os instrumentos vão da guitarra clássica à guitarra portuguesa, passando pelo baixo acústico, bandola e violas beiroas, e estão a ser construídos de raiz pelos alunos do curso.

A orientação está a cargo do mestre Eduardo Loio que ensina estas técnicas de construção com a coorientação do Professor Miguel Carvalhinho.

Alguns dos instrumentos estão já em fase final de construção. O curso decorre sextas-feiras das 16h00 às 00H00 e sábados das 9H00 às 19H00.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ACBI com viagem marcada para a Coreia do Norte

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 06.02.18

 Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

O presidente da Associação Cultural da Beira Interior, Luís Cipriano, reuniu com o delegado especial da Coreia do Norte e do Comité de Relações Culturais com Países Estrangeiros para iniciar a preparação do intercâmbio entre a associação com sede na Covilhã e a Coreia do Norte.

Assim está a ser preparada a ida do Coro Misto da Beira Interior a Pyongyang durante uma semana com a realização de três concertos com os programas “Fado” e “Música Popular Portuguesa” assim como a vinda de um Coro Infantil norte coreano a Portugal para a realização de uma tournée nas autarquias parceiras da Associação Cultural da Beira Interior.

Luís Cipriano foi convidado pelo governo de Pyongyang para no próximo Abril estar presente no Festival da Amizade a decorrer naquela cidade aproveitando a sua estadia para acertar pormenores em relação a este intercâmbio. A Associação Cultural da Beira Interior estuda também a possibilidade de realizar um concerto em Pequim (China) cidade onde fará escala antes de seguir para a Coreia do Norte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rádio Cova da Beira

A Orquestra de Guitarras da Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF), valência da Santa Casa da Misericórdia do Fundão, realiza nos dias 27 e 28 de Janeiro dois concertos em França. O convite resulta da cooperação internacional e parcerias criadas no âmbito do Concurso Internacional Cidade do Fundão.

A AMDF participa no 15º Festival Internacional Guitar Essonne 2018 através da Orquestra de Guitarras. No mesmo evento vai ainda atuar o jovem guitarrista Miguel Matos que em 2016 ganhou o primeiro prémio de nível superior de guitarra no Concurso Internacional Cidade do Fundão.

Em França, na localidade de Juvisy, o coletivo dirigido pelo docente Pedro Rufino vai apresenta-se com um reportório vincadamente português.

 “Além do reportório habitual para jovens orquestras, nós tivemos um cuidado especial em levar música portuguesa. Ferrer Trindade, José Afonso ou Carlos Paredes estão entre os compositores. O reportório da Orquestra e a estrutura do concerto ficará marcado pela presença de solistas de canto como a Filipa Mela, Laura Alves, Rafael Lourenço, Margarida Geraldes e Maria Mendes”. Explicações de Pedro Rufino, coordenador do departamento de guitarra na AMDF e responsável pela Orquestra.

A Orquestra de Guitarras foi constituída no ano letivo de 1999/2000 e de então para cá já realizou concertos em várias cidades de Portugal e Espanha. A participação nos 1001 Músicos no Centro Cultural de Belém, o concerto nos claustros da Assembleia da República ou a atuação no pavilhão Centro de Portugal em Coimbra estão entre os concertos realizados em Portugal.

A deslocação a França só é possível com os apoios da Santa Casa da Misericórdia do Fundão e do Município do Fundão.

In: RCB

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Ciclo de Masterclass 2018. Inscrições abertas.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 18.01.18

Foto de Escola Profissional de Artes da Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mariana Monteiro, aluna de violino na ESART, representa Portugal na EFNYO

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 17.01.18

Mariana Monteiro, aluna de violino na ESART, representa Portugal na EFNYO

Mariana Cabral Monteiro, aluna do 2.º ano da licenciatura em Música, variante Instrumento – Violino da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB, foi selecionada por mérito, de entre os músicos da Jovem Orquestra Portuguesa, para representar Portugal na European Federation of National Youth Orchestras - EFNYO.

A estudante irá agora realizar um estágio na Holanda com a National Youth Orchestra of the Netherlands (NJO), conduzida por Georg Fritzsch, entre os dias 12 e 28 de janeiro e 10 e 11 de março, com concertos em Amsterdão, Apeldoorn, Enschede, Heerlen, Nijmegen e Oss, no âmbito do programa intercâmbio MusXchange.

A Jovem Orquestra Portuguesa é um projeto da Orquestra de Câmara Portuguesa e membro da Federação Europeia de Orquestras Nacionais Juvenis.

In: Diário Digital Castelo Branco

Autoria e outros dados (tags, etc)

Joana Weffort, aluna da ESART-IPCB, selecionada para o estágio de Inverno da The World Orchestra

Joana Weffort, aluna do 3.º ano da licenciatura em violino da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB foi selecionada para o estágio de Inverno da The World Orchestra (Orquestra Mundial), que decorreu de 30 de dezembro de 2017 a 7 de janeiro de 2018.

Sob a direção do maestro Josep Vicent, e com a participação da solista Viviane Hagner, serão interpretadas obras de Sibelius (Concerto para Violino) e Tchaikovsky (Sinfonia N. 6 “Patética”).

A Orquestra Mundial é apoiada pela East-West Music e tem, desde 2004, Josep Vicent como maestro titular.

A Orquestra é formada por jovens entre os 18 e os 28 anos, provenientes de mais de 64 países diferentes, e já atuou em países como Chipre, Áustria, Alemanha, Holanda, Canadá, China, Espanha, África do Sul, Líbano e nos Balcãs.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ACBI - Coro Infantil da Beira Interior

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 19.09.17

Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ACBI - Escolinha do Zéthoven

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 13.09.17

Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@iol.pt


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores.

Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves;

Vice Presidente: Joana Santos;

Secretário: Aline Miguens;

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos;

Vice Presidente: João Pedro Faisca;

Relator: Gabriel Vila;

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;



Mapa de actuações:

25-11-2017 - Encontro Filarmónico no Paúl;

.

17-12-2017 - Concerto de Natal na Igreja Paroquial de Cortes do Meio