Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Novo álbum de Bob Dylan editado em fevereiro

Novo álbum de Bob Dylan editado em fevereiro

O novo álbum de Bob Dylan, Shadows in the Night, o 36.º de estúdio da sua carreira, será editado em Portugal no dia 2 de fevereiro, anunciou a discográfica Columbia Records.

Shadows in the Night, segundo a mesma fonte, é produzido por Jack Frost e constituído por dez faixas, sucedendo a Tempest, editado em 2012.

"Foi um verdadeiro privilégio fazer este álbum. Queria fazer algo deste género há muito tempo, mas nunca tive a coragem suficiente para bordar arranjos complicados de 30 elementos e reduzi-los a uma banda com cinco elementos. É essa a chave para todos estes desempenhos. Conhecemos estes temas extremamente bem. Foi tudo feito ao vivo. Talvez em um ou dois 'takes'", afirma Bob Dylan no mesmo comunicado.

O compositor salienta ainda que o álbum foi realizado "sem 'overdubbing'. Sem cabines de gravação de vozes. Sem auscultadores. Sem faixas separadas e, na maioria, misturadas à medida que iam sendo gravadas".

"Não me vejo a disfarçar estas canções de qualquer forma. Já estiveram disfarçadas tempo suficiente. Na verdade, enterradas. O que eu e a minha banda estamos a fazer é destapá-las. Retirá-las do buraco e trazê-las à luz do dia", remata Dylan, de 73 anos.

Para Rob Stringer, da Columbia, "Bob Dylan conseguiu encontrar uma forma de dar uma nova vida e relevância contemporânea a estes temas".

"Não existem cordas, metais, coros ou outros dipositivos muitas vezes encontrados em álbuns que incluem baladas padrão. É um disco magnífico e estamos extremamente entusiasmados por apresentá-lo em breve ao mundo", remata o presidente da Coumbia Records.

O álbum Time Out Of Mind, editado em 1997, que foi disco de platina, conquistou vários prémios Grammy, nomeadamente na categoria de Álbum do Ano, seguiu-se o Cd Love and Theft, também alcançou o galardão platina e várias nomeações para os Grammy, tendo sido distinguido na categoria de Melhor Álbum Folk Contemporâneo.

Modern Times, editado em 2006, vendeu mais de 2,5 milhões de cópias no mundo e conquistou dois Grammy para o cantor.

O CD seguinte, Together Through Life, foi o primeiro álbum do artista a estrar-se no n.º 1 das tabelas dos Estados Unidos e Reino Unido, entre outros países, tendo vendido mais de um milhão de cópias. "Tempest" alcançou Top Cinco em 14 países.

Em 2000 Dylan recebeu, em Estocolmo, o Prémio Polar, apontado como o Nobel da Música, e um doutoramento pelas universidades de St. Andrews, na Escócia, e Princeton, nos Estados Unidos.

Dylan conquistou um Óscar e um Globo de Ouro, em 2001, com a canção Things Have Changed, do filme Prodígios e publicou um livro de memórias, Chronicles.

Recentemente, Bob Dylan recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior honra atribuída a um civil nos Estados e recebeu um Prémio Pulitzer Especial em 2008 pelo "seu profundo impacto na música popular e cultura norte-americana, marcada por composições líricas de extraordinário poder poético", segundo afirmou a organização dos prémios.

No ano passado o autor de Song to Woody foi condecorado pelo Governo francês com o grau de Oficial da Legião de Honra.

O cantor, poeta e compositor norte-americano já vendeu mais de 125 milhões de discos em todo o mundo, segundo dados relevados pela discográfica.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.