Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Discurso do Maestro Fábio Pereira na passagem do 119º Aniversário da Filarmónica

12291181_1390233207951112_1828323021025329559_o.jp

Queridos Filarmónicos da FRC
Caríssimo presidente da FRC
Representantes de todos os quadrantes associativos, autárquicos e religiosos
Amigos da FRC

 

Na passagem de mais um aniversário desta família centenária, para além de festejar também é tempo de balanço de modo a que o que feito de menos bem possa ser já melhorado e o que se fez bem possa continuar a acontecer.

 

A quando da minha entrada em funções como diretor artístico da FRC estabeleci objetivos a curto e médio prazo para esta casa que na generalidade estão a ser cumpridos.

Almejamos sempre mais e trabalhar com pressão catapulta-nos para uma entrega desmedida ás necessidades desta casa.

Neste primeiro triênio propus-me a aumentar progressivamente a qualidade musical da Filarmónica: check

Aumentar o número de instrumentistas numa dinâmica do que é as nossas carências: check

Num trabalho com a direção equipar os musicos com instrumentos de melhor qualidade: check

 

Mas num futuro imediato ainda há muito que fazer como a criação da orquestra juvenil, aquisição de mais instrumentos como é exemplo os tímpanos, todo o naipe de saxofones, um encontro de bandas, mais formação externa para os instrumentistas, intercâmbio europeu com bandas onde nossos emigrantes residam...

Estou convicto que no próximo aniversário irei dizer mais "checks".

Mas para tudo isto ser alcançado é necessário o compromisso mútuo. Nesta senda em que a carolice é um pilar, cabe a nós todos dar um pouco do nosso tempo pela vitalidade desta instituição.

 

Estão criadas todas as condições sejam elas físicas ou humanas para elaborar um trabalho de excelência como é fazer boa música.

Quantas associações não gostariam de ter um núcleo de 30 ou 40 pessoas para laborar diariamente.

Sei o quanto muitos dão por esta casa mas também sei que todos juntos podemos dar mais.

Paciência aos mais velhos, responsabilidade aos mais novos são virtudes que quero ver espelhado no seio da nossa família filarmónica.

As pessoas vão e a obra fica.

Eu não quero nem desejo que saíam mas se por ventura acontecer que façam de cabeça erguida de trabalho feito e que deixam um legado digno de ser exaltado por todos.

 

Tenham prazer de fazer Boa música e de pertencer a esta familia.

Sinto me um privilegiado de ser um de vós, neste nós que é a Filarmónica Recreativa Cortense.

 

Viva a FRC

JUNTOS....... SOMOS MUITOS

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.