Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Diogo Piçarra vence segunda eliminatória do Festival da Canção

Diogo Piçarra vence segunda eliminatória do Festival da Canção

Na segunda eliminatória, com os votos do juri e do público Diogo Piçarra garante a presença na final que acontecerá a 04 de Março em Guimarães

Num espectáculo morne, sem grande qualidade foi feita mais uma homenagem a Carlos Paião
Depois de ouvidas as ultimas treze canções apuradas, num espectáculo que contou com Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo na apresentação, Diogo Piçarra conquistou o júri e o público e obteve a pontuação máxima de ambos.

“Canção do Fim”, composta e interpretada por Diogo Piçarra; “O Jardim”, composta por Isaura, na voz de Cláudia Pascoal; “Bandeira Azul” ,composta por Tito Paris e interpretada por Maria Inês Paris; “Patati Patata”, de Paulo Flores (interpretada com Minnie e Rhayara); “O Voo das Cegonhas” de Armando Teixeira na voz de Lili; “Sunset” pelo compositor e intérprete Peter Serrado e “Amor Veloz” composta por Francisco Rebelo e interpretada por David Pessoa são as músicas que passaram à final.

Às canções apuradas este domingo juntam-se os temas da eliminatória anterior: “P’ra te dar abrigo”, de Fernando Tordo para Anabela; “Para sorrir eu não preciso de nada”, de Júlio Resende, com letra de Camila Ferraro, para Catarina Miranda; “Zero a zero”, de Benjamim para Joana Espadinha; (sem título) de e por Janeiro; “Anda estragar-me os planos”, de Francisca Cortesão e Afonso Cabral para Joana Barra Vaz; e “Só por ela”, de Diogo Clemente para Peu Madureira; “Sem medo”, composta por Jorge Palma e interpretada por Rui David.

A última foi anunciada como finalista na segunda-feira, depois de ter sido detectado um erro na contagem dos votos do público.

A final está marcada para o dia 04 do Março no Pavilhão Multiusos de Guimarães e disputa-se entre os 14 finalistas apurados nas duas semifinais.

Depois de conhecidos os catorze finalistas da edição de 2018, foi sorteado o alinhamento em que cada intérprete dará voz à canção que o seleccionou para o espectáculo que vai decidir o vencedor.

Assim, contaremos com as canções na seguinte ordem:

Canção n.º1: Sem Medo – Rui David

Canção n.º2: Canção do Fim – Diogo Piçarra

Canção n.º3: Sunset – Peter Serrado

Canção n.º4: Zero a Zero – Joana Espadinha

Canção n.º5: O Voo das Cegonhas – Lili

Canção n.º6: Para Sorrir eu Não Preciso de Nada – Catarina Miranda

Canção n.º7: Anda Estragar-me os Planos – Joana Barra Vaz

Canção n.º8: Amor Veloz – David Pessoa

Canção n.º9: Patati Patata – Minnie Rhayra

Canção n.º10: (sem título) – Janeiro

Canção n.º11: Bandeira Azul – Maria Inês Paris

Canção n.º12: Para te dar Abrigo – Anabela

Canção n.º13: O Jardim – Cláudia Pascoal

Canção n.º14: Só por Ela – Peu Madureira

No dia 4 de Março, a RTP transmite a grande final do Festival da Canção 2018 a partir de Guimarães. Para além das actuações das músicas finalistas, farão também parte do espectáculo homenagens a Simone de Oliveira e às Doce.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.