Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Covilhã marca “Encontros com a Cultura”

A Câmara Municipal da Covilhã organiza nos próximos dias 3 e 4 de maio, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os primeiros “Encontros com a Cultura”.

Os “Encontros com a Cultura” pretendem ser um espaço de partilha de experiências, de ideias e de projetos diversificados, com o intuito de contribuir para que agentes, indivíduos e instituições da região possam refletir a cidade da Covilhã, as suas tradições e o território em termos de políticas públicas para a Cultura – face ao novo espaço do Teatro Municipal da Covilhã e do Centro de Inovação Cultural.

Sobre os dois equipamentos, deve ser destacado que a sua relevância se deve ao facto de não se cingirem apenas ao circuito de espetáculos e de programação, mas sobretudo ao apoio à criação e ao estabelecimento de redes no território e de projetos com a comunidade e com os agentes artísticos e culturais locais, e também à dinâmica que se deseja ser de envolvimento transdisciplinar na cidade.

A abertura ao público está prevista para o último trimestre de 2019.

Até lá, haverá um conjunto de ações, quer de reflexão na cidade, quer de práticas artísticas de apoio a eventos da cidade e de envolvimento da comunidade artística e social.

A Câmara Municipal da Covilhã irá realizar duas conferências anuais – os Encontros com a Cultura e o Fórum de Discussão da Covilhã + 15 anos.

Essa reflexão será feita através de um conjunto de temas que gerarão um pensamento – num sentido mais lato ou em áreas artísticas específicas – relativo a aspetos que construirão a base estrutural do posicionamento dos agentes culturais e criadores locais no que concerne a projetos em rede e de criação em parceria, que possam assumir a arte e a cultura como eixos de qualificação do território.

Uma contribuição para o desenvolvimento de massa crítica, responsabilidade e compromisso social, fortalecimento do sentido de identidade e pertença, que possam ser parte do processo de construção de um melhor exercício de cidadania.

“No fundo, pretende-se que a cultura possa ser o catalisador da qualificação do território, de forma transversal, da educação, da criação de novas dinâmicas económicas e sociais, ao turismo e da forma como a cidade comunica nacional e internacionalmente e o seu posicionamento estratégico”, refere a autarquia em nota enviada à nossa redacção.

Para mais informação e consulta do programa oficial dos “Encontros com a Cultura” aceda a http://download.cm-covilha.pt/encontroscultura/.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.