Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Cante alentejano já é Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Cante alentejano: Distinção da UNESCO é «uma enorme vitória»

O presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, considerou hoje "uma enorme vitória" a classificação do cante alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, sublinhando ser um "orgulho" para o país.

Em declarações à agência Lusa, o responsável afirmou que se trata de uma "grande satisfação e um enorme orgulho" esta distinção, sublinhando que é "uma enorme vitória não só para o Alentejo, mas também para Portugal".
 
O presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo considerou ainda que a classificação constitui uma "homenagem ao caráter, à alma e à essência da cultura alentejana".

O cante alentejano, um canto coletivo, sem recurso a instrumentos e que incorpora música e poesia, foi hoje classificado como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O comité aprovou a candidatura do cante alentejano e a sua inscrição na lista representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Para Ceia da Silva, o cante alentejano é uma área que o Turismo do Alentejo e Ribatejo considera "decisiva" para o futuro do ponto de vista turístico, uma vez que está ligada à área identitária.

A classificação do cante alentejano insere-se na "estratégia global" do Turismo do Alentejo e Ribatejo para os próximos anos, tendo, do ponto de vista cultural, segundo Ceia da Silva, "repercussões incalculáveis", através do "reconhecimento de uma expressão única" da cultura portuguesa e da "forma de estar" de um povo.

Nesse sentido, Ceia da Silva disse que quer imprimir uma "dinâmica muito forte" a esta classificação, indicando que em 2015 vão ser criadas rotas e casas de cante.

"Queremos que sejam casas em que, além da gastronomia e da cultura alentejana que podem oferecer, o turista possa também usufruir de cante alentejano, tal como funciona uma casa de fados", declarou.

A candidatura do cante alentejano a Património da Humanidade foi entregue à UNESCO em março de 2013, depois de, em 2012, o Ministério dos Negócios Estrangeiros ter decidido adiar a sua apresentação, por considerar que o processo não reunia condições para ser aceite.

No final de outubro deste ano, uma comissão internacional de especialistas da UNESCO deu um parecer positivo à candidatura, que classificou como "exemplar".

A candidatura foi promovida pela Câmara Municipal de Serpa/Casa do Cante, com o contributo da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, da Casa do Alentejo, em Lisboa, da Confraria do Cante Alentejano e da Moda - Associação do Cante Alentejano.

O "(can)to da (te)rra", que "retrata a ligação umbilical do trabalhador com a terra-mãe", é um canto coletivo, sem recurso a instrumentos e que incorpora música e poesia, associado geograficamente ao Baixo Alentejo, segundo os promotores da candidatura.

A candidatura do cante alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade foi apreciada esta quinta-feira, em Paris, na 9.ª sessão do Comité Intergovernamental da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da Humanidade, e a decisão foi unânime. O cante alentejano foi integrado na lista.
O cante alentejano, uma das 46 candidaturas submetidas por vários países à inscrição na lista representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, foi apreciada e aceite pela UNESCO, tal como sucedeu em 2011 com o Fado.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.