Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Bar da banda — reabertura no próximo sábado

20731638_4OT2Y.jpg

 

Informamos que o Bar da Banda, voltará ao vosso dispor no próximo sábado dia 23 de maio pelas 13:00h, com as devidas precauções e com apenas metade da lotação.

Obrigatório uso de máscara no Interior.

Pedimos a vossa compreensão e responsabilidade. 

Até Breve

Dar a volta à pandemia, a nossa tele-escola!

FB_IMG_1589877573712.jpg

 

Desde meio de março que tudo ficou do "avesso".

A generalidade de atuações e atividades que tínhamos em agenda foram canceladas. Até os ensaios tiveram que ser suspensos...

Neste momento, e talvez pela primeira vez desde a fundação da Filarmónica Recreativa Cortense, descontado os períodos em que esteve inativa, não vamos acompanhar nem abrilhantar qualquer festividade religiosa ou de outro caráter durante o próximo verão, quase praticamente inimaginável há uns tempos atrás.

Tivemos que nos reinventar, e há já algumas semanas que o nosso maestro desenvolveu, utilizando as redes sociais, aulas à distância de forma a trabalhar a componente teórica nos músicos da FRC.

Trata-se da nossa tele-escola.

 

Concerto de Reis 2020!

1.jpg

Decorreu no passado dia 5 de janeiro, na Igreja Matriz de Cortes do Meio, o "Concerto de Reis" pela Filarmónica Recreativa Cortense.

Agradecemos todos quantos marcaram presença neste concerto, é para vocês que trabalhamos semanalmente.

Um excelente 2020!

2.jpg

 

3.jpg

 

4.jpg

 

5.jpg

 

6.jpg

 

"Sons da Serra - Café concerto" com "The UnderCovers"

1.jpeg

Luís Alberto e Beto Vinhas, juntam-se em finais de 2010, com um intuito... recuperar temas clássicos e trabalhar temas da actualidade, e poder apresentá-los em registo acústico, de uma forma muito intimista, única e muito genuína!
Como tal, a 01 de Março de 2011 apresentaram-se no Carpe Diem, na Guarda. Desde então os The UnderCovers já passaram por muitos espaços, feiras, galas, conferências, festas privadas... etc., actualmente conseguem fazer um percurso musical bastante extensivo e eclético.