Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Noites Azuladas - Maria Viana Quinteto. 21 FEV, 21h30, Cine-Teatro Avenida

Medalha de Mérito Cultural do Municipio de Cascais, Maria Viana é uma das maiores e mais consagradas intérpretes nacionais do jazz vocal, com uma carreira que leva já mais de 30 anos.

A sua voz tem brilhado em várias digressões nacionais com o seu trio, com a Big Band de Jorge Costa Pinto e com o projecto Vozes Três (com Maria João e Maria Anadon), colaborando com artistas como Kirk Lightsey, Zé Eduardo, Sheila Jordan, Peter King e Andrea Pozza, entre muitos outros. Como diz a critica “… Maria consegue o impossível: fazer renascer cada tema do reportório clássico (já interpretado milhares de vezes) como se tivesse sido escrito nessa mesma manhã…” Revista Ecoutér (França). Desde 2011, Maria Viana é também Presidente da Jam Session (associação sem fins lucrativos) e dirige o Cascais Jazz Club (junto à baía da vila), por onde têm passado alguns dos nomes mais importantes do Jazz nacional e internacional.

É também responsável pela produção dos Ciclos “Noites com Jazz” (Câmara Municipal de Oeiras), “2 Dedos de Jazz” e “Comemoração de 80 anos de Jazz em Cascais” (Câmara Municipal de de Cascais), da programação de Jazz do Centro Cultural da Malaposta e é coprodutora do “Dose Dupla”, no Centro Cultural de Belém.

Lançou, em 2010, o livro/CD de comemoração dos seus 30 anos de carreira MARIA VIANA 30 ANOS DE JAZZ (Editora Principia - Casa Sassetti). Acompanhada por George Esteves de Almeida (piano), Paulo Neves (contrabaixo), João Pereira (bateria)

e Diogo Duque (trompete )Maria Viana volta aos palcos com um Novo Quinteto depois de dois anos de ausência em que esteve Entrada: €8,00; Série de 3 Concertos: €20,00; inteiramente dedicada á Associação Jam Session ( da qual é Presidente) e ao Cascais Jazz Club O Programa é dedicado ao Grande Cancioneiro Afro- Americano: Temas de Gershwin, Cole Porter , Telonious Monk ,Duke Ellington, Charlie Parker, António Carlos Jobim com arranjos de Victor Zamora , do Colectivo e da própria Maria Viana, ganham uma nova vida ,.. que mostra bem a sua intemporalidade.

Um Concerto alegre e comunicativo num reencontro com as Grandes Canções de Jazz!