Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Festival Cale - Fundão

Festa repovoou e deu alegria à zona antiga

Festival Cale fez do Fundão uma cidade com gente dentro. Espetáculos animaram as ruas e as tasquinhas faturaram razoavelmente no primeiro dia

SE O ÊXITO das iniciativas pode aferir-se pela adesão popular, então o Cale Festival é, à partida, uma aposta ganha. O primeiro fim de semana de festa mudou a fisionomia da cidade. As ruas. livres de carros, repovoaram-se, com música e alegria. O casco antigo transformou-se num palco para a cidade e para o exterior. Aqui e ali, espetáculos de rua surpreendiam o público. Sexta-feira à noite o Fundão era uma cidade com gente dentro. A adesão popular surpreendeu os mais otimistas. O Festival tem a particularidade de cruzar linguagens, valorizando sabores e saberes locais, a par de linguagens mais urbanas. De fora vieram vários artistas, com espetáculos que animam ruas em grandes cidades.

A festa, cujo balanço final fica para depois do próximo fim de semana, pode ajudar a salvar o Verão do comércio tradicional em prolongada agonia. Muitos dos comerciantes ficaram à margem desta iniciativa da Câmara, Associação Comercial (ACIF) e Junta de Freguesia do Fundão, optando por “esperar para ver”. Outros acreditaram desde a primeira hora nas potencialidades de uma festa que mexeu com a cidade. Inicialmente apenas cerca de uma dúzia aderiu, mas outros acabaram por fazê-lo à última hora. “Tivemos quatro vezes mais adesão do que na edição de arranque da Sangria Agosto, no ano passado”, disse ao JF o presidente da ACIF, Rogério Hilário.

In: Jornal do Fundão

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.