Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Metropolitana - Uma Bizarra Salada, a partir de Karl Valentin. 13 JUL, 21h30, TMG


Orquestra Metropolitana de Lisboa
Cesário Costa
direção musical
Bruno Nogueira e Luísa Cruz interpretação
Beatriz Batarda direção e espaço cénico
Nuno Meira desenho de luz
Joana Hilário participação especial

Aproximadamente um ano depois da estreia, a reposição de Uma Bizarra Salada– no São Luiz, e agora, também, no Teatro Municipal da Guarda - volta a juntar parceiros improváveis: uma dupla de atores bem conhecidos do público, Bruno Nogueira e Luísa Cruz, e a Orquestra Metropolitana de Lisboa.

Com encenação de Beatriz Batarda, Uma Bizarra Salada é o reensaio de alguns dos textos de Karl Valentin, autor alemão que aproveita a metáfora da orquestra para questionar o
mundo e as suas perplexidades.

Um concerto onde as palavras irrompem? Um espetáculo de teatro em que a personagem principal é uma orquestra? Um recital absurdo onde dois comediantes improváveis estilhaçam a ideia simples de construir um espetáculo didático? Mais uma vez, ninguém sabe. É Uma Bizarra Salada!

O espectáculo estreou a 15 de julho de 2011 no São Luiz Teatro Municipal numa coprodução Metropolitana / Festival de Almada / São Luiz Teatro Municipal.
A reposição deste espectáculo é uma coprodução SLTM /Metropolitana.

Preçário: Teatro Municipal da Guarda: 15€

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.