Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Sons à Sexta com The Lazy Faithful, CAN CUN e Galo Cant'Às Duas. 20 ABR, A Moagem, Fundão.

Foto de Sons à Sexta.

Em parceria com a Antena 3, o SONS À SEXTA apresenta bandas em destaque no atual panorama musical português. Com uma programação diversificada e para todos os gostos, pretende-se a divulgação, o convívio entre o público e a celebração da música!
Na edição de Abril, o Sons à Sexta associa-se à promotora Bullet Seed na iniciativa - Circuito Semente em digressão com as bandas: The Lazy Faithful, CAN CUN e os Galo Cant'Às Duas.
Este circuito ao longo de 6 dias em 6 cidades divulgarà o que de melhor se tem feito a nível da música em Portugal, criando um circuito para o crescente número de público criando novas rotinas de consumo cultural em públicos mais afastados, nunca esquecendo os grandes centros urbanos.

Para este circuito a ideia foi contar com um valor firme no panorama musical português, os The Lazy Faithful que recentemente regressaram de uma tourné europeia e recentemente lançaram o single "Baby Don't You Know" e dois valores emergentes, mas igualmente de elevada qualidade que são os CAN CUN e Galo Cant'Às Duas. Estes três projetos são uma boa amostra de uma nova era de ouro da música portuguesa que se encontra em período de expansão na sua qualidade, quantidade e diversidade.

Outro dos pontos fortes do Circuito Semente é que irá para além da música. Jà que serão realizados workshops, onde os artistas abordarão o processo criativo na construção de textos e de mùsicas, aproximando não só as bandas dos fãs mas também incrementando o interesse e a criação de nova música portuguesa.

Bilheteira:
A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes, Fundão.
+Inf. 96 194 12 81 - 275 773 032

 

Álbum de Nelly Furtado entre os maiores falhanços de 2017 (Forbes)

Álbum de Nelly Furtado entre os maiores falhanços de 2017, diz Forbes

Nelly Furtado regressou aos discos em maio de 2017, com "The Ride".

A carreira de Nelly Furtado tem sido marcada por vários altos e baixos. Depois de conquistar os tops mundiais e vencer um Grammy, a cantora afastou-se dos holofotes da fama, tendo pelo meio editado "Mi Plan Tour", em 2010.

Mas a luso-canadiana está focada em voltar em grande ao mundo da música, querendo fazer aquilo que gosta com a sua editora independente. No final de março de 2017,  a artista editou "The Ride".

Para a Forbes, o disco da cantora foi um dos maiores falhanços do ano passado. "Nelly Furtado teve muito trabalho para recuperar o seu lugar entre as mulheres no topo dos tops da pop. Infelizmente, ela não foi capaz disso desta vez, e, de facto, as coisas foram ainda piores do que tinha sido antes", frisa a revista,

"Demorou cinco anos para fazer "The Ride" e, quando o fez, não tinha dinheiro suficiente para o projecto, pois optou por mudar para a sua própria editora. Nenhum dos singles fez sucesso", relembra a Forbes.

Os últimos discos de Katy Perry e Fergie também fazem parte da lista dos falhanços de 2017 para a Forbes.

AMDF - 19º Concurso Internacional Cidade do Fundão. 2 a 7 JUL. Inscrições abertas.

Foto de Academia de Música e Dança do Fundão.

A Academia de Música e Dança do Fundão promove de 2 a 7 de julho a 19ª Edição do Concurso Internacional Cidade do Fundão. Piano, violino, violoncelo e guitarra são as variantes da competição que este ano tem como novidade a inclusão da variante de música de câmara na guitarra.

Regulamento de Participação:
https://www.dropbox.com/s/uxm6ew2b0wtbdhj/REG_PT_CONCURSO%202018.pdf?dl=0

Ficha de Inscrição:
https://www.dropbox.com/s/gww1uakrzbrtl24/FICHA%20DE%20INSCRIÇÃO%20-%20CONCURSO2018.pdf?dl=0

Aviso | No regulamento de Guitarra, em inglês, foi efectuada uma correcção referente à peça de Fernando Sor para a Prova Eliminatória do Nível III.

Notice | On the Guitar variant rules, in english, a correction was made relative to a piece by Fernando Sor, for the Eliminatory Competition of the Level III.

Festas do Concelho de Belmonte. 20 a 26 ABR.

Foto de Rádio Caria.

De 20 a 26 de Abril celebram-se em Belmonte as Festas do Concelho, onde a música será o prato forte. Santamaria, Amor Electro, João Seabra e Sons do Minho são alguns dos artistas convidados.

O programa foi apresentado numa conferência de imprensa em que ficaram também a ser conhecidos o programa da Semana do Brasil (16 a 20 de Abril) e do 29º Colóquio da Lusofonia (27 a 30 Março) que, pelo segundo ano consecutivo, vai decorrer em Belmonte.

Transdev oferece agora aos seus passageiros concertos improváveis

Resultado de imagem para transdev

A Transdev vai brindar os seus passageiros com uma série de concertos gratuitos, a realizar nos meses de Abril, Maio e Junho, que poderão decorrer em escolas, no interior de autocarros em movimento e “noutros locais e circunstâncias improváveis.”

Estes concertos serão da responsabilidade d'OS NOVA, banda a quem a empresa de mobilidade se aliou no último ano e com quem parte agora numa digressão que vai percorrer várias cidades do país, com o objectivo de proporcionar aos utilizadores dos serviços de transporte da Transdev uma experiência que os leve além dos seus destinos.

As datas e locais dos espectáculos, mantêm-se, para já, em segredo. No imediato, a Transdev revela apenas que um dos focos desta digressão será dirigido ao público estudantil, tendo a empresa desenvolvido já várias acções, em cooperação com escolas de 12 cidades, no sentido de levar a música d'OS NOVA às comunidades escolares, proporcionando aos alunos um dia especial.

Recorde-se que a colaboração entre a Transdev e OS NOVA teve início no último ano, com a realização do primeiro “Concerto Mistério Transdev”, iniciativa que culminou, em novembro, com o operador de transportes a surpreender centenas de alunos do Marco de Canaveses com a oferta à cidade de um concerto desta banda.

RFM “Sunset” dá oportunidade a novos talentos

O RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre proporciona, pela primeira vez, a oportunidade aos novos talentos de participarem naquele festival de música eletrónica, que se realiza na Figueira da Foz, de 6 a 8 de julho.

Este ano, adianta nota de imprensa da organização, a abertura do “Sunset” vai ser feita por três djs e produtores escolhidos por Rich&Mendes. Cada um fará a abertura do espetáculo de cada dia do cartaz.

Os interessados só têm de enviar uma maqueta com uma das suas músicas originais, juntar uma foto e uma mini biografia para o e-mail rfmsomnii@rfm.pt, até ao próximo dia 20.

TMG registou aumento de 49% de espectadores

 

Resultado de imagem para TMG guardA

Concertos de Rui Veloso e de Ana Bacalhau e o ciclo Guarda In Jazz destacam-se na programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) para os meses de Abril, Maio, Junho e Julho.

O músico Rui Veloso sobe ao palco do grande auditório do TMG, no dia 25 de Abril, para um concerto comemorativo do 13º aniversário daquele equipamento cultural. Ana Bacalhau, a voz dos Deolinda, apresenta-se a solo na Guarda, no dia 26 de Maio.

O coordenador e programador do TMG, Victor Afonso, disse na conferência de imprensa de apresentação da programação para os próximos quatro meses que o público da Guarda também "tem oportunidade de assistir a sete concertos de jazz e ao lançamento de um livro, no âmbito do ciclo Guarda In Jazz". No teatro, realce para as peças “Portugal não é um país pequeno”, de André Amálio/Hotel Europa (13 de Abril), e “O cultivo de flores de plástico”, pelo Teatro do Calafrio (de 09 a 12 de Maio).

Victor Afonso disse que a programação inclui mais de 60 sessões, observando que decorrem actividades quase diariamente, "temos uma actividade muito intensa e isso também se reflecte na afluência de público”.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal da Guarda, Victor Amaral, disse que a programação do TMG para os próximos quatro meses é “intensa, abrangente e diversificada” e tem “atraído cada vez mais públicos”. O autarca adiantou que no primeiro trimestre de 2018, em comparação com igual período de 2017, o TMG registou “um aumento de 49% de espectadores”, o que se traduziu em “mais 3.278 espectadores”.

Passados 13 anos após a inauguração do TMG, Victor Amaral considera que o trabalho realizado pelo município “continua a dignificar” aquela estrutura cultural “e a posicionar a Guarda num contexto regional como uma cidade de cultura”.

Andrea Bocelli canta em Fátima a 13 de maio

É um dos "artistas mais apreciados em todo o mundo", referiu em nota de imprensa o Santuário de Fátima. Concerto acontece "um ano depois de Fátima se ter despedido do Papa Francisco"

O tenor italiano Andrea Bocelli apresenta a 13 de maio, em Fátima, um recital de Ação de Graças pelo Centenário das Aparições, anunciou o santuário em nota de imprensa.

Tenor, compositor e produtor, Bocelli far-se-á acompanhar pela pianista francesa Elisabeth Sombart e pela violinista ucraniana Anastasyia Petryshak, sob a já habitual direção musical de Carlo Bernini.

A fadista portuguesa Ana Moura surgirá no tema "Ave de Fátima", um dos 11 a apresentar, considerado pelo santuário como um dos momentos altos do recital, especialmente voltado para a interpretação de música sacra.

"Um ano depois de Fátima se ter despedido do Papa Francisco, após a canonização de Francisco e Jacinta Marto, momento que emocionou Portugal e o mundo cristão e selou as celebrações do Centenário das Aparições, o tenor italiano, um dos artistas mais apreciados em todo o mundo, visitará Fátima brindando os peregrinos com a sua música", diz o Santuário de Fátima, em nota de imprensa.

O recital tem início às 16:00, na Basílica da Santíssima Trindade.

"Andrea Bocelli, que conseguiu fazer do bel canto um dos géneros mais ouvidos em todo o mundo, com êxitos tão importantes como Con te Partirò, interpretará Pietà, de Stradella; Sancta Maria, de Mascagni; Panis Angelicus, de Frank, Mission de Morricone; Ave Maria de Schubert, Agnus Dei, de Bizet e outras canções".

O Santuário recorda ainda que Andrea Bocelli, uma das "melhores vozes de todos os tempos, assumiu-se como um prodígio nos anos 90, com mais de 90 milhões de discos vendidos em todo o mundo".

"Ao aliar a gloriosa tradição do bel canto à sensibilidade e à estética da música moderna, Bocelli conquista o coração e a alma do público, sem nunca sacrificar a integridade da sua arte", reforça ainda o santuário.

Com dez óperas gravadas - "que vão de Werther a Carmen passando por Romeu e Julieta e La Tosca - e vários álbuns de música popular, já venceu cinco BRIT Awards e três Grammy Awards, para além de ter realizado vários concertos em espaços icónicos como o Santuário da Aparecida, no Brasil, ou a Praça de São Pedro, onde cantou para o Papa Francisco, em 2015, Amazing Grace, durante o encontro que celebrou os 50 anos de ecumenismo na Igreja Católica".

"O recital, patrocinado pela empresa brasileira Dançar Marketing e pelo Colégio Vértice, é uma oferta ao Santuário de Fátima e consequentemente aos seus peregrinos, proporcionando um momento de ação de graças pelo Centenário das Aparições, através da música, que é uma das mais sublimes formas de oração", acrescenta.

Há 35 anos que a empresa reúne milhões de espetadores nos seus incontáveis espetáculos, projetos sociais, reunindo no seu portfólio a produção de grandes tournées internacionais de artistas emblemáticos como Sarah Brightman, George Benson, Diana Krall, Chris Cornell, Jeff Beck, Richie Sambora, entre outros.

A entrada no recital é gratuita, mas sujeita à reserva de um ingresso, através do site bocelli.fatima.pt.

AMDF realiza concerto em Vale de Prazeres. 8 ABR, 16h00, Igreja Matriz.

Foto de Academia de Música e Dança do Fundão.

A convite da Comissão Fabriqueira de Vale de Prazeres, a Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF) realiza no domingo, dia 8 de Abril, um concerto na igreja matriz de Vale de Prazeres.

O espetáculo começa às 16 horas e conta com a participação da Orquestra de Guitarras da Academia de Música e Dança do Fundão acompanhada pelos solistas de canto Filipa Melo, Laura Alves, Margarida Geraldes e Rafael Lourenço.

Do alinhamento do concerto, idêntico ao apresentado em Janeiro último em França, constam obras de intérpretes e compositores portugueses. Ferrer Trindade, José Afonso ou Carlos Paredes estão entre os escolhidos para o espectáculo que tem entrada gratuita.

'Trovas&Canções' espectáculo inédito em torno da figura de Ruy de Carvalho

Castelo Branco: 'Trovas&Canções' espectáculo inédito em torno da figura de Ruy de Carvalho

“Trovas & Canções, Actores, Poetas e Cantores”, é um espectáculo inédito, da autoria de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho, pela forma como reúne três gerações de Actores, e outros grandes profissionais, ao redor da figura de Ruy de Carvalho, que vai estar em Castelo Branco este sábado dia 7.

Não é o teatro apenas a estar presente, através dos desempenhos de João de Carvalho, Mónica Sintra e Guilherme Madeira, mas também o som da guitarra portuguesa do professor Ricardo Gama e da viola clássica de João Correia.

O espectáculo pretende recordar uma mão cheia de poemas, que tornaram famosas algumas da nossas grandes canções, desde Pedro Homem de Mello a José Luís Gordo, sem esquecer o Zeca Afonso, o Adriano Correia de Oliveira, o Moniz Pereira, o Ary dos Santos, o Manuel Alegre e a Florbela Espanca, José Luís Tinoco, Florbela Espanca, tudo feito num ambiente de grande intimidade com o público, que certamente irá acompanhar os temas, por força das mil vezes em que foram cantados pelos palcos de Portugal. O espectáculo tem ainda uma homenagem a três grandes nomes da nossa literatura, Gil Vicente, com a primeira peça do Teatro Português, Luís Vaz de Camões e Manuel Maria Barbosa du Bocage. 

As Trovas alimentarão as canções, do mesmo modo que os Actores e os músicos, também eles transformados em público, recitarão, tocando e cantando os temas que o bom gosto do nosso povo imortalizou ao longo do século passado. Estamos a propor uma viagem entre a récita e o concerto, numa amostragem que se pretende rica e saborosa, pelo facto de ser facilmente reconhecida por todos nós.

“Trovas & Canções - Actores, Poetas e Cantores” ultrapassará, seguramente, a melancolia das memórias gastas, ao obedecer a uma escolha criteriosa dos temas que ecoarão no palco, abrindo sempre a hipótese de um contacto mais próximo, e por isso, mais eficaz, entre a experiência de um grande Actor, e o prazer com que se vão ouvir coros da plateia a acompanhar os artistas presentes durante mais de hora e meia.