Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Guinness valida record de Carlos Santos

Castelo Branco: Guinness valida record de Carlos Santos

Carlos Santos tocou bateria durante 133 horas e 3 minutos, bateu em novembro do ano passado o record Mundial, que foi agora validado pelo Guinness.

Desde a primeira hora que Carlos Santos fez questão de afirmar que o seu intuito era acima de tudo chamar a atenção para "Uma parentalidade positiva".

"Tocar bateria durante 133 horas por mais mazelas e sofrimento que causem, nunca serão alguma vez comparáveis à dor causada pela maldade de nos separarem e manterem afastado de um filho" afirma Carlos Santos, na hora de receber o certificado.

Em novembro de 2014 Carlos vivia uma situação complicada estando privado de ver e contactar com o seu filho, que vive em França com a mãe, "o meu sono era algo tão volátil quanto um balão cheio de hélio. Foram bastantes as noites durante esse ano em que, sem quaisquer records, sem multidões nem abraços, fiquei acordado, a imaginar como poderia estar o meu filho, imaginando o que o mesmo pensava de mim, e de que forma me percecionava". 
No dia 9 de novembro de 2014, quando pisou o palco onde esteve durante 5 dias, Carlos lançou o repto a todos aqueles que quisessem ajudar, "não só por mim, mas por todos aqueles que como eu passaram por situações de incumprimentos vários, por todos aqueles que como o meu filho não tiveram nem têm poder de escolha, por todos nós, que, quando temos o azar de não ter no outro progenitor alguém sensato, temos de recorrer a um sistema de Justiça, que neste momento perdoem-me mas não posso poupar e tenho obviamente de chamar de lento e ineficaz para não ser indelicado". 

E lamenta o baterista, "é lamentável, que alguém tenha de fazer algo como eu fiz para poder ter uma resposta de um tribunal. Alguém ter de chamar a atenção do mundo todo para poder ter algo que é seu por direito, mas assim fiz. E assim continuarei a fazer pois não acaba em mim esta injustiça e lentidão, continua em muitos daqueles que conhecendo o que fiz me contactam contando as suas histórias". 
Todos os objetivos aos quais se propôs nesta maratona foram cumpridos e superados. "Foi atingido e superado o record Nacional no aniversário do meu filho, suplantado por 10 horas o record Mundial".

Mas o baterista não esquece todas as pessoas, e foram muitas, que diariamente, dia a dia e noite após noite o acompanharam  “Os maiores fomos todos nós, que em Castelo Branco, uma cidade de interior, conseguimos juntar forças entre Albicastrenses e outras pessoas de fora da cidade que a nós se juntaram e fizemos chegar a todo o mundo a notícia de que para além de um Record, a Alienação Parental existe e tira o sono não só a um pai baterista, mas também a muitos pais e mães espalhados por Portugal e pelo mundo, que no último dos recursos não têm um sistema que os proteja atempadamente ou de forma eficaz". 
Para Carlos Santos, todos os objetivos foram cumpridos, mas "fica apenas por surgir um último e esperado reflexo da maratona, que é o de criar alguma evolução positiva no sistema legal no que compete a casos como este".