Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@gmail.com


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores. Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).

Em Maio de 2018 conclui com aproveitamento a Licenciatura em Direcção de Orquestra de Sopros pela ABRSM num projecto conjunto com a Escola de Música e Juventude de Mafra.


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves

Vice Presidente: Joana Santos

Secretário: Aline Miguens

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos

Vice Presidente: João Pedro Faísca

Relator: Gabriel Vila

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;


Calendário de actuações:

08/06/2019 - Gibaltar - Teixoso

.

15/06/2019 - Marchas Cidade da Covilhã

.

20/06/2019 - Procissão do "Corpo de Deus" - Cortes do Meio

.

22/06/2019 - Marchas Cidade da Covilhã

.

13/07/2019 - Bairro de Sto António - Covilhã

.

03 e 04/08/2019 - Festa de S. José - Bouça

.

15/08/2019 - Quinta do Clérigo - Águas Belas - Sabugal

.

18/08/2019 - Moita - Sabugal

.

07 e 08/09/2019 - Festa de Nª Srª De La Salette - Peso

.

15/09/2019 - Orjais

.

17/11/2019 - 120ª Aniversário da FRC - Cortes do Meio

.



Galeria FRC

Foto datada de sensivelmente 1910

.

2010

.

2011

.

2012

.

2013

.

2014

.

2015

.

2016

.

2017

.

2018

.


Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco


Alguns alunos vão pagar 700 euros para ter aulas de música nas escolas.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 31.07.15

Alguns alunos vão pagar 700 euros para ter aulas de música nas escolas

Os alunos do 1.º ciclo que queiram ter aulas de iniciação de música poderão ter de pagar 700 euros anuais, mais do que no ano passado, e o dobro do valor comparticipado pelo Ministério da Educação.

Esta é uma das regras da portaria que define o apoio financeiro estatal aos estabelecimentos de ensino artístico especializado de música, dança, artes visuais e audiovisuais da rede do ensino particular e cooperativo.

O diploma explica que o Ministério da Educação e Ciência (MEC) irá financiar as ofertas curriculares do ensino artístico especializado nos regimes integrado e articulado e comparticipar os cursos de iniciação e no regime supletivo.

Assim, os alunos do 1.º ciclo que decidam ter um primeiro contacto com um instrumento musical ou ter aulas de dança podem ter de pagar parte desta oferta curricular, o que já acontecia antes.

Nos cursos de iniciação à dança, as escolas poderão pedir aos encarregados de educação 350 euros por ano, que é um valor igual ao atribuído pelo MEC.

No caso da música, os valores variam consoante a dimensão das turmas: os alunos podem ter de pagar 350 euros, se a disciplina de Instrumento for frequentada por três ou quatro alunos, ou 700 euros, quando forem grupos de um ou dois alunos.

Em comparação aos anos anteriores, a grande diferença é precisamente nas turmas mais pequenas de iniciação à música: No ano passado, por exemplo, as famílias e o MEC pagavam o mesmo valor (550 euros), enquanto agora o MEC irá pagar 350 euros e as famílias poderão receber uma fatura de 700 euros, explicou à Lusa fonte do ministério.

"Nos cursos do ensino básico e secundário de música, em regime supletivo, pode ser exigida aos alunos, pelos estabelecimentos de ensino, comparticipação financeira no montante correspondente ao valor do financiamento público, acrescida até 20 % no caso dos cursos do ensino básico", lê-se no diploma publicado esta quarta-feira em Diário da República.

Mantém-se a isenção de pagamento para os alunos que frequentam escolas artísticas a tempo inteiro (ensino integrado) e aqueles que frequentam o ensino regular e depois têm aulas de música ou dança naquelas escolas (ensino articulado). Nestes casos, o ministério financia a totalidade da oferta curricular.

A portaria define novos valores de financiamento por aluno em função do nível de ensino e regime de frequência, que vai desde os 350 euros, para os iniciados, até aos 5.440 euros no caso dos cursos secundários de Música em regime articulado.

Para os representantes dos professores e escolas artísticas, estes valores são muito baixos e poderão traduzir-se no aparecimento de mais contratos precários e falsos recibos verdes, alertou Rui Paiva, do Movimento Reivindicativo do Ensino Artístico.

Outra das mudanças, aplaudida pelos representantes das escolas artísticas, foi a uniformização do modelo de financiamento, que passa a ser idêntico em todas as regiões do país e passa a ter como única fonte de financiamento o Orçamento do Estado.

Para receberem apoios financeiros, as entidades interessadas terão de se candidatar aos contratos de patrocínio, que agora passam a ter a duração de três anos escolares.

"Os contratos plurianuais era uma das nossas principais reivindicações, juntamente com passarmos a ser financiados através do Orçamento do Estado e estabelecerem-se datas para serem feitos os pagamentos", contou à Lusa Rui Paiva.

Será ainda criada uma comissão para analisar os documentos pedagógicos dos estabelecimentos de ensino, as características do corpo docente, os resultados escolares, as condições de funcionamento dos estabelecimentos de ensino e a evolução da oferta formativa.

In: Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Orquestra Nacional de Jovens. 31 JUL, 21h30, Cine Teatro Avenida

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 30.07.15
O Festival Orquestra Nacional de Jovens realiza-se na Figueira da Foz e este ano desloca-se até Castelo Branco para um concerto integrado nas diversas apresentações finais do estágio que congrega mais de uma centena de jovens em torno da música. 
Entrada gratuita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Cocerto de Encerramento de Estágio de Orquestra. 2 AGO, 18h, TMC.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 29.07.15

No âmbito de uma parceria inédita e organização entre a EPABI e o Orfeão de Leiria | Conservatório das Artes, encontra-se a decorrer, em Leiria, o Estágio Internacional de Orquestra Covilhã e Leiria, com direção artística do conceituado maestro francês Jean-Sébastien Béreau, desde o dia 20 de Julho e até ao dia 2 de Agosto.

O estágio conta com a participação de 35 alunos da EPABI e com jovens de diversas nacionalidades. Paralelamente, decorre o curso de direção de orquestra, no qual participam mais de duas dezenas de jovens maestros, provenientes de diversos países europeus.

De forma a divulgar ao público o trabalho pedagógico e artístico desenvolvido ao longo de diversos dias, realizar-se-ão 4 concertos, em Leiria, S. Pedro de Moel e Covilhã.

O concerto de encerramento do estágio realiza-se na cidade da Covilhã, no próximo domingo, dia 2 de Agosto, pelas 18 horas, no Teatro Municipal da Covilhã, (entrada livre). Em palco estarão cerca de 80 músicos de diversas nacionalidades, dirigidos pelo maestro Béreau, para executar um repertório exigente e de elevada qualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Neil Young manda retirar os seus ábuns dos serviços de 'streaming'

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 28.07.15

Neil Young manda retirar os seus ábuns dos serviços de 'streaming'

O cantor canadiano Neil Young explicou no Facebook a decisão: a música pela Internet não tem qualidade suficiente.

Neil Young utilizou o Facebook para anunciar aos fãs que iria retirar as suas músicas dos serviços de 'streaming' como o Spotify.

O cantor explica que retira as músicas não por questões monetárias, mas por razões de qualidade de som. Neil Young criou em outubro de 2014 o Pono, um leitor de música portátil no qual se pode fazer download de música sem compressões e com a máxima qualidade possível (idêntico ao master de estúdio).

No Facebook, Neil diz mesmo que os serviços de 'streaming' atuais reduzem a música à pior qualidade da história da radiodifusão. "Para mim o importante é fazer e distribuir música às pessoas para que possam realmente ouvi-la e senti-la. É isto que defendo", acrescenta.

Neil Young não descarta a hipótese de voltar a utilizar serviços de 'streaming', no futuro. "Quando a qualidade voltar, eu darei outra oportunidade. Nunca digas nunca."

A também cantora Taylor Swift já tinha retirado a sua música dos serviços de 'streaming', nomeadamente do Spotify, mas por discordar dos valores pagos aos artistas. Abriu ainda uma "guerra" com a Apple quando esta anunciou que não iria pagar nada aos músicos durante o período experimental do novo Apple Music. Só após uma alteração de posição por parte da empresa a cantora permitiu que as suas músicas estivessem disponíveis neste serviço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Guitarra a autografar por Mark Knopfler licitada por 8.000 euros em leilão solidário

A guitarra que Mark Knopfler vai autografar amanhã, no palco do Festival cooljazz, em Oeiras, atingiu 8.000 euros de licitação, no leilão solidário, divulgou hoje a organização.

"O leilão da guitarra Fender Standard Stratocaster, que será autografada por Mark Knopfler, terminou na terça-feira passada, com uma licitação, através do portal esolidar, de 8.000 euros, e o vencedor pertence à cidade do Porto", disse à Lusa fonte da organização.

"A guitarra irá ser autografada em frente ao vencedor e entregue pelo próprio Mark Knopfler, momentos antes de subir ao palco do festival, no Parque dos Poetas, no dia 28 de julho", acrescentou a mesma fonte.

A receita do leilão "reverte na totalidade para a instituição de solidariedade social CerciOeiras, designadamente para a aquisição de material técnico essencial para o bem-estar dos utentes da instituição, como cadeiras de rodas e gruas de transferência e uma carrinha de nove lugares", segundo a mesma fonte.

O leilão em www.esolidar.com começou no passado dia 26 de maio, com um valor base de 499 euros.

Para o Festival edpcooljazz, esta iniciativa "reforça a ligação que se tem vindo a estabelecer com o município de Oeiras e todas as iniciativas que se possam desenvolver com os artistas para beneficiar e apoiar as instituições de solidariedade social que dele fazem".

"Esta iniciativa conjunta com o edpcooljazz faz todo o sentido para o nosso programa Oeiras Solidária, onde tentamos apoiar ao máximo as instituições de solidariedade do concelho, que muito têm contribuído para o bem-estar, reabilitação e integração dos seus utentes na sociedade", afirma em comunicado o presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas.

O cartaz completo desta 12.ª edição do edpcooljazz, que decorre de 19 a 31 julho, é constituído por Chick Corea & Herbie Hancock, no dia da abertura, João Gil, com o projeto "Non-Finito", e António Zambujo (23 de julho) - três concertos nos Jardins do Marquês de Pombal; Mark Knopfler (28 de julho, no Parque dos Poetas), o brasileiro Pierre Ardene e Melody Gardot (29 de julho, nos Jardins Marquês de Pombal), e Caetano & Gil, "Dois amigos, um século de música" (no dia 31 de julho, no Parque dos Poetas), a encerrar o certame.

O edpcooljazz, ao longo de 12 anos, produziu mais de 120 concertos, aplaudidos por mais de 275.000 pessoas, segundo dados da organização.

Autoria e outros dados (tags, etc)

FRC - Festa Nª Srª do Carmo. Cortes do Meio.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 25.07.15

Amanhã estaremos a animar a Festa em Honra a Nª Srª do Carmo, em Corte do Meio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anselmo Ralph no Fundão. 1 AGO, Estádio Municipal do Fundão.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 24.07.15

Rádio Cova da Beira

O estádio municipal do Fundão é o palco para o espectáculo que Anselmo Ralph dá no dia 1 de agosto. O músico angolano é acompanhado por Cuca Roseta, Dj D´Machine e Boy Teddy. O custo do ingresso é de 12 euros, até 26 de julho, mais três euros a partir daquela data. A entrada é gratuita para crianças entre os seis e os 11 anos, desde que acompanhadas por um adulto.

Anselmo Cordeiro da Mata (Luanda, 12 de Março de 1981), mais conhecido pelo nome artístico de Anselmo Ralph,  nasceu em Luanda, a 12 de Março de 1981, onde frequentou o Ensino Básico e Médio. Depois imigrou para Nova Iorque para terminar os estudos, sendo graduado em Contabilidade pela Borough of Manhattan Community College.2

Nos anos 90, mudou-se para Madrid (Espanha) onde viveu alguns anos. Tornou-se um grande admirador do cantor dominicano Juan Luís Guerra, o que teve uma grande influência na sua carreira futura como músico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Banda do Paul - Festividades Filarmónicas. 25 e 26 JUL.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 23.07.15

Uma atividade organizada pela ACDP- Banda Filarmónica do Paul, com esmerado serviço de bar, jogos, diversão e claro, muita música!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI-concertos-estagioLeiriaCovilha2015final.jpg

Em resultado de uma parceria inédita entre o Orfeão de Leria | Conservatório das Artes e a EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã, realiza-se, entre os dias 23 de Julho e 2 de Agosto de 2015, o Estágio Internacional de Orquestra de Leiria e Covilhã, que envolverá alunos de ambas as instituições, bem como outros jovens músicos de várias nacionalidades europeias. O estágio conta com a direção artística do conceituado maestro Jean-Sébastien Béreau.

No âmbito desta atividade, terão lugar diversos concertos de apresentação em diferentes localidades da região Centro (Leiria, S. Pedro de Moel e Covilhã).

O concerto de encerramento do estágio terá lugar no dia 2 de Agosto, pelas 18 horas, no Teatro Municipal da Covilhã e conta com o apoio da Câmara Municipal da Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

3ª Edição do Festival de Música Antiga de Castelo Novo. 24, 25 e 26 JUL.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 21.07.15

O Festival de Música Antiga de Castelo Novo, no concelho do Fundão, que abre na próxima sexta-feira, propõe a interpretação das diferentes composições “à luz das práticas dos períodos medieval, renascentista e barroco”.

Em comunicado, o diretor artístico do Festival, o músico e investigador Pedro Rafael Costa, realça também que os músicos utilizam “instrumentos ou cópias de instrumentos originais, procurando reproduzir, nos nossos dias, as sonoridades do passado”.

Nesta terceira edição, a organização destaca a presença, pela primeira vez, de um órgão positivo, “instrumento que no período barroco foi muito apreciado”, e que permite ser transportado e não estar fixo num espaço, habitualmente eclesiástico.

“Este instrumento estará presente em três dos concertos do Festival, desempenhando as várias funções para o qual era requerido, isto é, como solista, no desempenho do Baixo Contínuo [acompanhamento] e adaptado como substituto dos restantes instrumentos do trecho musical original”, afirma Pedro Rafael Costa.

O certame abre na sexta-feira, 24 de julho, com a Este-Estação Teatral, que apresenta “A entrada do rei”, de Jacinto Cordeiro, peça estreada no Festival de Teatro Clássico de Alcantara, em Espanha, no ano passado.

O primeiro concerto, “Diálogos entre a viola de gamba, o violoncelo e o cravo”, no sábado, 25 de julho, às 11:00, realiza-se na capela da Misericórdia, pela Camerata da Cotovia, constituída por Jacinto Mateus (cravo), José Mateus (viola de gamba) e Miguel Rocha (violoncelo barroco), que “fará soar a música da transição do período barroco para o clássico”.

O segundo concerto realiza-se neste mesmo dia, à tarde, na igreja matriz, sendo o programa constituído por árias barrocas de Vivaldi e Handel, bem como o Stabat Mater, de Giovanni Battista Pergolesi, por Ariana Moutinho Russo (soprano) e Rita Morão Tavares (contralto), acompanhadas por Sérgio Silva, em órgão positivo.

Ainda no sábado, às 17:00, na capela de Sant’Ana, realiza-se um recital com instrumentos de cordas dedilhadas, por Maria Correia, que apresentará “essencialmente danças dos séculos XVII e XVIII, de autores italianos e ibéricos, tangendo para o efeito um magnífico arquialaúde e uma guitarra barroca”.

À noite apresenta-se, nos jardins da Quinta do Ouriço, um concerto performativo em torno do Ciclo de Cantatas “Membra Jesu nostri patientis sanctissima”, de Dietrich Buxtehude, pelo ensemble Les Secrets des Roys, com a participação da bailarina Maria Carvalho.

No último dia do Festival, domingo, 26 de julho, realiza-se, de manhã, na antiga Escola Primária, um ateliê para crianças a partir dos cinco anos, orientado por Susana Quaresma e Diana Matos, uma das novidades da edição deste ano.

Às 11:00, na igreja matriz, tem lugar um “concerto litúrgico” que acompanha “a habitual cerimónia da celebração da palavra” e é protagonizado pela soprano Sara Afonso e o organista Daniel Oliveira.

Às 15:00, também na igreja matriz, realiza-se o segundo concerto de música do Período Galante, num programa dedicado a “Compositores ibéricos e suas influências na segunda metade do século XVIII”, com o Ensemble Ars ibérica, formado por Olavo Tengner Barros (traverso e na direção artística), Alexandre Andrade (traverso), Sofia Nereide Pinto (cravo) e Inês Coelho (violoncelo barroco).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3




Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@gmail.com


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores. Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).

Em Maio de 2018 conclui com aproveitamento a Licenciatura em Direcção de Orquestra de Sopros pela ABRSM num projecto conjunto com a Escola de Música e Juventude de Mafra.


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves

Vice Presidente: Joana Santos

Secretário: Aline Miguens

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos

Vice Presidente: João Pedro Faísca

Relator: Gabriel Vila

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;


Calendário de actuações:

08/06/2019 - Gibaltar - Teixoso

.

15/06/2019 - Marchas Cidade da Covilhã

.

20/06/2019 - Procissão do "Corpo de Deus" - Cortes do Meio

.

22/06/2019 - Marchas Cidade da Covilhã

.

13/07/2019 - Bairro de Sto António - Covilhã

.

03 e 04/08/2019 - Festa de S. José - Bouça

.

15/08/2019 - Quinta do Clérigo - Águas Belas - Sabugal

.

18/08/2019 - Moita - Sabugal

.

07 e 08/09/2019 - Festa de Nª Srª De La Salette - Peso

.

15/09/2019 - Orjais

.

17/11/2019 - 120ª Aniversário da FRC - Cortes do Meio

.



Galeria FRC

Foto datada de sensivelmente 1910

.

2010

.

2011

.

2012

.

2013

.

2014

.

2015

.

2016

.

2017

.

2018

.