Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

EPABI - Jornadas Culturais. 20 a 23 ABR.

A Direção da EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã apresenta as JORNADAS CULTURAIS DA EPABI – 2015, dedicadas à Música & outras expressões artísticas, que se realizam no auditório da EPABI, de acordo com calendarização abaixo:

Dia 20 de abril (segunda-feira)

10H – Seminário: Doenças Profissionais em Músicos – Prevenção de Distúrbios Musculoesqueléticos, por Vitória Pamplona Meireles

15H- Palestra: Falemos de Jazz, pelo Maestro Jorge Costa Pinto

21H – Sarau Cultural: música, poesia, dramatização, ginástica acrobática, dança, cinema, pintura, literatura

21 de Abril (terça-feira)

15H – Comunicação e debate: A DA CAPO, Revista Musical Portuguesa, por Sandra Bastos

21H – Concerto: Ana Lucas, flauta transversal; acompanhamento: Natalia Ryabova, piano; Nuno Jesus, guitarra

22 de Abril (quarta-feira)

11H – Palestra: A Música, muitos caminhos, muitas oportunidades, por Mário Cardoso

17H – Workshop: Introdução à Música Eletroacústica e Espacialização, por Jaime Reis

23 de Abril (quinta-feira)

14H – Apresentação do Livro: As Bandas Filarmónicas e a Identidade Musical de Jovens em Portugal, pela autora Graça Mota

Manta de Ourelos volta ao Got Talent

 

Mais uma oportunidade para o Manta de Ourelos no Got Talent 
A participação do grupo beirão, Manta de Ourelos, no Got Talent de Portugal deixou marcas neste programa televisivo. Só assim, se compreende a chamada para participar no domingo 19 de Abril, numa edição especial que vai reunir os mais votados e os melhores das sete semifinais disputadas. Está oficialmente confirmado. Manta de Ourelos vai pisar novamente o palco do Got Talent.
A notícia foi recebida com natural satisfação pelo grupo beirão, “ quando nos contactaram, nem estávamos a acreditar que nos estavam a oferecer a possibilidade de voltarmos a este programa de televisão de grande audiência. Ainda bem que fomos convidados para em conjunto com outros concorrentes de outras galas participamos neste programa especial que vai para o ar logo a seguir à final do Got Talent”. Explicou Ricardo Pedrosa, um dos elementos do Manta de Ourelos.
Com efeito, a Gala Final deste programa caça talentos teve lugar no passado domingo 12 de Abril, tendo sido conhecido o vencedor, ArtGym Company, um grupo de ginástica acrobática que conquistou os jurados e especialmente o público que votou nele de forma expressiva.
No final desta gala Marco Horácio revelou, “embora já conheçamos o grande vencedor desta noite, para a semana teremos um programa especialíssimo, a comemorar os maravilhosos talentos que conhecemos durante estas semanas”.
E é tão especial que a representante de Portugal no Festival Eurovisão 2015, Leonor Andrade, vai marcar presença no dia 19 de Abril. A cantora irá interpretar "Há um mar que nos separa" no programa líder de audiências das noites de domingo da RTP1, numa versão que ainda não foi cantada anteriormente.
Quanto à participação do grupo beirão espera-se que continue na senda do que foi o seu cartão de visitas: defender as suas raízes, não obstante estar condicionado pela exigência da produção mais interessada em que o espetáculo em direto resulte, tal como aconteceu na 4ª Gala, que contou com a atuação do Manta de Ourelos. É por isso expetável que no programa televisivo, o cenário volte a transfigurar-se e os Manta de Ourelos, consigam levar o público presente para mais uma viagem musical que estamos em crer o vai seguramente galvanizar.
A ver vamos.
In: Inforpaulense

"Música no Museu" de Belmonte

O Museu dos Descobrimentos em Belmonte vai receber no próximo sábado (11h00) os seus visitantes de uma forma diferente.

Os alunos da Escola de Música do Centro de Cultura Pedro Álvares Cabral irão brindar os presentes com temas de cinema. Um concerto inserido no ciclo de concertos do evento “Música no Museu” organizado com a parceria entre a Empresa Municipal de Belmonte, a Câmara Municipal de Belmonte e a Escola de Música do Centro de Cultura Pedro Álvares Cabral, como forma de dinamizar musicalmente a vila de Belmonte.

Os temas deste concerto serão também apresentados no Centro Cultural de Belém em Lisboa, no dia 25 de Abril, no evento “Dias da Música”.

Carlos Santos propõe-se bater o Record Mundial de "Double Stroke Roll"

O músico Carlos Santos propõe-se bater o Record Mundial de "Double Stroke Roll", cuja aprovação oficial do Guiness está pendente em 18 horas e 30 minutos.

O Record Oficial está neste momento em 12 horas e 3 minutos e pertence ao Filipino Justin Daniel "Bateng" Arde, sendo possível que a qualquer momento Guiness valide a tentativa do Sargento Britânico Bugler Graham ‘Stevo’ Stephenson.

Segundo o comunicado enviado à redação do Diário Digital Castelo Branco, esta ação surge também com o apoio da escola de Música Rock Academy e da "Beat Parental Alienation" - movimento musical internacional contra a alienação parental criado por Carlos Santos em solidariedade com a causa "Bring Stefan Back" - movimento criado pelo baterista Vicky Marques, inserindo-se num contexto solidário.

Por uma Parentalidade Positiva é o mote para levar a bom termo esta pretensão do músico, que quer alertar a sociedade para aqueles que sofrem pela alienação dos seus direitos como pais e filhos.

O Forum Castelo Branco associa-se novamente a esta iniciativa que terá início esta hoje, dia 15, às 20 horas na praça da restauração.

Links uteis e informações adicionais em: https://www.facebook.com/Carlossantosdrum

Junta de Freguesia de Castelo Branco financiou “Filarmonia Jovem” e pode financiar muito mais.

Castelo Branco: Junta de Freguesia financiou “Filarmonia Jovem” e pode financiar muito mais

“Filarmonia Jovem” foi o projeto que ganhou um financiamento de dez mil euros da Junta de Freguesia de Castelo Branco no Orçamento Participativo. Tendo sido ainda “uma experiência”, Jorge Neves, Presidente da Junta de Freguesia, garante que é para repetir.

“Este ano vamos fazer uma ação de orçamento participativo, vamos convidar todas as pessoas individual ou coletivamente a apresentarem um projeto, vamos abri-lo à votação da população de forma que possamos identificar uma ação, um projeto, uma ideia que possa entrar no nosso plano de atividades de 2016 e durante esse ano, a Junta de Freguesia vai colocar no terreno esse projeto”, anunciou. 

Assim, todos os albicastrenses podem apresentar um projeto para ser integrado no Plano de Atividades da Junta de Freguesia já no próximo ano. Este ano, a juventude foi a área escolhida para esta aposta no orçamento participativo, em que foram convidadas todas “as associações jovens da nossa freguesia, lançando este desafio para que apresentem projetos que possam reverter a favor dos jovens”. Sendo que um deles, foi a “Filarmonia Jovem” apresentado pela Associação Juvenil Ribeiro das Perdizes que criou a Orquestra de Sopros e Percussão Jovem da Banda Filarmónica Cidade de Castelo Branco.

De acordo com David Jacinto, presidente da Associação Juvenil Ribeiro das Perdizes, este é um projeto que tem como intuito “levar a música a todos aqueles que dela possam disfrutar, mesmo aos jovens que tenham menos condições financeiras e que não tenham acesso a essa aprendizagem musical”.

Esta orquestra juvenil, apresentada no passado dia 6, acaba por ser um “patamar intermedio” entre a escola e a Banda Filarmónica Cidade de Castelo Branco. Ou seja, entre os oito aos 17 ou 18 anos, os jovens preparam-se nesta orquestra para, um dia mais tarde, pertencerem à banda.

Estes jovens têm aulas todos os dias, de segunda a sexta-feira, das 19 horas às 22H30 / 23 horas, aulas de instrumento e formação musical, aos sábados à tarde, juntam-se todos para os ensaios.

In: Diário Digital

Quase 40 mil pessoas passaram pela Casa da Música nos quatro dias de festa do 10.º aniversário

Quase 40 mil pessoas passaram pela Casa da Música nos quatro dias de festa do 10.º aniversário

A Casa da Música, no Porto, abriu as portas durante quatro dias para a comemoração dos 10 anos de existência e, entre quinta-feira e ontem, foram quase 40 mil as pessoas que passaram pela instituição para visitas e concertos.

O diretor-geral da Casa da Música, Paulo Sarmento e Cunha, disse à agência Lusa que a fundação "considera extraordinária a adesão que a comemoração dos 10 anos […] mereceu por parte do público".

Antes do último concerto do programa comemorativo que o equipamento cultural preparou para estes dias - a Orquestra Jazz de Matosinhos está a atuar, desde as 21:00, na Sala Suggia - "39 mil pessoas tinham entrado na Casa da Música para festejar os 10 anos da instituição".

"Este foi um excelente sinal do modo como hoje a Casa da Música está bem enraizada na região do Porto e no país, e da relação afetiva que mantém com os portugueses e, em particular, com os portuenses", considerou.

Para Paulo Sarmento e Cunha, "o sucesso da comemoração é também sentido como um enorme estímulo para o desenvolvimento da Casa da Música na próxima década".

Entre quinta-feira e hoje, e sob o mote "Venham Mais Dez", a Casa da Música promoveu vários concertos, fora e dentro das suas instalações, através do serviço educativo e agrupamentos residentes - Orquestra Sinfónica do Porto, Remix Ensemble, Orquestra Barroca e Coro - além de dezenas de convidados de vários estilos musicais.

Ao longo dos últimos dez anos, segundo a direção, a Casa da Música recebeu 4.538.180 visitantes, organizou 408.860 visitas guiadas, acolheu 2.083.065 espetadores e participantes, realizou 2.358 concertos e promoveu 13.330 atividades culturais.

in: Diário Digital

E depois do adeus? Dos Beatles aos One Direction

Malik (à esquerda) disse que quer ser "um rapaz normal"

Malik deixou os One Direction mas não é caso único. Viagem ao mundo dos Beatles, Queen, Spice Girls e Backstreet Boys - entre outros.

Há uma semana o mundo foi apanhado de surpresa (ou nem tanto) quando Zayn Malik, um dos cinco fundadores da boyband mais bem-sucedida do momento, One Direction, anunciou que estava de saída. A banda continuou a sua digressão por estádios de todo o mundo (que só termina em outubro) e já revelou que lançará um quinto álbum no final do ano. Mas muitos são os grupos, dentro ou fora da pop, que já enfrentaram a saída dos seus fundadores mas decidiram seguir em frente.

Se hoje poucos se recordam que houve alguém a ocupar o lugar de baterista dos Beatles antes de Ringo Starr, a verdade é que, dois anos antes dele entrar para a banda, era Pete Best que tinha as suas funções. O mesmo se passou com os Nirvana, que antes de Dave Grohl tiveram como baterista Chad Channing, que gravou com a banda grande parte do seu primeiro álbum, Bleach (1989). Já os Queen, mesmo com a morte de Freddie Mercury, em 1991, decidiram prosseguir caminho, mesmo que a contratação de Paul Rodgers e Adam Lambert como substitutos (já em pleno século XXI) nunca os tenha aproximado dos resultados obtidos com Mercury.

No entanto, o que agora aconteceu com os One Direction é somente a história a repetir-se no que diz respeito ao funcionamento de boy e girl bands do género. Os cinco britânicos que se juntaram em 2010 no programa televisivo X Factor tiveram até agora um percurso ascendente, lançando um álbum por ano, seguido de uma digressão mundial. Das salas de espetáculos de grande dimensão como a Meo Arena, em Lisboa (a qual esgotaram em poucas horas há dois anos), passaram para os maiores estádios do mundo (e ainda no verão passado encheram o Estádio do Dragão, no Porto).

Ana Moura, Mayra Andrade e Dom La Nena num dos maiores festivais de jazz suíços

Ana Moura, Mayra Andrade e Dom La Nena num dos maiores festivais de jazz suíços

As cantoras Ana Moura, Mayra Andrade e Dom La Nena vão atuar nos palcos da 33.ª edição do Cully Jazz Festival, um dos maiores festivais de jazz na Suíça, que se realiza de 10 a 18 de abril, anunciou a organização.

A portuguesa Ana Moura, a cabo-verdiana Mayra Andrade e a brasileira Dom La Nena, apresentadas como três «grandes» vozes lusófonas, vão apresentar os seus universos e dar a conhecer a diversidade da lusofonia, no âmbito do festival IN, do Cully Jazz.

«Foram escolhidas pela qualidade da música, cada uma com o seu estilo, mas também porque as três estrearam um novo disco», disse à agência Lusa o programador do festival, Jean-Yves Cavin.

In: Diário Digital/Lusa

Casa da Música comemora dez anos de braços abertos

A festa vai ser entre os dia 9 e 12 de Abril. Público vai poder visitar as instalações e participar em várias actividades.

A Casa da Música, um dos ícones da cidade do Porto, faz dez anos no próximo mês e está a preparar várias iniciativas para comemorar a data.
A festa vai ser entre os dia 9 e 12 de Abril e como presente vai receber o público de braços abertos, explica António Pacheco, o director artístico da Casa da Musica.

“Nestes quatro dias, as pessoas podem visitar livremente a Casa, escolhendo uma visita guiada ou deambulando pela Casa a seu bel-prazer, temos um filme institucional sobre os dez anos da Casa, uma exposição de cartazes. O público pode assistir a ensaios abertos dos nossos agrupamentos”, afirma António Pacheco.

Sob o mote "Venham Mais Dez", a Casa da Música proporciona vários concertos fora e dentro das suas instalações com, essencialmente, o seu Serviço Educativo e os Agrupamentos Residentes, nomeadamente a Orquestra Sinfónica do Porto, Remix Ensemble, Orquestra Barroca e Coro, afirmou António Jorge Pacheco.

As comemorações começam dia 9 de Abril, mas a música só se fará ouvir dia 10 com um concerto de órgão nos Clérigos e terminará dia 12 com a Orquestra Jazz de Matosinhos com Kurt Rosenwinkel.

São dez anos marcados por grandes eventos, mas também por cortes orçamentais. Já em final de mandato, o presidente do conselho de administração, José Dias da Fonseca, salienta que foi preciso cortar no orçamento, mas não na qualidade.

“Esta Casa tem um potencial muito grande e podemos fazer bastante mais. Provámos, claramente, que com pouco fazemos muito e que poupámos brutalmente ao Estado. Aqui, cada euro é um euro e com um euro fazemos muitos euros. Temos tido uma capacidade enorme de usar muito bem o dinheiro”, sublinha José Dias da Fonseca.

Desde a inauguração, a Casa da Música, projectada pelo arquitecto holandês Rem Koolhaas, recebeu 4,5 milhões de visitantes.

Numa década organizou mais de 400 mil visitas guiadas, acolheu mais de dois milhões de espectadores e participantes, realizou 2.358 concertos e fez 13.330 actividades culturais.

No mês de Maio, dedica a sua programação à Primavera e aos 102 anos da pianista Helena Sá e Costa. Em Junho, homenageia-se Bernardo Sassetti, festeja-se a noite de São João e o Dia Mundial da Criança.

In: RR