Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Aluno da ESART em digressão com a Orquestra de Jovens da União Europeia (OJUE)

Membro da formação juvenil há três temporadas, Tiago Santos participa agora na tournée da Primavera, a qual, pela primeira vez em duas décadas, inclui os Estados Unidos.

Pela primeira vez em duas décadas, a Orquestra de Jovens da União Europeia (OJUE) ruma até aos Estados Unidos da América. Na digressão da Primavera, agendada para abril e a primeira desde 1988 a abranger o outro lado do Atlântico, também participa o violinista Tiago Santos, aluno da classe de Augusto Trindade no IPCB/Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART). Membro efetivo da formação há três temporadas consecutivas, o jovem de 23 anos, natural de Ovar e professor na Academia de Música de Paços de Brandão, concorreu pela primeira vez à OJUE em 2007, tendo então sido colocado na lista de suplentes. Da formação com 134 músicos faz ainda parte o trompetista José Almeida, aluno de António Quítalo e também mestrando no curso de Música da ESART.

A lista de participantes na digressão pela costa leste dos EUA inclui os restantes cinco portugueses apurados para a temporada 2011/12: a violinista Luísa Seco, da Academia Nacional Superior de Orquestra, em Lisboa; a violista Joana Nunes, da Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo, no Porto; o violoncelista António Novais e a contrabaixista Vera Pereira, ambos da Academia Real de Música de Londres; e o contrabaixista João Seara, da Escola Superior de Música de Lisboa, este último na vez de José AlmeidaDe forma a celebrar os laços culturais entre os dois continentes, a OJUE convidou ainda 15 jovens norte-americanos que se irão juntar à formação em alguns dos concertos. A acompanhar os 116 músicos europeus vai estar o violinista Pinchas Zukerman, o qual tocará no dia 15 no Concert Hall do Kennedy Center for the Performing Arts, em Washington DC. Por sua vez, a 18 de Abril o violinista Itzhak Perlman ruma até ao Stern Auditorium do Carnegie Hall de Nova Iorque, sala onde a formação irá celebrar o seu 18ºaniversário, e em que Tiago Santos, único português na estreia da Orquestra Sinfónica do YouTube, já esteve em 2009. No dia 20, no Symphony Hall em Boston, a OJUE conta com o pianista Yefim Bronfman.

Para além dos ateliês informais em liceus de Washington D.C., os jovens europeus marcarão presença em três instituições de ensino superior. No espetáculo do dia 13 no Memorial Hall da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, participam a pianista Clara Yang, o The Carolina Choir e vários solistas vocais, incluindo Susan Klebanow. Já a 22 de abril, no auditório da Universidade do Indiana, em Bloomington, junta-se-lhes o violinista Mark Kaplan. A jornada académica termina na região centro-oeste do país, a 24 de abril, com um concerto no Pick-Staiger Concert Hall da Universidade do Noroeste, em Evanston (Illinois). A atuação nos arredores de Chicago conta com o pianista Yefim Bronfman.Tal como acontece nas digressões anuais promvidas pela OJUE - uma de três a quatro semanas na primavera e outra de até cinco semanas no verão -, a tournée em solo americano é antecedida por uma residência e por duas semanas de ensaios intensivos, desta feita na Suíça e com arranque marcado para 26 de março. Previstos estão dois concertos, integrados no Interlaken Classics 2012, a 52ºedição daquele festival da cidade helvética. As performances têm lugar nos dias 7 e 8 de abril, no Casino Kursaal, e contam com as participações adicionais da pianista Khatia Buniatishvili e da violinista Vilde Frang, bem como do Coro de Câmara da Universidade de Friburgo e do Coro Pro Arte, de Lausanne.

Na digressão pelos EUA, conduzida pelo diretor musical da orquestra, o maestro Vladimir Ashkenazy, será interpretado repertório de Copland, Beethoven, Bruch, Mozart ou Liszt. A Sinfonia Alpina, de Richard Strauss, é outra das obras em destaque, sendo um excerto desta interpretado por Tiago Santos no seu vídeo de apresentação, consultável em http://www.youtube.com/watch?v=AjW_e9szj38 e o único escolhido para representar Portugal. A partir de 15 de março, os vídeos submetidos pelos músicos serão disponibilizados em http://www.youtube.com/euyovideo, ao ritmo de um por dia, até à chegada da OJUE a Nova Iorque.Fundada em 1978 no Reino Unido, a antiga Orquestra de Jovens da Comunidade Europeia, de que Portugal faz parte desde 1986, pretende reunir os mais talentosos instrumentistas dos 27 países da União Europeia, juntamente com maestros e solistas de renome e tutores especializados. Todos os anos a OJUE seleciona nos países de origem mais de uma centena de jovens entre os 14 e os 24 anos, os quais podem tocar em algumas das mais importantes, salas, teatros e festivais dos estados membros. Ao longo das décadas, a orquestra, por onde já passaram meia centena de portugueses, tem-se destacado na programação das capitais europeias da cultura, nos Promenade Concerts da BBC no Royal Albert Hall de Londres, ou nos festivais de Salzburgo e Edimburgo, bem como ao visitar países e regiões do globo como a China, Hong Kong, Japão, Coreia, Índia, Américas, Rússia ou Cazaquistão enquanto embaixadora da boa vontade.

 

Manteigas - IV Festival de Bandas Filarmónicas. 24 MAR

 

Programa:
15h00 - Receção das Bandas convidadas - (Jardim da entrada da Vila);
15h30 - Desfile pelas principais ruas da Vila de Manteigas;
16h00 - Receção das Bandas no Edifício dos Paços do Concelho, Interpretação em uníssono da Marcha IV Festival de Bandas Filarmónicas de Manteigas. 21h00 - Concertos pelas Bandas Participantes (Auditório do Centro Cívico de Manteigas).
Bandas Participantes:
Banda Comércio e Indústria de Caldas da Rainha;
Banda Musical e Artística da Charneca - Lisboa;
Filarmónica Popular Manteiguense - Música Nova

Novos Madredeus editam álbum em Abril


O primeiro álbum da nova formação dos Madredeus, com Pedro Ayres Magalhães e Carlos Maria Trindade, intitular-se-á “Essência” e será editado no dia 02 de Abril, estando já previstos vários concertos em Portugal e no estrangeiro.

A informação foi divulgada pela Sony Music que adiantou que o novo álbum “resulta da evolução histórica do Madredeus, de 25 anos de uma vida intensa, sobretudo em cima dos palcos”.

A selecção das canções é “uma amostra da nova vida dos Madredeus em palco”, afirma a Sony Music. "Ao Longe o Mar", "O Pomar das Laranjeiras", "Palpitação", "A Sombra", "A Confissão", "O Navio", "Coisas Pequenas" e "Adeus e Nem Voltei", entre outras, foram algumas das canções escolhidas para serem gravadas pelo novo formato da banda com novos arranjos musicais.

Além de Pedro Ayres Magalhães (guitarra clássica), fundador da banda e Carlos Maria Trindade (sintetizadores) que a integrou a partir de 1994, os novos Madredeus são ainda constituídos por Beatriz Nunes (voz), Jorge Varrecoso e António Figueiredo (violinos) e Luís Clode (violoncelo).

Pedro Ayres Magalhães sublinhou a “modernidade do repertório”, e referiu que “as palavras não perdem nada e a Beatriz [Nunes] respeita a mise en scène original das frases". “Todas as músicas foram-se tornando peças da nossa nave", rematou o músico.

A Sony Music refere que estas canções são “peças diferentes que cumprem diferentes papéis nesse drama essencial que a música do Madredeus contem, entre o apelo universal, o âmago português, as melodias e o passo que cada tema exige”.

Em Outubro passado em declarações à Lusa, Pedro Ayres Magalhães anunciou o regresso da banda depois do fim da formação Madredeus – A banda Cósmica.
Na ocasião, o músico disse que "os novos Madredeus retomarão as primeira canções da banda com novos arranjos, além de composições inéditas”, acrescentando que estavam prontas cerca de 30 canções novas.

Lançado o álbum a 02 de Abril o grupo inicia uma digressão pelos palcos nacionais e estrangeiros no dia 14 no Centro Cultural e de Congressos. Dia 16
sobem ao palco do Barbican Centre, em Londres, dia 26 no Is Sanat em Istambul.
Em Maio voltam ao território nacional, com concertos agendados no dia 27 na Casa da Música, no Porto e dia 31 no Centro Cultural de Belém, em
Lisboa. Em Junho actuam, nos dias 12 e 13 no Festival Rio Loco em Toulouse, no sudeste de França. Outras datas já marcadas são em Outubro, no dia 09 na Konzerthaus, em Viena, no dia 11 na Philharmonie na Cidade do Luxemburgo, no dia 14 no Glocke em Bremen, na Alemanha, dia 20 na Philharmonie de Colónia, Alemanha, dia 27 na Konzerthaus em Dortmund, Alemanha, e dia 30 no AVO Session, em Basileia, na Suíça. o dia 01 de Novembro regressam a terras germânicas para actuar no Prinzregententheater, em Munique.

Quanto à formação actual, António Figueiredo e Luís Clode integraram a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Lusitânia Ensemble, assim como Jorge
Varrecoso, enquanto Beatriz Nunes tem formação clássica e estudou música nas áreas clássica e do jazz.
Os Madredeus regressam a 02 de Abril com novo álbum e ainda na primeira quinzena deste mês começam o seu périplo pelos palcos.

 

Fingertips em tournée. Covilhã, 29 MAR, 21h30.

A Covilhã encontra-se na rota da tournée dos Fingertips.
No dia 29 de março, pelas 21h30, no Grande Auditório da Faculdade de Ciências da Saúde, será apresentado o novo álbum desta banda, de nome “2”. Trata-se do segundo disco da banda com a voz de Joana, à venda desde o início do mês. Entre março e maio, a banda estará em digressão nacional onde vai mostrar ao País as novas canções, de “2”.
O público poderá contribuir para uma causa social à entrada do concerto.
 

I Estágio de Orquestra Sinfónica - EPABI 24 a 29 MARÇO

 

Entre os dias 24 a 29 de Março, terá lugar o I Estágio de Orquestra Sinfónica e o I Curso de Direcção de Orquestra, sob a orientação do Maestro António Saiote, nas instalações da EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã. A actividade é destinada a todos os alunos da EPABI e está também aberta para jovens músicos de outras escolas de música ou outros que demonstrem interesse em aprofundar conhecimentos musicais, sujeitos, no entanto, a uma inscrição e ao número de vagas disponíveis.
Mais INFO em: http://www.epabi.pt

Banda da Covilhã - VI CONCERTO de PRIMAVERA “Explosão de Sons”. 18 MAR, 16h00, Igreja S. Francisco (Jardim Público).

 

No próximo domingo, dia 18 de Março, a Banda da Covilhã dá mais um concerto de Primavera pelas 16:00 na Igreja de S. Francisco (Jardim Público) com entrada livre, em que o tema deste ano é: “Explosão de Sons”. Pelo sexto ano consecutivo, e já uma tradição na cidade da Covilhã, a Banda da Covilhã organiza o Concerto de Primavera, numa celebração festiva de boas vindas a esta estação, bem como a tradição de dedicar estes concertos a um tema. O tema para esta ano é “Explosão de Sons”, sendo o repertório uma aguarela de emoções, cores, sonoridades em sintonia com a própria natureza que na Primavera nos brinda com uma explosão de flores e de cores. A direcção musical estará a cargo do Maestro Luís Clemente, sendo a direcção artística de Eduardo Cavaco. Do programa fazem partes obras na sua maioria originais para orquestra de sopros, como por exemplo: Alpina Fanfarre de Franco Cesarini, Huntingdon Celebration de Philip Sparke, Simple Gift de Frank Ticheli, Hounds of Springs de Alfred Reed. Um programa que explora as sonoridades de uma orquestra de sopros, evidenciando as suas potencialidades e “cores” com momentos explosivos. O Concerto conta o apoio da Câmara Municipal da Covilhã, Juntas de Freguesia da Cidade, Paróquia da Conceição e Underline…Your Ideas.
A FRC agradece o convite!
 

698 Bandas de Música em PORTUGAL = 28000 instrumentistas - Num só LIVRO!

 

Lisboa é o distrito com mais filarmónicas (75), seguindo-se Viseu com 53, enquanto que a Região Autónoma dos Açores possui 104 bandas e a Madeira 14. De acordo com os cálculos de João Franco (um músico ancorense que começou a tocar na banda dos Bombeiros Voluntários aos oito anos ) que realizou este trabalho ao longo dos últimos oito anos, estas quase 700 filarmónicas movimentam cerca de 28.000 instrumentistas. Trata-se de uma obra com 812 páginas, em que são apresentados dados biográficos e fotografias de cada uma delas. O autor, que aos 48 anos tirou o curso de clarinete no Conservatório de Braga e que ainda hoje toca na Banda de Música de Moreira do Lima (Ponte de Lima), depois de passar por diversas orquestras (*) e ter dirigido a Banda Típica da Casa do Povo do Vale do Coura, referiu que "achei interessante sabermos quantas bandas existiam em Portugal", tendo ainda alargado este inquérito às que foram criadas nos círculos de emigração "ou cujos integrantes já são seus descendentes", aduziu. Encontrou uma banda fundada ou constituída por portugueses na Austrália, outra no Brasil, quatro no Canadá, enquanto que em França, por estranho que pareça, apenas existirá uma na zona de Paris. Admitiu ter sido um trabalho "persistente e paciente", pois muitas bandas "demoraram anos a responder e, após enviarem os textos, só muito tempo depois é que chegaram as fotografias". ENCOMENDAS através do e-mail: joaofranco1@sapo.pt
O Concelho da Covilhã surge representado neste livro com 9 BANDAS: Covilhã, Vila do Carvalho, Verdelhos, Casegas, Paul, Unhais da Serra, Cortes, Erada e S. Jorge da Beira.

EPABI - “Ateliês de Música ". 28 a 30 MAR. Inscrições abertas.


A EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã vem, por este meio, apresentar a iniciativa “Ateliês de Música – Férias da Páscoa”, a decorrer entre os dias 28 e 30 de Março, no horário das 9 horas - 17 horas, destinada para os alunos do 4º ano do 1º ciclo, 5º e 6º anos do 2º ciclo que frequentem as escolas da região ou ainda jovens que integrem bandas filarmónicas da região, de forma a ocupar um dos seus dias de interrupção letiva.
Mais INFO em: http://www.epabi.pt/