Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Sexto álbum de Ana Moura irá "trazer mudança"


A fadista Ana Moura revelou que está a preparar o seu sexto álbum, anunciando irá trazer "uma mudança" face aos discos anteriores.

Sobre o novo CD, Ana Moura, sem dar muitos pormenores, referiu que irá trazer uma "mudança" face ao que fez no passado, tendo neste momento já completa a lista de temas a incluir, e acrescentou que um dos músicos que irá participar será Ângelo Freire (guitarra portuguesa), que está já a acompanhar a atual "tournée".

"O próximo CD vai ser um bocadinho diferente, porque eu acho que estava na altura de experimentar uma coisa diferente em registo. E portanto vou
experimentar. Acho que isso é importante e enriquece-nos musicalmente", afirmou à Lusa Ana Moura, sem querer dar mais pormenores.

Dominique Soutif, programador da Sociedade Palácio Montcalm, no Quebeque onde a fadista recentemente actuou, disse: "Desde há anos que acompanho a carreira de Ana Moura e os seus discos. No verão passado tive a oportunidade de ver o seu concerto [no Festival Internacional de Jazz de Montreal]. Fiquei totalmente seduzido pela sua presença em palco, a sua musicalidade e os seus músicos".
Num momento em que o fado vive já reconhecido como Património Imaterial da Humanidade, pela Unesco, em 27 de novembro passado, Ana Moura
valorizou esse ato, enfatizando: "o fado, por si, só exporta-se muito facilmente. É uma música que não precisa de galardões, porque é muito especial.
Agora, ser considerado Património Imaterial da Humanidade é muito bom para todos os portugueses".
"Em Portugal senti uma onda de orgulho coletivo, agora ainda se está para ver o impacto internacional", considerou.