Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

P.R.E.C. – “Sessão do Malhal”. Download.

É mais uma excelente edição da MiMi, esta dos P.R.E.C., projecto de Paulo Chagas (flauta), Paulo Duarte (guitarra), Fernando imões (trombone) e Eduardo Chagas (trombone):

Música contemporânea numa abordagem electro-acústica que percorre essencialmente os caminhos do free-jazz e do avant-garde (entre outros) sem quaisquer fronteiras nem constrangimentos de ordem estética. A linguagem desenvolve-se utilizando material proveniente do
imaginário musical dos intérpretes a par de soluções pré-definidas por autores de referência. Com configuração flexível, na Sessão do Malhal o PREC angariou a participação de um segundo trombonista – Eduardo Chagas – juntando-se ao núcleo duro habitual.
(Paulo Chagas)

Livre e gratuito.

 

Download Legal de “Sessão do Malhal”

 

capa de Sessão do Malhal
P.R.E.C. –
“Sessão do Malhal”
(MiMi Records, 2012)

| CONTEMPORÂNEA | JAZZ |
www.myspace.com/pauloxagas
www.clubotaku.org/mimi

In: A Trompa

A Trompa no MEO Kanal

É verdade. A Trompa (blog promocional de carater musical e cultural) também tem o seu canal no MEO; é A Trompa Canal. Infelizmente, este é só mesmo para clientes MEO. Por enquanto é apenas uma playlist com 2h30 de vídeos mas com o tempo, a coisa vai engrossar, passando mesmo para um sistema de alinhamentos diferenciados e alternados por dia da semana. Vamos ver se há tempo…

Canal nº 383007 – A TROMPA CANAL no MEO Kanall
O procedimento é bastante simples. Se é cliente MEO basta carregar no botão verde do comando, escrever o código 383007 e clicar no comando em ok. Et voilá…

o meo canal

 

Mundo Complexo e os “10 Anos 10 Manos”. Donwload.

É acima de tudo uma enorme comemoração…
É o que é, este “10 Anos 10 Manos”. É a comemoração de uma carreira mas é também a comemoração da história do hip-hop em Portugal. E prova disso é o naipe superior de artistas que se disponibilizaram para dar novas roupagens a alguns dos temas de sempre do histórico grupo de Carcavelos. Nomes como Sam The Kid, Da Weasel, New Max (Expensive Soul), Mundo (Dealema), D-Mars (Micro; Rocky Marsiano), DJ Nelassassin, Sagas, Família Fazuma, D Pendent (ex-Manifestos) e Duvall, fizeram as honras da casa, olhando para os temas a tomando-os como seus, à data presente. Ao mesmo tempo, prova-se a vitalidade da música de Ridículo, Tony, Tranquilo e Kwan, música de uma versatilidade e orientação para a reflexão claramente mantidas com o tempo. É ver como sobrevivem e se adaptam hoje a sons reggae, dancehall, funk, soul, rock e electrónica. Hoje, como há 10 anos atrás, na linha da frente.
A verdadeira e merecida celebração!

 

Download Legal de “10 Anos 10 Manos”

 

capa de 10 Anos 10 Manos
Mundo Complexo –
“10 Anos 10 Manos”
(Edição de Autor, 2011)

01 Tomado por Maluco – Sagaz Remix
02 Castelo dos 1000 Feitiços – New Max (Expensive Soul) Remix
03 Positivo – Da Weasel Remix
04 Hey DJ – Dj Nelassassin Remix
05 Viver com Medo – Duvall Remix
06 Pequenos Pormenores – Mundo (Dealema) Remix
07 Aplaudes – D Mars Remix
08 O Vazio – D Pendent Remix
09 É Isto Que eu Quero – Sam The Kid Remix
10 Carta de Amor – Macaco Simão – Fazuma Remistura

| HIP-HOP |
www.mundocomplexo.com.pt
www.myspace.com/mundocomplexo
pt-br.facebook.com/pages/Mundo-Complexo

In: A Trompa

Mísia - Senhora da Noite. 25 FEV, Cine-Teatro Avenida

 
Senhora da Noite representa um claro retorno de Mísia - 10 anos depois de Ritual (2001) - ao fado tradicional, o terreno emocional mais íntimo da cantora. Pela primeira vez na gravação de um disco de fado, poesia escrita exclusivamente por mãos femininas: por escritoras e poetisas, como Agustina Bessa-Luís, Hélia Correia, Lídia Jorge, Florbela Espanca, Natália Correia, Manuela de Freitas, Maria do Rosário Pedreira, Rosa Lobato de Faria; por cantoras e fadistas como é o caso de Amália Rodrigues, Amélia Muge, Adriana Calcanhotto e Aldina Duarte ou a própria Mísia. Um trabalho onde se evidencia o estatuto criativo da mulher. Reencontramos aqui a sonoridade de Mísia constituída pela base tradicional do Fado (Guitarra Portuguesa, Viola de Fado e Baixo Acústico) e a cumplicidade musical do Acordeão, Violino e Piano. Este é também um trabalho que assinala 20 anos de carreira discográfica da cantora.
Mísia é reconhecida por muitos como uma das mais interessantes e inovadoras intérpretes. O fado é o seu território de eleição, mas a forma como o calcorreia é, seguramente, única. Pela primeira vez na região, apresentar-se-á no Cine-Teatro Avenida, neste sábado, acompanhada da guitarra portuguesa, viola, violino e acordeão, apresentando o seu novo trabalho Senhora da Noite.
Entrada: €12,00
 
No dia anterior, na sexta-feira, inaugura a nova mostra nos antigos CTT. Villa Bidão, de Carlos No, com abertura às 18h de dia 24 de Fevereiro.

Assobio – “fado 2.0″

César Prata e o Assobio. Depois de um homónimo disco de estreia (Teatro Municipal da Guarda, 2009), César Prata e Vanda Rodrigues estão de volta com uma nova e reconfortante aventura sonora. Silêncio que se vai assobiar o fado.

(…) Há sessenta ou setenta anos o fado saiu de Lisboa. Embarcou numa viagem rumo à província e chegou a todos os locais onde havia um rádio. Em diversas aldeias só havia mesmo um rádio; vivia numa tasca e era o centro das atenções. Rodava-se um botão e os fados apeavam-se, ali mesmo, sem mostrar bilhete e sem pedir autorização. Por lá ficaram muitos e muitos anos e ainda hoje assomam aos lábios das pessoas quando lhes espicaçamos as memórias. “fado 2.0″ é feito com esses fados: temas conhecidos por todos e que fazem parte do nosso património musical. fado 2.0 é, também, um upgrade ao software de qualquer português — todos, de uma forma ou outra, cantamos um fado.” (1)

O disco vai ser apresentado no próximo dia 25 de Fevereiro, no Teatro Municipal da Guarda. Já está disponível no iTunes.

Ouvir Assobio

capa de fado 2.0
Assobio – “fado 2.0″ (Teatro Municipal da Guarda, 2012)

| FADO | FUSÃO |
aassobio.blogspot.com
www.facebook.com/pages/Assobio/186083178116101
www.tmg.com.pt

In: A Trompa

Pitch Black procuram baterista

Já com novo guitarrista solo, Marco Silva, também baixista dos Biolence, os Pitch Black continuam ainda à procura de um novo baterista.

Requisitos necessários e devidos contactos para o efeito:

-Material próprio
-Domínio em pedal duplo, boa técnica, rapidez, groove
-Preferência para músicos experientes e com percurso musical
-Capacidade para a interpretação de todos os temas dos dois álbuns da banda: “Thrash Killing Machine” (2005) e “Hate Division ” (2009)

Referências musicais: Forbidden, Kreator, Onslaught, Slayer, Death, Exodus, Sodom, Death Angel, Sepultura (“Arise” e “Beneath the Remains”), Overkill, Solitude, Testament, Legion of the Damned, Exhorder, Tankard, Bolt Thrower, Evildead, Grip Inc e Atrophy.

Procuramos músicos com idade superior a 17/18 anos, com boa atitude, espírito de iniciativa, responsabilidade, honestidade, profissionalismo, empenho, dedicação, capacidade de composição e espírito de trabalho em grupo. Essencial também que se identifiquem com a maioria das referências musicais citadas e que compreendam perfeitamente a essência musical do estilo que a banda pratica (Thrash Metal).

Em cada audição, e após ser facultado o material de trabalho necessário, os músicos interessados terão de saber interpretar na íntegra um mínimo de 2 temas completos à escolha.

Interessados ou dúvidas, entrem em contacto.

 

CONTACTOS PARA AUDIÇÕES:
Daniel Silva | thrasher_danny@pitch-black.us | 93 8701453 (TAG)
Tiago Albernaz | tiago.albernaz@pitch-black.us
Pitch Black | info@pitch-black.us

 

Ouvir Pitch Black

 

foto de Pitch Black

| THRASH METAL |
www.pitch-black.us
www.facebook.com/PitchBlackThrash
www.myspace.com/recitalrecords

 

 

Pág. 1/3