Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

UBCC (União de Bandas do Concelho da Covilhã) em reunião.

Decorreu na passada segunda feira, dia 14, pelas 21h00, a reunião magna da UBCC, onde estiveram presentes as Bandas do Concelho da Covilhã. A reunião contou na primeira parte com a presença do Sr.º Vereador Paulo Rosa. Em cima da mesa a preparação do projecto para o 5º Covilhã Filarmónico - Covilhã 2011 e o balanço de 4 anos de actividade.
IMPORTÂNCIA da UBCC e do Covilhã FILARMÓNICO: O projecto através de vários cursos tem contribuído de forma significativa para melhorar, dar a conhecer novas metodologias de trabalho e uma maior abertura ao que de novo se faz ao nível das filarmónicas. Por outro lado, a estreia de obras originais como por exemplo “A Saga do Pêro da Covilhã” constitui uma valorização da nossa história e foi um grande momento alcançado em conjunto com a ASTA no decorrer da Feira de S. Tiago 2009. No ano de 2010, mais uma vez foi valorizada a nossa música, as nossas tradições e as nossas raízes com a apresentação da 1ª Suite da Beira da Baixa” que englobou temas como “O Fado dos Bancos do Pelourinho, Covilhã Cidade Neve, Milho verde, Verde Gaio, Chapéu Preto, Sr.ª do Almortão, e Marchando em Homenagem – um marcha dedicada à comemoração dos 140 anos da Covilhã Cidade. A constituição da União de Bandas do Concelho da Covilhã (UBCC) constitui um marco histórico e assinalável na região. O projecto tem ganho dimensão e visibilidade, ao ponto de muitos por esse país fora quererem saber como é que funciona. A UBCC representa uma mais-valia para a Covilhã e o seu Concelho em termos de Cultura. A Covilhã pensa nas suas Bandas, nos seus músicos. Estamos todos em sintonia com a Covilhã e o seu Concelho, certos de que todos juntos contribuiremos para uma valorização, dinamização e uma merecida homenagem ao trabalho desenvolvido ao longo de quase 2 centenas de anos nas filarmónicas.
In: Banda da Covilhã

Banda da Covilhã - Concerto Real. Domingo, 20 MAR, 16h00, Igreja de S. Francisco

No próximo Domingo, dia 20 de Março, a Banda da Covilhã organiza o V CONCERTO de PRIMAVERA 2011, pelas 16:00 na Igreja de S. Francisco (Jardim Público) com entrada livre, em que o tema deste ano é: “Concerto Real”. Foi endereçado o convite ao Duque de Bragança D. Duarte Pio de Bragança. Pelo quinto ano consecutivo a Banda da Covilhã organiza o Concerto de Primavera, numa celebração festiva de boas vindas a esta estação, bem como a tradição de dedicar estes Concertos a um tema. Numa retrospectiva, o primeiro concerto teve como tema os 50 anos da Assinatura do Tratado de Roma (2007), no segundo o Tributo a L. Pavarotti (2008) e no terceiro o tributo a Maria Callas (2009), no quarto o Barroco (2010). No presente ano, o tema é Concerto Real, onde vários compositores reais serão interpretados. No V Concerto de Primavera será feita a apresentação oficial do novo Maestro Adjunto da Banda da Covilhã, Luís Clemente. O Concerto terá vários momentos preenchidos inicialmente pela Orquestra Juvenil “O Pautinha” da Escola de Música, Valores e Talentos da Banda da Covilhã e pela Banda da Covilhã sob a Direcção Artística de José Eduardo Cavaco e Luís Clemente. Um programa que conta com obras de Vivaldi, Mozart, Beethoven, entre outros. Um programa que na sua maioria é constituído por temas clássicos, mostra as potencialidades em termos de sonoridades e cor de uma banda filarmónica na sua interpretação. O Concerto conta com a colaboração da EPABI, e o apoio da Câmara Municipal da Covilhã, Juntas de Freguesia da Cidade, Paróquia da Conceição, e Underline…your ideas. Entrada Livre

Novo álbum para novo capítulo da vida dos Norton

Os Norton, banda de Castelo Branco, lançam no dia 28 o seu novo álbum. O disco sai simultaneamente em Portugal e no Japão.

Os Norton reemergem no universo indie como um projecto que se cumpre na procura do objecto canção (não confundir com canção objecto), indo ao âmago desta construção em Two Points, o primeiro single conhecido do novo álbum. Sente-se a essência, a fragrância de uma música pop, mas esta é uma canção sem tentações facilitistas, de refrão que promete momentos de uníssono fora do palco e que força a comprometimentos neste enlear acústico.

Eis que é chegado “Layers of Love United”, o novo álbum nos Norton, com lançamento marcado, simultaneamente em Portugal e Japão, para o dia 28 de Março. O epicentro dos Norton é, sabemos, Castelo Branco. Mas a música já corre mundo. A banda disponibilizou o download gratuito de “Two Points” no seu site www.nortonmusic.net e o vídeo ofcial do tema já corre no Youtube. Entretanto, é numa esplanada em Castelo Branco que Rodolfo Matos (baterista) e Pedro Afonso (vocalista e guitarrista) se demoram sobre o novo álbum de originais. “Nós queríamos fazer canções. Antes nós tinhamos músicas, mas não tínhamos refrãos e Layers of Love United é um disco de refrãos. Quase todas as músicas têm um refrão pop e essa foi uma das metas que queríamos atingir assumidamente”, sustenta Rodolfo Matos. O momento foi de subreptícia ruptura, de um guinar em novo desafio. “Queríamos aproveitar a mudança de formação que tivemos para fazer um corte com o passado e dar uma nova vida à banda”.

Pedro Afonso considera a Two Points o espelho do que o restante disco trará. “É um disco directo; aquilo que as pessoas ouvem é aquilo que está lá, sem complicações, com refrões, com letras assumidas, com vozes assumidas, com guitarras... É muito mais orgânico do que o último disco. A ideia foi, um pouco, mudar a estética e a plástica das canções”. Este trabalho é uma urgência, mais trabalhado para ser mais imediato, “pensado mais para o vivo”, dizem.

O palco será, assim, a segunda vida de Layers of Love United, uma vida que lhe dará plena forma e sentido ao álbum. Isto sem nunca perder o fundamental, “o universo de Norton, o conceito que nós temos de música”. Nesse lato consenso da banda em torno do seu universo de referências e gostos, que não é prescindível, a ideia foi também a de um “abrir a janela” com vista para o público em frente ao palco: para verem “as pessoas à nossa frente a cantar e a saltar”. E não será isso mesmo um dos grandes fundamentos da pop?

In: Jornal do Fundão

Workshop de Guitarra Elétrica com Tom Hamilton. 26 MAR, 14H30, Covilhã.


WORKSHOP DE GUITARRA ELÉTRICA para instrumentistas iniciantes e de nível intermédio. Tom Hamilton irá abordar as técnicas de mão direita, mão esquerda, improvisação, composição, gravação de guitarra, acordes, sons do rock, slide guitar, afinações, alternativas e modos. O instrumental necessário será disponibilizado pela Egitana Musical.

As inscrições podem ser feitas no Departamento de Cultura da Câmara Municipal da Covilhã, localizado na Rua Portas do Sol, nº122, com o telefone 275310690 e e-mail decd@cm-covilha.pt.

275310690 e e-mail decd@cm-covilha.pt

Banda Sinfónica Portuguesa - I Concurso Nacional de Composição 2011

A Banda Sinfónica Portuguesa anuncia a sua primeira edição do Concurso de Composição para Banda.
Este concurso tem como objectivo estimular a criação de reportório para banda.
É exclusivo a compositores portugueses, contudo não há qualquer tipo de restrição quanto à idade dos candidatos.
 
Inscrições até 5 de Setembro de 2011.
 

Mixtape Orelha Negra. Download gratuito e legal até 31 de Março.

Agora sim!
Já está disponível para download legal e gratuito a fantástica mixtape dos Orelha Negra.

Da longa lista de convidados constam os nomes de Orlando Santos, Roulet, Dino Tamin & Fililpe Gonçalves, XEG e Hulda, Nerve, Tornados, Dedy Dread & Mr. Bird, NBC, Mind da Gap, Junior Thomas, Conductor e Tamin, Lúcia Moniz, Tiago Bettencourt, Valete, DJ Riot e Vhils.

Mais um grande momento para o grupo de Cruz (scratch), Ferrano (bateria), Gomes Prodigy (teclados, sintetizadores e composições), Mira Professional (sampler de voz/MPC, composição e sintetizador) e Rebelo Jazz Bass (baixo e guitarra).

Esta é uma iniciativa com apoio Antena 3 , Time Out e Canal Fox.
Legal e gratuito até 31 de Março.

Concurso Júlio Cardona - Músicos dos quatro cantos do Mundo na Covilhã

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Serão 67 os candidatos à vitória no 8º Concurso de Instrumentos de Arco “Júlio Cardona”, de âmbito internacional, que decorre na Covilhã entre 17 e 21 de Abril. Terminado no passado dia 31 de Janeiro o período de recepção de inscrições de candidatos, registaram-se 67 inscrições, distribuídas pelas modalidades de Violino e Violoncelo.

Estes 67 concorrentes inscritos representam 28 países de praticamente todo o planeta, sendo de realçar Portugal, com 15 concorrentes, Alemanha com 7, Espanha e França com 6, Canadá, Rússia e Suíça com 3, Coreia do Sul, E.U.A. e Letónia com 2 e os restantes países, Argentina, Bélgica, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Dinamarca, Hungria, Inglaterra, Itália, Japão, México, Nova Zelândia, Polónia, Republica Checa, Taiwan, Ucrânia e Venezuela com um concorrente.

O Concurso “Júlio Cardona” é uma organização da Delegação da Covilhã da Juventude Musical Portuguesa e as provas decorrem no Grande Auditório da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior e no Auditório da EPABI, entre os dias 17 e 21 de Abril próximo, sendo o Júri internacional constituído pelo professor Emanuel Frazão Pereira (Portugal – Presidente), Maestro Luís Izquierdo (Espanha), Alexandra Mendes e Luís Sá Pessoa (Portugal) e Jed Barahal (E.U.A.).  As provas finais terão a participação da Orquestra Proclássica, sob a direcção do Maestro Rogério Peixinho.

Todas as informações de pormenor poderão ser obtidas no site http://concursoarcos.no.sapo.pt  ou pelo e-mail  cjcardona@sapo.pt.

O concurso de Instrumenteis de Arco “Júlio Cardona” dispõe do Alto Patrocínio do Presidente da República, e o apoio da Universidade da Beira Interior.

In: Notícias da Covilhã

VI Festival de Música da Beira Interior

a4.jpg
Está definida a programação da sexta edição do festival de música da Beira Interior, com 3 concertos em Mação, Castelo Branco e Guarda.

O festival junta uma associação e 5 escolas de música da Beira Interior e é uma parceria entre a Scutvias e os governos civis de Castelo Branco e Guarda, que este ano é alargada ao governo civil de Santarém.

O programa está definido: o primeiro concerto realiza-se no próximo dia 12 de Março, no cine teatro de Mação, com o conservatório de música de São José da Guarda  e a escola superior de artes aplicadas (ESART) do politécnico de Castelo Branco.

O segundo concerto está agendado para o dia 2 de Abril, no cine teatro Avenida em Castelo Branco, com o conservatório de música da Covilhã e a associação cultural da Beira Interior.

O terceiro e último concerto é na cidade da Guarda, a 7 de Maio. Ao palco do teatro municipal sobe o conservatório regional de Castelo Branco e a academia de música e dança do Fundão.

In: RCB