Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Uma nova aventura solidária dos Pequenos Violinos da Metropolitana


 
Para além da vertente musical, os Pequenos Violinos da Metropolitana têm sempre em cada temporada um objectivo solidário, conseguindo apoiar instituições como a Unicef, a União Zoófila e a Fundação do Gil e a Fundação Liga.
Em 2010, com a AMI, e o apoio da Delta e da Deloitte, esta orquestra tão especial, formada por jovens violinistas das escolas da Metropolitana entre os 3 e os 18 anos de idade, quis levar mais longe esta preocupação, ajudando outras crianças, na Guiné-Bissau e no Brasil. É para este último país que partem amanhã, dia 10 de Agosto, para ajudar a construir uma oficina de educação ambiental, e claro, apresentar alguns concertos. 

Hoje estamos em Quarta-Feira

   

Quarta Feira é uma aldeia pertencente á freguesia de Sortelha, concelho do Sabugal, onde residem á volta de 80 pessoas.

O habitantes dedicam-se sobretudo à agricultura ou trabalham no Sabugal ou na Guarda.

 

Na povoação existe um grupo de teatro (Guardiões da Lua), existindo um auditório onde costumam actuar. 

 

Em Quarta Feira existe ainda uma Capela relizando-se geralmente uma festividade no mês de Agosto.

Hoje estaremos em Aldeia da Ribeira (Sabugal), nos festejos ao Santíssimo Sacramento.

 

Aldeia da Ribeira é uma freguesia portuguesa do concelho do Sabugal, com 28,69 km² de área e 200 habitantes (2001). Densidade: 6,9 hab/km².

  

DADOS GERAIS

Padroeiro: São Pedro;
População: 200 habitantes;
Eleitores: 240;
Actividades Económicas: Agricultura, pequeno comércio;
Gastronomia: Cabrito e borrego assados no forno e enchido de porco tradicional;
Movimento Associativo: Associação dos Amigos das Batocas – para além de outras actividades desportivas, foi esta associação que se empenhou na construção da arena, Associação de Caçadores de Aldeia da Ribeira – explora a zona de caça associativa;
Paisagem de Relevo: Situada numa área de grande altitude e penhascosa;
Locais de Interesse Turístico: Quinta das Batoquinhas – grande propriedade que pertenceu a uma família abastada da Covilhã, Barragem da Ribeirinha, Cova da Moira;
Ecologia: Ribeira de Cesarão que atravessa a Freguesia e proporciona 1,5 km de regadios;
Fauna: Coelho, lebre, perdiz e javali;
Flora: Pinheiro, carvalho e azinheira;
Anexas: Escabralhado e Batocas.

Barragem das Batocas

 

A HISTÓRIA
Ponte Romana - Rio Cesarão

A Freguesia de Aldeia da Ribeira fica situada no concelho do Sabugal, a que pertence, na margem direita do rio Cesarão.
Tem por limites, a Norte, Vilar Maior; a Sul, Aldeia da Ponte; a Nascente, Nave de Haver e a Poente, Bismula.
Servem-na as redes viárias Estrada Nacional 233-3, e a estrada Municipal que vai desta até à Freguesia.
Tem como anexas Batocas e Escabralhado.
O seu topónimo fica a dever-se ao facto de uma ribeira a atravessar e, de alguma forma, a condicionar positivamente.
Aldeia da Ribeira pertenceu ao bispado de Lamego, à comarca de Pinhel e ao termo de Vilar Maior.

Esta Freguesia foi inicialmente designada por “São Pedro de Aldeia da Ribeira” e pertenceu à Ordem de Malta.
O seu pároco era apresentado pelo reitor de Vilar Maior, antigo concelho.
Ficou célebre o pároco desta Freguesia, de nome, João de Matos, por ser fervoroso guerrilheiro miguelista e também por ser pregador notável.

 

 

PATRIMÓNIO E TURISMO

Património Arquitectónico:

Igreja Paroquial – É uma Igreja de grandes dimensões, com torre sineira de grande porte.
No seu interior, destaque para a capela-mor, forrada com quadros a óleo, tipo caixotão.
O altar–mor e o retábulo exibem boa talha dourada. Esta Igreja foi saqueada nas Invasões Francesas.

Igreja Matriz / Campanário
Capela de Stº. António

Capela de Santo António - Situada à entrada da freguesia, junto ao antigo cemitério de Aldeia da Ribeira.

Torre do Relógio - Da Igreja Matriz da Freguesia.

Nichos/Alminhas - Junto ao rio Cesarão.


Praça de Touros - Na localidade de Batocas.

 

FESTAS E ROMARIAS

Na sede de freguesia, Aldeia da Ribeira
Festa do Santíssimo Sacramento, 2º. Domingo de Agosto.
Festa de Nossa Senhora de Fátima, 13 de Maio.
Festa de São José, em Março.
Esta festa é também conhecida pela “Festa dos Zés”.
Festa de Santo António, 10 de Junho.

Festa do Santíssimo Sacramento
Festa Religiosa
Sábado – 21 horas - Procissão das Velas e Missa com Procissão, com todos os santos. (Onde a FRC irá participar)
Domingo – 13 horas – Procissão em volta do povo, só o Santíssimo Sacramento.
Segunda-feira – 11 horas – Nova procissão à volta do povo, para recolher os santos às suas capelas.
A missa e procissões são sempre acompanhadas por uma banda filarmónica.

Festa Profana
Sábado, Domingo e Segunda-Feira – Actuação de conjuntos e fogo preso à meia noite de sábado.

Igreja e Torre de Escabralhado



Na Anexa de Escabralhado

Festas de São João, último Domingo de Junho.



Na Anexa de Batocas

Festas de Nossa Senhora de Fátima, no dia 15 de Agosto.

Festas de Santo Antão, a 17 de Janeiro.

Igreja das Batocas

 

EQUIPAMENTOS
Cruzeiro das Batocas



- Salão de Convívio, no primeiro andar da sede da Junta de Freguesia;
- Salão de Festas, na localidade de Batocas;
- Casa do Povo de Aldeia da Ribeira.;
- Café/Restaurante “A Bernardina”, na Sede de Freguesia;
- Café/Restaurante “O Carril”, nas Batocas.

 

Moazz sai à rua nas Noites de Verão - "JACK". 7 Agosto, 22h00, Praça do Município do Fundão

 Jack 

No âmbito da iniciativa Noites de Verão organizada pelo Município do Fundão, terá lugar, amanhã, dia 7 de Agosto, pelas 22H00, na Praça do Município, um concerto com os “JACK “ inserido no Moazz-Ciclo de Jazz do Fundão.


Através de uma instrumentação rara (Viola d'Arco + Rhodes + Bateria, com recurso a Electrónica), JACK pretende assumir um novo compromisso artístico, um conflito musical entre tradição e modernidade. Num século XXI perturbado e em constante mutação, JACK reage a estas transformações explorando a ambiguidade natural de uma improvisação explosiva.

Esta abordagem é conseguida através da construção de um repertório original e do recurso a algumas peças de outros compositores.

 

Entrada Gratuita.

 

Salad Ensemble apresenta “The Thing About Silence”. 6 Agosto, 21h30, Moagem - Fundão.

The Thing About Silence

No próximo dia 6 de Agosto, pelas 21H30, no auditório d´A Moagem-Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão, terá lugar o concerto de “The Thing About Silence", resultante de uma residência desenvolvida neste espaço cultural pelos Salad Ensemble.


The Thing About Silence é um espaço onde qualquer eco é compreendido como algo único e irrepetível. Salad Ensemble apresenta-se neste espaço numa formação composta por 15 músicos com a improvisação como linguagem “mãe”. Coube ao compositor preparar o terreno onde a acção tem lugar e, delineando um percurso labiríntico, conduzir os (corajosos) músicos por este território em constante mutação.


O objectivo não é oferecer aos músicos (e ao público) uma experiência confortável e estável, mas sim uma experiência mais colorida e inesperada cheia de anomalias, irregularidades e inquietudes.


Ao público resta deixar a seguinte reflexão: “Não há o que mude, não há quem mude, pois só há o mudar. Supor que algo ou alguém muda é supor esse algo ou alguém fora da mutação, sofrendo-lhe então a acção. Ante a universalidade e omnipresença da mutação, não se pode propriamente falar de algo ou alguém que muda. Analisando a mutação, verifica-se que ela própria é invariável. Sendo omnipresente e absoluta, a mutação é imutável.” I Ching

 

Violino – Francisco Ramos Violoncelo – Pedro Cruz

Violoncelo – Rogério Peixinho

Contra-Baixo – João Lucas

Contra-Baixo – Mário Diniz Contra-Baixo – Ricardo Sousa

Guitarra Clássica – André Vaz Guitarra Eléctrica – Edgar Ferreira

Trompete – Tiago Passarinho

Trompa – Pedro Sobral Santos

Clarinete – Bruno Figueira Sintetizador – Tiago Rodrigues

Piano – Nuno Santos Dias

Precursão – Valdemar Costa

IPJ - OTL - Ocupação dos Tempos Livres, 127 projectos aprovados, 3 são da FRC.

 
De acordo com a Portaria n.º201/2001 de 13 de Março e em conformidade com os trâmites regulamentares, está já em funcionamento o Programa OTL - Ocupação de Tempos Livre - projectos de Curta e de Longa Duração, no qual a FRC tem três projectos aprovados na área cultural e do património.

 

No Distrito de Castelo Branco foram aprovados 127 projectos que mobilizam 446 jovens:

- Projectos aprovados de Curta Duração: 105 - 407 jovens

- Projectos aprovados de Longa Duração: 22 - 39 jovens


O Programa de Ocupação dos Tempos Livres (OTL) visa promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens, orientando-os para o desempenho de actividades ocupacionais que proporcionem a conquista de hábitos de voluntariado, que permitam o contacto experimental com algumas actividades profissionais e que potenciem a capacidade de intervenção social e cívica dos jovens, contribuindo para o processo de Educação não formal.


Recorda-se que no âmbito do Programa OTL 2010, a Direcção Regional do Centro aprovou 702 projectos que mobilizam 2.448 jovens para um financiamento superior a 40.000€.


Particularmente na Zona Centro todos os interessados poderão solicitar mais informações nas Lojas Ponto JA do IPJ de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

 

CRCB - Prof. de Percussão procura-se!

O Conservatório Regional de Castelo Branco está a necessitar de um professor de Percussão para o próximo ano lectivo (2010/2011), para um horário de 22 horas. Caso esteja disponível e interessado é favor contactar através do tlm. 9667616631, ou pelo email: paula.otnip@hotmail.com

Pág. 3/3