Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Bandas em Concerto - Associação Musical da Pocariça. Teatro-Cine de Pombal, 13 Fev, 21h30

BANDAS EM CONCERTO 2009/2010     

A Associação Musical de Pocariça foi constituída em Abril de 1914 com a designação de Associação Musical Recreativa da Pocariça.

“Nasceu” de um Grupo Musical ou Tuna, de instrumentos de cordas, denominado, Grupo ou Sociedade Dramática Pocaricense 14 de Julho, provindo esta de um Grupo anteriormente chamado Recreio Artístico.

Foi numa das reuniões daquela Associação artística que o Senhor Dr. Manuel Magalhães Pessoa, lembrou a necessidade de se criar uma Banda, ideia que foi secundada pelos Senhores Aníbal Ribeiro da Fonseca, Francisco Ribeiro da Fonseca, Laurindo Mendes da Fonseca, José Francisco Paulo e Manuel Evaristo Mendes Fonseca.

Mais tarde Manuel Evaristo Pessoa, doou a sede desta Associação.

Os primeiros passos para o seu ressurgimento são coroados de êxito, sendo também elementos activos outros ilustres Pocaricenses.

A aprendizagem da imortal Arte começou um Julho, servindo alguns instrumentos da anterior Tuna que foram oferecidos, e, como seriam necessários muitos mais instrumentos, foi então que o Sr. Francisco Ribeiro Fonseca pôs à disposição, a título de empréstimo (sem juros), todo o dinheiro para a sua compra. Foi este bondoso pocaricense ilustre que abriu caminho para que a Banda viesse a ser um facto, iniciando a Escola de Música que ainda hoje é o suporte da Banda.
A sua estreia na Pocariça em 1 de Janeiro de 1915, saindo para a Rua em cumprimentos aos seus Benfeitores e à Terra.

Por alvará do Governo Civil de Coimbra de 2 de Março de 1937, foram aprovados os seus primeiros Estatutos, passando a Associação a designar-se Associação Musical da Pocariça

Conta no seu activo inúmeros triunfos, destacando-se o 1º Prémio nas Festas da Rainha Santa de Coimbra em 1932, nas Festas de S. João no Porto em 1935, cujo êxito motivou o Presidente da Câmara da Invicta a deslocar-se à Pocariça para condecorar a Banda com a Medalha da Cidade. O último dos quais em Julho de 2007, nos “Concertos Museu da Água de Coimbra, promovido por iniciativa das “Águas de Coimbra EM” e “Orquestra Clássica de Coimbra”, sob a forma de Concurso.

Entre 10 Bandas do Distrito de Coimbra, seleccionadas pela organização, e perante um júri constituído por pessoas credenciadas, com grande experiência filarmónica e de reconhecida competência nacional, conquistou o 1º Prémio – Grande Prémio “Museu da Água de Coimbra 2007.

Agraciada com a Medalha de Prata do concelho de Cantanhede (1990).

Fundadora da Federação de Filarmónicas do Distrito de Coimbra, tendo participado nos seus seis Encontros Distritais.

Actualmente a Banda é composta por 72 Filarmónicos, na sua grande maioria jovens, com idades inferiores a 20 anos, dos quais 33 elementos do sexo Feminino.

A Direcção artística (Filarmónica e Escola de Música), encontra-se a cargo do Maestro Prof. Jorge Paulo Margaça, desde Abril de 2003, a cujo perseverante esforço se deve, o grande aperfeiçoamento a que a Banda chegou.

Sob a sua direcção artística, esta Banda vai apresentar o seguinte programa:

Sinfonia do Novo  Mundo (4º andamento)  -  A. Dvorak : arr. Ilídio Costa

Poeta e Aldeão  -  Franz Suppé

Persis  -  James Hosay

Pacis Valley  -  Giancarlo Gazzani

Pop Hit  -  arr. Luis Cardoso

Canções da Tradição  -  arr. Luis Cardoso

Happy Mallets  -  Harm Evers

 

Fica o vídeo com a sua interpretação de "Persis". Concerto realizado no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz em 26 de Abril de 2009.