Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Vodafone oferece bilhetes para Festivais de Música!

A oportunidade de assistir a estes concertos vai ser dada aos Clientes da Vodafone que vencerem o passatempo Vodafone Take Off Volta ao Mundo em Festivais que decorrerá online, mediante registo no site, até ao dia 27 de Julho.

Aos dois participantes vencedores em cada um dos festivais e aos seus convidados (um convidado por cada vencedor), a Vodafone oferece uma viagem de ida e volta a:

Valência, Espanha, entre os dias 15 de Julho e 20 de Julho de 2009, com bilhete para o Festival Internacional de Benicàssim e estadia de 5 noites.

Niigata, Japão, entre os dias 23 e 27 de Julho de 2009, com bilhete para o Festival Fuji Rock e estadia de 4 noites.

Montreal, Canadá, entre os dias 31 de Julho e 3 de Agosto de 2009, com bilhete para o Festival Osheaga e estadia de 3 noites.

Chicago, E.U.A., entre os dias 6 e 10 de Agosto de 2009, com bilhete para o Festival Lollapalooza e estadia de 4 noites

Os participantes inscritos receberão um desafio por SMS, para cada um dos festivais, com indicações para a realização de uma prova.
Esta deverá ser filmada e carregada no site do passatempo nas 24 horas seguintes.

Serão seleccionados os participantes (dois por festival) que enviarem o vídeo mais original e criativo e apresentarem os conteúdos de maior impacto.

As iniciativas Take Off inserem-se na aposta da Vodafone na música e visam proporcionar experiências únicas aos seus Clientes e amigos levando-os a participar nos maiores eventos de música a nível internacional

Manifesto em prol da Cultura

 Intitulado "Uma cultura para o século XXI" o texto está colocado em http://umaculturaparaoseculoxxi.blogspot.com/ e nele pode ler-se que "a única tentativa" de excepção a esta desatenção governamental "ocorreu entre 1995 e 2000", correspondendo ao Governo liderado pelo socialista António Guterres.
"A atenção dispensada ao sector da cultura pela agenda política e governamental tem-se em geral caracterizado, desde o 25 de Abril de 1974, pelo menosprezo e pela inconsistência, apesar dos imperativos claramente expressos na Constituição", lê-se no primeiro parágrafo do manifesto.
"Ao longo dos últimos 35 anos, dificilmente se conseguirá identificar um programa de actuação planeado, coerente e capaz de dignificar a cultura portuguesa de acordo com um projecto claro e sustentado", apontam os subscritores, entre eles Alberto Seixas Santos e João Fiadeiro. A única tentativa de o levar a cabo de forma consequente ocorreu entre os anos de 1995 e 2000, sendo ainda hoje a solitária excepção à regra", afirma o manifesto. Durante estes cinco estiveram à frente da pasta da Cultura, sucessivamente, Manuel Maria Carrilho, José Sasportes e Augusto Santos Silva.
No documento estruturado em 17 pontos, os signatários "desafiam" os partidos políticos a apresentarem no próximo acto eleitoral "propostas claras" sobre os diferentes temas da área cultural citados pelo manifesto. Uma das críticas apresentada é o facto de o Conselho nacional de Cultural não se ter voltado a reunir desde 2000. Defende o manifesto que é "urgente que seja considerado um imperativo nacional, naturalmente trans-partidário, que a Cultura tenha no seu Ministério o exemplo da sua indiscutível dignidade".
"É exigível que se redefina e se dê finalmente conteúdo a uma verdadeira Política Cultural, que se estabeleçam objectivos, clarifiquem funções, assumam responsabilidades e metas", lê-se no documento.
Para os subscritores, entre eles Beatriz Batarda, Ana Maria Pereirinha e Ana Tostões, é necessário que "o discurso politico (…) estanque o cíclico uso e abuso de 'novidades' e de 'anúncios' que apenas desresponsabilizam em relação à necessária maturação dos meios de produção, de criação, de circulação e de consumo culturais".

1º Curso de Direcção de Bandas Filarmónicas - UBCC - Um sucesso!

 



Dando seguimento ao plano de actividades da UBCC (União de Bandas do Concelho da Covilhã) teve lugar no passado fim-de-semana (3 e 4 de Julho) mais uma iniciativa, tratou-se do 1º Curso de Direcção de Bandas Filarmónicas com dois objectivos: preparar o 3º Covilhã Filalmónico e apostar na formação de quem dirige as Bandas do Concelho visando uma forte aposta na formação e na qualificação dos agentes musicais. De facto, essa é linha de base da plataforma de trabalho da UBCC, força motriz do projecto Covilhã Filarmónico: A FORMAÇÃO e a QUALIFICAÇÃO dos Intervenientes das Bandas do nosso Concelho: Dirigentes, Músicos e Maestros. Ao Maestro responsável Carlos Amarelinho, à Banda Anfitriã que foi excepcional e todos os que participaram um grande BEM HAJAM!
 

IV Estágio da Banda Sinfónica da Covilhã - Inscrições continuam ABERTAS!

 

 
Para todos os que ainda pensam em inscrever-se no IV Estágio Internacional da Banda Sinfónica da Covilhã lembramos que devem enviar os vossos dados para: rui.patricio@hotmail.com
2º MASTERCLASS - De Quarta a Sexta - dias 22 - 23- 24 de JULHO; 1º CURSO de DIRECÇÃO de ORQUESTRA de SOPROS - dias 22- 23-24 de JULHO; IV ESTÁGIO da Banda Sinfónica da Covilhã 22-23-24 - 27-28-29-30-31 de JULHO; Toda a Informação Completa em: http://bandasinfonicadacovilha.blogspot.com/

Pág. 3/3