Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Orçamento do Ministério da Cultura sobe 2,9%

A estimativa da despesa da verba gasta em 2010 (195,7 milhões) está 17,1% abaixo do orçamento apresentado em 26 de Janeiro, quando se previa um total de 236,3 milhões, o que significa que ficaram por gastar 40,6 milhões de euros. Assim, o orçamento da Cultura para 2011 está efectivamente abaixo do que tinha sido orçamentado em 2009 - 212,6 milhões, dos quais ficaram por gastar 3,1 milhões.
Por organismos do Ministério, o Fundo de Fomento Cultural tem um aumento na verba atribuída de 06% em relação ao ano passado, dispondo de 24,8 milhões de euros - mais 1,4 milhões do que em 2010, quando comparadas as verbas orçamentadas para 2011 e a estimativa do dinheiro realmente investido em 2010.
A Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema vê o orçamento subir 48%, passando de 3,7 para 5,5 milhões de euros (mais 1,8 milhões de euros).
Outro organismo que vê o orçamento crescer é o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, que passa de 16,1 milhões para 20,9 milhões de euros, mais 29,8%.
O Instituto do Cinema e do Audiovisual tem igualmente um aumento de verba, com 15,6 milhões de euros em vez dos 12,8 milhões de 2010, ou 21,6%.
Em contrapartida, o Instituto dos Museus e da Conservação perde 10,7%, recebendo no próximo ano 15,9 milhões de euros, menos 1,9 milhões do que em 2010.
O Fundo de Salvaguarda do Património Cultural é reduzido para metade, passando de um milhão de euros para 500 mil.

In: Hardmúsica