Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

9ª edição do Festival “O Gesto Orelhudo”. 1 a 8 de Outubro, Águeda.


http://issuu.com/dorfeu/docs/programa_fogo2010


De 1 a 8 de Outubro, Águeda volta a ser palco de referência da musicomédia internacional, com a 9ª edição do Festival “O Gesto Orelhudo”, o mais aclamado evento d’Orfeu. Todos os espectáculos vão decorrer na Tenda do Espaço d’Orfeu, onde o público tem encontro marcado com o espírito único e original deste festival. É ali que Águeda faz O Gesto Orelhudo!

Consolidando-se como uma iniciativa ímpar no panorama cultural português, a programação contempla uma diversidade performativa na fusão de música, teatro, clown, humor e dança, reunindo grupos e artistas de Portugal, Espanha, Itália, Bélgica, Brasil e Austrália. A decorrer diariamente na Tenda do Espaço d'Orfeu, este ano são destaques orelhudos a cativante performance dos espanhóis Mayalde e as canções ribeirinhas na versão concerto de “Povo Que Lavas no Rio Águeda” (1 Outubro), a versatilidade dos portugueses Clarinetes AdLibitum e a excentricidade criativa do australiano Linsey Pollack (2 Outubro), o regresso das acrobacias dos musiclowns italianos Teatro Necessario (3 Outubro), a hilariante musicomédia dos brasileiros Tangos & Tragédias (4 Outubro), o humor percussivo dos espanhóis Yllana (6 Outubro), a ironia de movimento do galego Quique Péon (7 Outubro) e a expressividade cómica do belga Elliot (8 Outubro), engatando a noite de encerramento com as noites de OuTonalidades em Águeda.
O Gesto Orelhudo é, por excelência, um festival dedicado à fusão transdisciplinar. Diz-se da musicomédia, termo nascido da orelhuda ideia de casar a música e o humor. Não tão-só. A diversidade das propostas de programação está, uma vez mais, à vista: do intimista ao hilariante vai a distância de uma orelha à outra. E vice-versa. Sempre com uma louca capacidade de surpreender. Além da habitual ala musicómica – novos e surpreendentes espectáculos a não perder! -, nesta 9ª edição O Gesto Orelhudo é também palco das contaminações transdisciplinares da cultura tradicional: “Povo Que Lavas no Rio Águeda”, “Mayalde” e “Ovay” acrescentam olhares a um festival que, aos 15 anos da d’Orfeu, é ele próprio uma marca de Águeda!
A 9ª edição do Festival “O Gesto Orelhudo” é uma co-produção da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, com o apoio oficial do Ministério da Cultura / Direcção-Geral das Artes, para além de inúmeros apoios locais, regionais e nacionais. Esta edição conta ainda com extensões em Sever do Vouga (2 Outubro) e Estarreja (9 Outubro), municípios vizinhos e parceiros, além de uma série de iniciativas paralelas nas ruas, escolas e freguesias do próprio concelho de Águeda.


PROGRAMA OFICIAL

Sexta 1 Outubro
21h45 Al Buen Tun Tun”, Mayalde (Espanha)
O deslumbramento da tradição cantada e contada!
http://www.youtube.com/watch?v=ihr7CT0sc9s&feature=related
A prosa afiada, arrebatadora, de quem canta histórias ao mesmo tempo que conta cantigas. Eusébio, mulher e filhos: Mayalde são eles. Uma prodigiosa capacidade de comunicação faz de Eusébio o cicerone deste espectáculo. Ele faz música com colheres, com bonecos, com sertãs, com bigornas, com ossos, com ar... Grande concerto com música simples! Eusébio é um prodígio de desembaraço e ironia. No Dia Mundial da Música, Mayalde é a abertura d’O Gesto Orelhudo.
23h15 Povo Que Lavas no Rio Águeda - versão concerto
Do rio para a tenda, a orquestra do memorável espectáculo!
http://www.agueda.tv/archive.ud121?theme=Cultura&oid=100773
Em "Povo que Lavas no Rio Águeda" - apoteótica manifestação artística que Águeda construiu sobre as águas do rio -, um colectivo de músicos, não mais de uma dúzia, escolhidos a dedo, assegurava o grosso do alinhamento musical. É essa magnífica orquestra que subirá agora ao palco, revisitando inéditos arranjos das canções ribeirinhas. No festival da transdisciplinaridade, eis um espectáculo que se torna intenso por se remeter à crua essência. É a memória fresca de Julho passado que lhe traz o imaginário.

Sábado 2 Outubro
21h45 Ri bemol”, Clarinetes AdLibitum (Portugal)
O sopro circense das músicas do mundo!
http://www.youtube.com/watch?v=RBoLphZDM0I&feature=related
Quatro clarinetes e um percussionista dão liberdade total à sua música. Tanta liberdade que, sendo músicos extraordinários, embarcam numa diversão teatralizada, dando sentido ao nome do colectivo Ad Libitum (do latim, ‘à vontade’ ou ‘a bel-prazer’). Em ‘Ri Bemol’, este quinteto percorre um repertório universal que parte dum instrumento comum: o clarinete. Um projecto nacional a aplaudir.
23h15 Funky Junk”, Linsey Pollak (Austrália)
Os insólitos instrumentos de um fantástico músico-inventor!
http://www.youtube.com/watch?v=Iu60MwpMiow
Músico descontroladamente inventivo, em duo com a percussionista Jessica Ainsworth, Linsey constrói os instrumentos em tempo real, com os objectos mais inesperados: gaitas-de-foles feitas das luvas de borracha ou bolas de praia, clarinetes de mangueira de jardim ou de espanador de pó! E é em tempo real que compõe, sobrepondo ao vivo o que ele próprio vai tocando e gravando. Senhoras e senhores, eis um nome que faltava na galeria do Festival “O Gesto Orelhudo”: directamente da Austrália, Linsey Pollak!

Domingo 3 Outubro
21h45 Barbieri”, Teatro Necessario (Itália)
Ei-los de volta, novo espectáculo e a mesma loucura!
http://www.youtube.com/watch?v=S7OjMxUAuZg&feature=related
Depois do estupendo êxito de “Clown in Libertá” no ano passado, estes incríveis italianos estão de volta, agora com um novo espectáculo, capaz de impressionar ainda mais o público orelhudo. "Barbieri" é a recriação da sociedade de outrora, em que a barbearia era o centro de ideias, palavras e músicas. Fazendo do tempo de espera ocasião de peripécias, os três musicómicos aspirantes a barbeiros fazem as acrobacias musicais mais inimagináveis à volta de uma cadeira de barbeiro. A não perder!

Segunda 4 Outubro
21h45 Tangos & Tragédias (Brasil)
O consagrado duo musicómico brasileiro chega a Águeda!
http://www.youtube.com/watch?v=cXUHeUgnkE0
Estrondoso sucesso no Brasil que já contagiou o público português. Agora, finalmente, n’O Gesto Orelhudo! Um toca acordeão e conta histórias trágicas de dor-de-cotovelo, homem sofrido, cheio de amores frustrados e desilusões, é um passional latino que não poupa na emoção. O outro toca violino e é um homem de estranha personalidade, de olhos muito expressivos e imensas olheiras: um olhar seu corresponde a uma frase, ainda que indecifrável. Tangos & Tragédias é música, humor, teatro e interacção com o público. Tudo em doses brutais!

Quarta 6 Outubro
21h45 Sensormen”, Yllana (Espanha)
Percussão & tecnologia ou como rir com batida!
http://www.youtube.com/user/ProduccionesYllana#p/a/u/2/wubx4gGxNac
Yllana, a companhia que já trouxe ao Gesto Orelhudo espectáculos como “Rock & Clown” e “Pagagnini”, estreia agora em Portugal a sua nova produção, sempre numa linha de humor irreverente e corrosivo. Quatro músicos-cientistas servem-se da tecnologia de sensores para comunicar, numa sucessão meteórica de hilariantes gags com sons electrónicos, unindo percussão e tecnologia. Sensormen é musicomédia pura, o público orelhudo não se vai conter!

Quinta 7 Outubro
21h45 Ovay”, Cia. Quique Péon (Galiza/Espanha)
Um artista de corpo inteiro dá ironia à dança!
http://www.youtube.com/watch?v=A8Em6JDEC24
Quique Peón rompe a estética purista da música e da dança tradicional, ao mesmo tempo que bebe das suas fontes rurais. Na gíria galega, aos valentes chamavam-se "ovay", e é com esta valentia de enfrentar e reivindicar, nas subtis ironias de um artista de corpo inteiro, que o extraordinário Quique Peón (r)evoluciona a dança galega. Quique grita com o corpo. Um brilhante espectáculo para os sentidos! A dança na sua forma mais orelhuda.

Sexta 8 Outubro
22h00 “Rock Comedy Show”, Elliot (Bélgica)
A fechar a 9ª edição, um ás da comédia visual!
http://www.dailymotion.com/video/x3bjiy_eliott-rock-comedy-show_creation
Elliot é garantia de gargalhada contínua. Uma sequência alucinante de personagens, com recurso cómico aos clássicos do rock, num ritmo frenético e uma fluida interacção com o público. Um espectáculo de humor eléctrico, em que cada gag tem um grande sentido de comédia visual. Elliot é um mimo intratável, um verdadeiro contorcionista facial. Com “Rock Comedy Show”, o versátil cómico chega pela primeira vez ao Gesto Orelhudo.
23h30 Farra Fanfarra
[abertura do 14º OuTonalidades em Águeda]
http://www.myspace.com/outonalidades2010
A Farra Fanfarra é um efusivo colectivo de sopros, percussão e um mestre ‘sem’ cerimónias. Repertório variado e números de circo. A euforia da música, na primeira de quatro noites de OuTonalidades 2010 em Águeda!

Todas as imagens promocionais em:
http://www.facebook.com/album.php?aid=30670&id=1835857605
Toda a info sobre o 9º Festival “O Gesto Orelhudo” em:
http://issuu.com/dorfeu/docs/programa_fogo2010

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
www.facebook.com/dorfeu.associacao.cultural
 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.