Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

ComTradições - Novo grupo de música tradicional no Fundão.

ComTradições é o nome do novo grupo de música tradicional portuguesa. São do Fundão e fizeram esta semana o espectáculo de estreia. A banda reúne sete músicos da região, aposta nos instrumentos mais populares e recupera alguns dos temas mais genuínos da etnografia da Beira.

Uma hora e meia de espectáculo. Canções populares de todo o pais. Uma nova melodia dedicada ao Carvalhal e que foi escrita por José Reis Fontão. Foi assim o concerto de estreia dos ComTradições, um novo projecto de música popular portuguesa do Fundão.

Constituído por sete músicos de várias idades, os ComTradições começaram a trabalhar ainda no decurso do Inverno e apresentaram-se pela primeira vez em público, no Festival TeatroAgosto. Luís Baptista na Bateria. António Supico na percussão. Daniel Real no violino. Carlos Alves no baixo. Daniel Catorze no acordeão. Nelo Abrantes e Pedro Costa nas vozes e cavaquinho. Não são os rapazes dos sete instrumentos, mas tocam uma panóplia de sons que nos fazem recuar ao tempo do grupo Alnova de Aldeia Nova do Cabo. Um agrupamento musical por onde chegou a passar Nelo Abrantes e cuja boa parte do reportório recuperaram agora para o projecto ComTradições, explicou Nelo Abrantes. Além das canções dos desaparecidos Alnova, o novo grupo de música popular portuguesa do Fundão, propõe-se continuar o levantamento de alguns temas mais populares da Beira Baixa e que nunca chegaram a ser cantados. “Trata-se de saber aproveitar as recolhas feitas por especialistas na matéria, dando-lhe uma nova roupagem o que é muito importante porque as músicas de raiz popular devem constituir o nosso reportório. Também temos de começar a criar alguns temas novos, como o fizeram em tempos os Pedra D´Hera”, avançou ao JF António Supico. Num espectáculo que teve forte adesão do público, descobrimos os músicos dos ComTradições que integram outros projectos. São os casos de Luís Baptista (Português Suave) e Daniel Real (DRT) ou Carlos Alves que chegou a integrar projectos mais vocacionados para o rock e que regressa aos palcos, quinze anos depois da última actuação. “Eu já estava com algumas saudades de tocar e aproveitei esta oportunidade que sendo muito diferente daquilo que toquei no passado, me agrada muito”, disse Carlos Alves o viola baixo dos ComTradições. Para o novo elenco de músicos o céu é o limite e Daniel Catorze até admite que poderão empenhar-se na produção de um trabalho discográfico. Reportório não lhes falta e Nelo Abrantes assegura que a avançarem para a gravação de um disco, incluiriam na obra discográfica temas como: Laurindinha laranja laranja (oriunda de Aldeia Nova do Cabo) ou uma outra recolhida no Açor, sem esquecer uma canção dedicada ao Carvalhal (Souto da Casa). O grupo que ensaia duas vezes por semana, volta a actuar na cidade do Fundão, no próximo dia 10 de Setembro, no largo da igreja numa iniciativa promovida pela Junta de Freguesia do Fundão.

In:JF

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.