Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Maestro Luis Cipriano (ACBI) lança livro na comemoração do 20º aniversário do Coro Misro da Beira Interior.

 

O maestro Luís Cipriano, presidente da Associação Cultural da Beira Interior (ACBI), lançou este sábado um livro em que promete revelar “perseguições” de que diz ter sido alvo, bem como a instituição que dirige.

“Memórias que contam” é o título do livro que foi lançado no dia em que se assinalam os 20 anos do Coro Misto da Beira Interior e em que o maestro que contesta a política cultural na Covilhã faz o relato de duas décadas de atividade.

“O livro vai denunciar umas perseguições de que fui alvo a título particular, outras por parte da Câmara da Covilhã, assim como outros desentendimentos”, como por exemplo, com a igreja.

“Chegámos a ter concertos interrompidos por padres”, recorda.

As dificuldades de passar uma semana numa favela da Venezuela, durante uma digressão, ou de ensaiar de madrugada em deslocações a outros pontos do globo, também fazem parte do relato.

Entre os episódios mais caricatos está uma ameaça de bomba numa igreja da Covilhã que levou a que a mesma fosse evacuada em pleno espetáculo.

Luís Cipriano diz não temer eventuais polémicas com as histórias que conta na primeira pessoa.

“Cada pessoa é livre de colocar os outros em tribunal. Neste caso, o livro foi revisto por dois advogados.”

A obra está à venda desde o passado sábado em diversas livrarias do país, com o selo Grácio Editor.

“Nunca abdico de dizer a verdade e o livro serve para mostrar às pessoas o que tivemos que aguentar para chegar onde chegámos”, realçou o maestro.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da Câmara da Covilhã não fez qualquer comentário sobre o assunto.

Os 20 anos do coro foram assinalados com um concerto no sábado, às 21:00, na Igreja de S. Tiago, na Covilhã, que contou com a presença de 60 antigos membros.

O Coro Misto da Beira Interior completou com este concerto a sua 468.ª apresentação, das quais 74 realizadas no estrangeiro em 24 países da Europa, América e Ásia.

O coro já conquistou duas medalhas de bronze, quatro medalhas de prata e duas medalhas de ouro em competições internacionais.

Em setembro, parte para uma digressão ao Dubai e em novembro participa no concurso Franz Schubert, que irá decorrer na cidade de Viena, na Áustria.

In: Jornal Reconquista

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.