Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Filarmónica Recreativa Cortense

Filarmónica Recreativa Cortense

Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

Músicos do mundo no concurso do Fundão. 11º Concurso Internacional Cidade do Fundão. 4 a 10 de Julho.

O Concurso que desde há vários anos marca a agenda cultural na cidade do Fundão é financiado pela Santa Casa da Misericórdia do Fundão e pela Câmara Municipal do Fundão.Este ano estão a participar no concurso 172 jovens músicos com idades compreendidas entre os seis aos 23 anos, alguns são oriundos do Brasil, Mongólia e paises de Leste. No evento participam ainda jovens músicos da Alemanha, Holanda e Espanha e mais de uma dezena de alunos da Academia de Música e Dança do Fundão.

Piano, violino e guitarra são as variantes da edição 11 do Concurso Internacional Cidade do Fundão.

São concorrentes de três continentes que vêem no concurso do Fundão uma oportunidade para melhorar competências e para incluir no currículo uma prova reconhecida por vários especialistas e reconhecida quer pelo Ministério da Educação quer pelo Ministério da Cultura. Um reconhecimento nem sempre coincidente com os apoios financeiros, mas os tempos não estão fáceis, admite João Correia, director da Academia de Música e Dança do Fundão. O Concurso que desde há vários anos marca a agenda cultural na cidade do Fundão é financiado pela Santa Casa da Misericórdia do Fundão e pela Câmara Municipal do Fundão. Este ano estão a participar no concurso 172 jovens músicos com idades compreendidas entre os seis aos 23 anos, alguns são oriundos do Brasil, Mongólia e países de Leste. No evento estão ainda jovens músicos da Alemanha, Holanda e Espanha e mais de uma dezena de alunos da Academia de Música e Dança do Fundão. “Acredito que seja o concurso mais importante ,em Portugal, para estes escalões”, admite à Rádio JF João Correia. Quanto ao júri do concurso destaque-se a presença de Carlos Pontes e Leonardo de Barros como elementos do júri de violino, Rui Gama e Sylvia Ortega na guitarra e Christina Margotto e Jorge Moyano no júri de piano. As provas têm lugar na Moagem e nas instalações da própria Academia, estando os concertos reservados para depois da hora do jantar na Moagem. Hoje realiza-se o concerto com o jovem músico do Fundão, Ricardo Vicente que vai mostrar as suas competências no piano. “Entrou nesta escola com cinco anos, terminou o ensino secundário no Fundão e já foi admitido na Academia Nacional Superior de Orquestra em Lisboa e hoje mostra-nos o seu talento no recital de abertura do Concurso Internacional Cidade do Fundão”, explica João Correia sobre “um jovem músico que faz muita falta aqui na Academia”, conclui.

In: RJF