Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@gmail.com


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores. Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).

Em Maio de 2018 conclui com aproveitamento a Licenciatura em Direcção de Orquestra de Sopros pela ABRSM num projecto conjunto com a Escola de Música e Juventude de Mafra.


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves

Vice Presidente: Joana Santos

Secretário: Aline Miguens

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos

Vice Presidente: João Pedro Faísca

Relator: Gabriel Vila

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;


Mapa de actuações:

30/03/2019 - Proscissão dos Passos - Tortosendo

.

21/04/2019 - Proscissão de Páscoa - Cortes do Meio

.

25/04/2019 - Arruada de 25 de Abril com "Grândola Vila Morena" - Cortes do Meio

.

28/04/2019 - Vela - Guarda

.

20/06/2019 - Proscissão do "Corpo de Deus" - Cortes do Meio

.

13/07/2019 - Bairro de Sto António - Covilhã

.

03 e 04/08/2019 - Festa de S. José - Bouça

.

15/08/2019 - Quinta do Clérigo - Águas Belas - Sabugal

.

18/08/2019 - Moita - Sabugal

.

07 e 08/09/2019 - Festa de Nª Srª De La Salette - Peso

.

17/11/2019 - 120ª Aniversário da FRC - Cortes do Meio

.



Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco


cartaz.jpg

Assina no BI como Miguel Reis, mas é como Tio Rex que tem vindo a tecer canções folk com a delicadeza da porcelana, alternando entre a língua de Pessoa e o coração de Whitman.
 
Aprendeu a tocar guitarra por si próprio e sem youtube, sobretudo durante os meses em que rumou à Madeira para aí descobrir a solidão, regressando de coração partido para gravar o monumental “Preaching to a Choir of Friends and Family” (2013), primeiro longa-duração e sucessor de EP’s como “Tio Rex” ou “An Online Release”, surgidos também de um encontro (in)feliz com o desamor.
 
Com influências que vão da canção de intervenção das décadas de 60 e 70 à vertente confessional e catártica do movimento metalcore/post-hardcore dos 2000, o seu imaginário musical, feito de histórias reais e imaginárias, ganhou a cada criação um som mais singular.
A viagem prosseguiu com a edição de “5 Monstros” (2014), um EP (de certa forma) conceptual que falava dos monstros que, tal como nos livros de Calvin & Hobbes, se escondem debaixo das camas.
 
Um ano depois foi a vez do luminoso “Ensaio Sobre a Harmonia” (2015), uma banda sonora que deslizava do amanhecer à madrugada para nos contar um dia da sua vida. Um ensaio sobre estados de espírito e a forma como estes se alteram pela influência das relações com os outros e das pressões dos pares, na construção e busca de uma identidade.
 
Nas suas histórias, onde pequenos enigmas pedem para ser desvendados, há fantasmas e amores não correspondidos, recorda-se o passado e projecta-se o futuro, sempre na presença de uma sombra com a qual poderíamos beber meia dúzia de copos.
 
A 18 de Março de 2018 foi editado “5 Tragedies”, EP composto por 5 contos temerosos onde as canções íntimas e introspectivas de discos anteriores dão agora lugar a temas mais expansivos e com um lado sinfónico. Tio Rex, o segredo mais bem guardado da folk portuguesa, está quase, quase, a deixar de o ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O "Sons na Serra - Café Concerto" com Tom G. Hamilton foi assim!

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 13.02.19

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fantástica noite no "Sons na Serra - Café Concerto"

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 11.02.19

No passado sábado subiu ao palco do "Sons na Serra - Café Concerto" o conhecido músico Escocês, radicado na nossa região há vários anos, Tom G. Hamilton.

3.jpg

Foi com uma casa muito bem composta, o que ajudou a marcar de forma ainda mais vincada o ambiente acolhedor e intimista que o espaço oferece, que o espetáculo decorreu.

5.jpg

Mais uma vez se comprova que o projeto "Sons na Serra" tem pernas para andar e para crescer, por vezes basta acreditar e dar o primeiro passo para se conseguir.

Novidades em breve...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje, às 22:00 "Sons na Serra - Café Concerto" - a não perder!

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 09.02.19

TH.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Sons na Serra - Café Concerto" com Tom G. Hamilton

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 08.02.19

14991956_1230726946987493_3874458381767784031_n.jp

Amanhã teremos no "Sons na Serra - Café Concerto" Tom G. Hamilton.

Para além de músico, compositor e produtor, Tom também costuma acompanhar o Jerónimo & os Cro-magnon.

Na foto está a sua presença aqui neste mesmo local com o Jerónimo num café concerto realizado a 05/11/2016.

Autoria e outros dados (tags, etc)

TOM G. HAMILTON no próximo sábado no "Sons na Serra - Café Concerto"

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 06.02.19

tgh.jpg

No próximo dia 9 de Fevereiro temos mais um "Sons na Serra - Café Concerto", desta feita com Tom G Hamilton.

A qualidade única da música de Tom G Hamilton, vem da sua versatilidade como instrumentista e produtor.

As suas raízes musicais fortes e a sua capacidade de compor musicas estão bem patentes nas performances a que já nos habituou.

Neste Café Concerto além dos seus originais, concerteza serão também, à sua maneira única e própria, apresentados clássicos intemporais.

Com toda a certeza, um espetáculo a não perder bem perto de si!.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia 9 de fevereiro, mais um "Sons na Serra - Café Concerto""

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 01.02.19

capa  .jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estivemos presentes nas comemorações dos 160 da Freguesia de Cortes do Meio

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 30.01.19

FB_IMG_1548581237720.jpg

Decorreram no passado Domingo, dia 27 de janeiro, as comemorações dos 160 anos da Freguesia de Cortes do Meio.

 

A Filarmónica Recreativa Cortense esteve presente, interpretando o Hino no Hastear da Bandeira, e ainda interpretou algumas peças antes do "Almoço da Amizade" que juntou cerca de 4 centenas de Cortenses no Pavilhão Gimnodesportivo.

 

Em seguida algumas fotos da presença da Filarmónica Recreativa Cortense:

 

1.jpg

 

2.jpg

 

3.jpg

 

4.jpg

 

5.jpg

 

6.jpg

 

7.jpg

Créditos das fotos - Freguesia de Cortes do Meio

 

FB_IMG_1548612657440.jpg

FB_IMG_1548612663328.jpg

Créditos das fotos - BMdrones

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Sons na Serra - Café Concerto" com Tom G Hamilton a 09/02/2019

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 28.01.19

TH.jpg

 

No próximo dia 9 de Fevereiro temos mais um "Sons na Serra - Café Concerto", desta feita com Tom G Hamilton.

A qualidade única da música de Tom G Hamilton, vem da sua versatilidade como instrumentista e produtor.

As suas raízes musicais fortes e a sua capacidade de compor musicas estão bem patentes nas performances a que já nos habituou.

Neste Café Concerto além dos seus originais, concerteza serão também, à sua maneira única e própria, apresentados clássicos intemporais.

Com toda a certeza, um espetáculo a não perder bem perto de si!.

Autoria e outros dados (tags, etc)

27-01-1859 - 160 anos da Freguesia de Cortes do Meio

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 27.01.19

E hoje cumprem-se 160 anos da Freguesia de Cortes do Meio.

A Filarmónica associa-se às comemorações desta data, e pelas 11:30 interpretará o Hino Nacional no hastear da Bandeira.

160 anos.jpg

 

"Sob a inicial tutela da freguesia do Tortosendo, em 1837 “interesses pessoais não identificados” quiseram vê-la sob o domínio de Unhais da Serra. Efectivamente, após esta data e à revelia da população em geral, Cortes passou a considerar-se uma anexa de Unhais. No entanto, o Administrador do Concelho percebeu o descontentamento em integrar tal freguesia e, por conseguinte, leva, a 4 de Dezembro de 1845, esse caso a Concelho de Distrito de forma a conseguir o retorno à situação anteriormente verificada. Aprovada a decisão de integrar a paróquia de Tortosendo e aliviados os ânimos, viveram todos os Cortenses até 27 de Janeiro de 1859, data em que, contra o parecer da Câmara, o Concelho de Distrito, autorizou, por alvará, a criação da freguesia das Cortes.

 

Desta forma, são 160 os anos em que Cortes do Meio passou a ser uma Freguesia.

 

A freguesia integra, hoje, quatro aldeias, para além da que lhe dá nome, estes lugares são as anexas de Bouça, Cortes de Baixo, Ourondinho e Penhas da Saúde, aldeias que faziam parte de outras paróquias.

 

O orago de Cortes do Meio é S. Roque, ainda que a festa religiosa mais esperada durante o ano seja a festa de Nossa Senhora do Carmo, cuja capela foi edificada em 1958. Da etnografia local fica o abastecimento de leite, cabritos, carvão e carqueja à cidade da Covilhã. Os pobres vendedores ambulantes subiam descalços a íngreme encosta da Estrela de modo a conseguir o sustento para as suas famílias. Eram tempos difíceis, em que a riqueza era um bem que poucos usufruíam.

 

Hoje em dia, as condições de vida dos residentes em Cortes do Meio estão longe daquela triste realidade. Apesar de ainda se viver da pastorícia e da agricultura, são muitos os habitantes que complementam estas actividades com empregos que garantam a manutenção das suas vidas, ocupações livres de vicissitudes climáticas, mas sujeitas a outros tipos de inconvenientes."

 

In "http://www.freguesiacortesdomeio.pt/"

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@gmail.com


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores. Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).

Em Maio de 2018 conclui com aproveitamento a Licenciatura em Direcção de Orquestra de Sopros pela ABRSM num projecto conjunto com a Escola de Música e Juventude de Mafra.


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves

Vice Presidente: Joana Santos

Secretário: Aline Miguens

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos

Vice Presidente: João Pedro Faísca

Relator: Gabriel Vila

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;


Mapa de actuações:

30/03/2019 - Proscissão dos Passos - Tortosendo

.

21/04/2019 - Proscissão de Páscoa - Cortes do Meio

.

25/04/2019 - Arruada de 25 de Abril com "Grândola Vila Morena" - Cortes do Meio

.

28/04/2019 - Vela - Guarda

.

20/06/2019 - Proscissão do "Corpo de Deus" - Cortes do Meio

.

13/07/2019 - Bairro de Sto António - Covilhã

.

03 e 04/08/2019 - Festa de S. José - Bouça

.

15/08/2019 - Quinta do Clérigo - Águas Belas - Sabugal

.

18/08/2019 - Moita - Sabugal

.

07 e 08/09/2019 - Festa de Nª Srª De La Salette - Peso

.

17/11/2019 - 120ª Aniversário da FRC - Cortes do Meio

.