Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

.

FRC - Arraial Popular. Hoje, 21h00, Sede da FR Cortense. A não perder!!!

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 15.07.17

Foto de Filarmónica Recreativa Cortense.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvador Sobral e os Norton na agenda cultural do trimestre em Castelo Branco

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 13.07.17

Salvador Sobral e os Norton na agenda cultural do trimestre em Castelo Branco 

Concertos com Salvador Sobral e os Norton são destaques da agenda cultural de Castelo Branco para o terceiro trimestre do ano, período que inclui ainda uma iniciativa onde contadores de histórias dinamizam sessões em espaços emblemáticos da cidade.

A agenda Cultura Vibra, inclui ainda um conjunto vasto de iniciativas culturais para todos os gostos, desde sessões com contadores de histórias, exposições, espétáculos variados, entre os quais de música, sendo uma agenda cultural sempre com o verão em mente e privilegiando os espaços ao ar livre.

"Esta agenda corresponde também ao período de estreia de espetáculos por grupos sediados no concelho, como é o caso dos Tramédia, Terceira Pessoa e Pé de Pano, bem como mais dois concertos pelo João Roiz Ensemble e uma apresentação especial dos Norton, na Devesa.

Mais uma vez, está aqui bem patente a dinâmica cultural de base local, um dos principais eixos da nossa estratégia”, explica o presidente do município de Castelo Branco, Luís Correia.

Salvador Sobral sobe ao palco do Cineteatro Avenida no dia 15, a partir das 22:00, para dar um concerto e apresentar o seu disco de estreia “Excuse Me”.

Nos dias 28 e 29, às 22:45, regressam as Noites Azuladas no Cargaleiro, com o jazz em destaque, no anfiteatro situado junto ao museu dedicado ao mestre, na Praça Manuel Cargaleiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Paredes de Coura fecha cartaz

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 06.07.17

O festival Paredes de Coura anunciou hoje Lightning Bolt, Japandroids e Roosevelt, em substituição de Formation, como os últimos nomes do cartaz da edição deste ano, que comemora o 25.º aniversário, de 16 a 19 de agosto.

O duo norte-americano Lightning Bolt existe há mais de duas décadas e soma um conjunto de atuações memoráveis, tendo durante anos tocado no meio do público: "Ao vivo são os reis do concerto-guerrilha, tocando com um volume intenso no meio da audiência, muitas vezes causando pandemónio", escrevia o New Musical Express na crítica sobre o disco "Earthly Delights", de 2009.

Por seu lado, os canadianos Japandroids, com disco novo este ano, são anunciados para o Vodafone Paredes de Coura pouco depois de terem atuado no palco do Primavera Sound no Porto.

No mesmo comunicado, a organização do festival anuncia que os Formation cancelaram a atuação prevista, sendo assim substituídos "pela sonoridade indie pop e techno" de Roosevelt.

Além das novidades do cartaz, a organização do Paredes de Coura anunciou ainda "pequenos acertos", como a passagem dos Ho99o9 para quinta-feira e de White Haus para sábado, enquanto Bruno Pernadas vai abrir o palco Vodafone na sexta-feira.

No ano em que celebra um quarto de século, o festival Paredes de Coura vai assistir a concertos de artistas como Future Islands, Mão Morta, King Krule, Young Fathers, Benjamin Clementine, At the Drive-In, entre muitos outros.

Os passes para o festival custam 90 euros, com bilhetes diários disponíveis por 45 euros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Juntos por Todos" - Concerto Solidário. Hoje, 21h00, Meo Arena.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 27.06.17


O Meo Arena recebe, hoje, dia 27 de junho, pelas 21 horas, o concerto solidário "Juntos por Todos". O concerto terá transmissão ao vivo na RTP, SIC e TVI, e em todas as rádios portuguesas garantindo assim, pela primeira vez, uma cobertura conjunta de um espetáculo.

Este é um concerto especial, de homenagem às vítimas dos fogos florestais, que lavraram em Pedrógão Grande e zonas limítrofes, e de angariação de receitas para ajuda às populações afectadas, por aquela que é já considerada uma das maiores tragédias na história do nosso país.

"Juntos Por Todos" é uma iniciativa co-produzida pela Sons em Trânsito, Nação Valente, MEO Arena, Blueticket, RTP, SIC e TVI, e une vários artistas portugueses, como Agir, Amor Electro, Ana Moura, Aurea, Camané, Carlos do Carmo, Carminho, D.A.M.A, David Fonseca, Diogo Piçarra, Gisela João, Hélder Moutinho, João Gil, Jorge Palma, Luísa Sobral, Luís Represas, Matias Damásio, Miguel Araújo, Paulo Gonzo, Pedro Abrunhosa, Raquel Tavares, Rita Redshoes, Rui Veloso, Salvador Sobral e Sérgio Godinho.

Os bilhetes nas modalidades de bilhete geral (15 euros) e bilhete geral extra (25 euros) já estão esgotados, estando somente disponível o bilhete donativo (15 euros),  podendo ser adquirido em blueticket.pt e nos pontos de venda Fnac, Worten, El Corte Inglês, The Phone House, Pagaqui, ACP e Turismo de Lisboa.

A receita obtida será entregue à União das Misericórdias Portuguesas.

O evento conta com o Alto Comissariado da Fundação Calouste Gulbenkian, e o contributo das editoras Sony Music Portugal, Universal Music Portugal, Valentim de Carvalho e Warner Music Portugal, na sua divulgação artística.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Feira São Tiago com Ana Moura, Matias Damásio e David Carreira

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 23.06.17

Foto de Covilhã Município.

A edição deste ano da Feira de São Tiago, organizada pelo Município da Covilhã, conta com um cartaz repleto de estrelas musicais e muitas novidades.

O certame tem a duração de três semanas, entre 07 e 25 de Julho e acolhe alguns dos melhores artistas nacionais, como David Carreira (dia 8), Ana Moura (dia 22) e o conceituado artista angolano Matias Damásio dia (15). Uma das novidades deste ano passa pela instalação no recinto de uma tenda Chill Out que vai animar as noites de São Tiago. Por este palco vão passar DJ`S de renome, noites de Jazz, entre outras propostas musicais.

No arranque desta edição, dia 7 de Julho pelas 21h, o destaque vai para o Covilhã Night Party, evento único com muitas explosões de cor, música e desporto. O evento inicia-se com uma mega aula de Zumba Glow, seguindo -se uma caminhada colorida de quatro quilómetros que culmina com uma festa de espuma animada por Dj`s.

A Feira de São Tiago deste ano conta com mais de 200 expositores, divididos por feirantes, artesãos, produtores locais e uma mostra de actividades económicas que provam a vitalidade económica do concelho e são demonstrativos da dimensão desta feira. O número crescente de visitantes ditou também o aumento das zonas de restauração e diversão e um serviço de Babysitting.

Para o Presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, “este certame representa mais de 600 anos de tradição numa Feira onde a cidade se reúne”. Vítor Pereira sublinha ainda que “a Feira de São Tiago é uma marca secular que importa potenciar e desenvolver com novos elementos de atractividade”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

NOS Primavera Sound 2017. 8 a 10 JUN, Porto.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 08.06.17

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Freguesia de Tortosendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Verão da Casa da Música conta com cerca de 120 concertos, 60 deles gratuitos

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 31.05.17

Image result for Casa da Música

A programação de verão da Casa da Música, que arranca quinta-feira e vai até 16 de setembro, conta com cerca de 120 concertos, metade dos quais de entrada gratuita, e com vários eventos fora do Porto.

Na conferência de imprensa de apresentação da programação do ciclo de verão deste ano, o diretor artístico da Casa da Música, António Jorge Pacheco, disse que a instituição conta receber "120 mil pessoas" para a totalidade dos eventos e sublinhou os "60 concertos de entrada livre" a decorrer no palco interior e exterior do café do espaço.

O Verão na Casa, um "período particularmente intenso da programação" e um ciclo que "marca a agenda cultural da cidade de forma significativa", arranca com "Tablao", um espetáculo de flamenco com Ana Pinhal e Catarina Ferreira, bem como uma atuação da banda brasileira Aláfia, de entrada livre, no primeiro dia do mês de junho.

O ciclo inclui concertos ao ar livre e atuações do pianista Alexander Romanovsky com a Orquestra Sinfónica do Porto (09 de junho) e da soprano Magdalena Anna Hofmann com o mesmo agrupamento (17 de junho), o programa para a noite de São João com a Banda Sinfónica Portuguesa num concerto "aberto à cidade", ou ainda o "Piano Caos", ponto de encontro da música eletrónica e clássica através da exploração das "enésimas possibilidades de composição em suporte tecnológico" que a Digitopia Collective leva a palco a 10 de junho.

De regresso estão os concertos dos agrupamentos associados ao ar livre, em Vila Nova de Gaia (22 de junho) e na Maia (14 de julho), com a Orquestra Sinfónica, e no Porto, na avenida dos Aliados, a 08 de setembro, com o Remix Ensemble a juntar-se aos Mão Morta (depois dos vários concertos que deram juntos no ano passado), antes de um concerto da Orquestra Sinfónica, no dia seguinte.

Na praça Guilhermina Suggia, em Matosinhos, a 29 de julho, a orquestra junta-se ao norte-americano Gregory Porter, colaboração que já tinha acontecido em 2015.

Organizado de dois em dois anos, o Prémio Internacional Guilhermina Suggia vai para a quinta edição e leva à Casa da Música sete alunos de violoncelo de várias escolas europeias, dos quais sairão três finalistas, que tocarão com a Orquestra Sinfónica a 07 de julho antes do anúncio do vencedor.

Ainda integrado na celebração do legado da violoncelista Guilhermina Suggia (1885-1950), o dia seguinte fica marcado pela maratona de estudantes de violoncelo, que nos anos anteriores atraiu mais de 100 jovens praticantes.

O ciclo vai abranger a estreia da Orquestra de Câmara Portuguesa na Casa da Música, a 25 de junho, no ano que assinala o 10.º aniversário do grupo, sob direção musical de Pedro Carneiro, para além do concerto de comemoração do centenário do Conservatório de Música do Porto, no domingo.

No café, ao longo do verão, vão atuar artistas como Ana Deus e Luca Argel (22 de junho), Slimmy (01 de julho), Paraguaii (22 de julho), Demian Cabaud Quarteto (24 de agosto) ou JP Simões (09 de setembro), entre outros.

O serviço educativo da instituição volta a produzir, em conjunto com a Câmara Municipal de Matosinhos, o espetáculo "Romani 2.0", segundo momento de um trabalho teatral entre a comunidade cigana daquele concelho e o Balleteatro, com estreia inicialmente prevista para 18 de junho de 2016, mas então cancelado, estreando-se agora a 20 de junho.

A programação do trimestre inclui ainda nomes como Patxi Andión, que revisita músicas de José Afonso na sexta-feira, Annette Peacock (07 de junho), o vencedor da Eurovisão Salvador Sobral (05 de julho, já esgotado, e 18 de julho) ou Manhattan Transfer (22 de julho), enquanto o II Congresso Europeu de Saxofone (EurSax) decorre de 11 a 14 de julho na Casa, com organização da Associação Portuguesa de Saxofone.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jazz invade aldeias do xisto com residências artísticas e concertos

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 19.05.17

Jazz invade aldeias do xisto com residências artísticas e concertos

Os Encontros de Jazz das Aldeias do Xisto (XJazz) decorrem de Junho a Novembro, com residências artísticas, concertos e “performances”, contando com a presença do brasileiro Hamilton da Holanda e da francesa Joëlle Leandre.

O jazz volta a fazer parte da programação cultural das aldeias do xisto, situadas em quatro distritos da região centro (Coimbra, Leiria, Guarda e Castelo Branco), numa "ideia de permanência no território", procurando enraizar-se no contexto dos lugares através de momentos de criação e de partilha, disse o director do Jazz ao Centro Clube (JACC), José Miguel Pereira.

Organizado pelo JACC e pela Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto - ADXTUR, o XJazz vai contar com uma programação que junta "nomes importantes em termos internacionais com nomes de jovens portugueses em franca ascensão", sublinhou José Miguel Pereira.

Joëlle Leandre vai estar em residência artística de 12 a 15 de Junho com cinco artistas portuguesas, fazendo uma apresentação final no último dia, e Hamilton da Holanda actua a 23 de Julho, informou.

Pelos encontros, passam também o contrabaixista João Hasselberg - "uma das principais vozes do novo jazz português" - e o trompetista Luís Vicente, num evento que vai passar por aldeias "muito distintas", como Cerdeira (Lousã), Gondramaz (Miranda do Corvo), Barroca do Zêzere (Fundão), Casal de São Simão (Figueiró dos Vinhos) e Álvaro (Oleiros).

A maioria dos concertos vai ser em duos ou em solos, "em sítios fantásticos", não apenas nas aldeias, mas aproveitando também o património natural que circunda estas localidades, relatou José Miguel Pereira, referindo que a maioria das datas e locais dos espectáculos será divulgada mais tarde.

Pelo território, passam ainda colectivos de artistas como DEMO, que vai estar em residência artística durante o mês de Agosto na aldeia Barroca do Zêzere a trabalhar as memórias locais, numa zona onde a identidade das comunidades "é muito marcada pela presença das Minas da Panasqueira", afirmou o director do JACC.

Segundo José Miguel Pereira, o trabalho vai culminar num espectáculo multidisciplinar, com a participação das comunidades.

Para o diretor do JACC, para além de levar música e criação artística até àquele território, o XJazz pretende também que as pessoas que assistam aos concertos não se fiquem por aí e descubram também o próprio património das aldeias do xisto, "as práticas e os saberes que se desenvolvem naqueles sítios".

O XJazz arrancou em 2012, tendo já dinamizado nas aldeias do xisto 24 concertos e cinco residências artísticas.

Pelo evento, passaram músicos como Evan Parker, Maria João, Brahima Galissa, Aline Frazão ou Ingebrigt Haker Flaten.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4º Festival José Afonso. 30 ABR e 1 MAI, Malpica do Tejo.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 26.04.17

Foto de Festival José Afonso - Malpica Do Tejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Covilhã Município.

Foto de Covilhã Município.

Fruto de uma odisseia entusiasta de quase dois anos de trabalho, a Criatura começou por ser o projecto pessoal de um único músico mas, transformou-se naquela que muito provavelmente será uma das mais surpreendentes bandas de reinvenção da música tradicional portuguesa.

Um ano após a chegada da “Aurora", o disco de estreia do bando, a Criatura celebra a continuidade de um trabalho dedicado que já tem dado frutos à música popul...ar portuguesa, dentro e fora dos palcos. Em um ano de disco cá fora, a Criatura já conquistou o castelo de Sines no Festival Músicas do Mundo e encheu salas como o TEMPO (Portimão), o TMG (Guarda), o Teatro da Trindade (Ciclo Mundos) ou o Salão Brazil (Coimbra). Sem descorar das anteriores passagens pelo Bons Sons, o FOLIO de Óbidos, ou o Encontro de Culturas de Serpa. A imprensa condecora-a como um das mais promissoras referências no espectro da reinvenção da música tradicional portuguesa e as rádios abrem cada vez mais tempo de antena sobre uma olhar de satisfação e respeito pelo trabalho relevante e cuidado do colectivo.

Não perca o espetáculo da Criatura no dia 24 Abril, segunda-feira, pelas 22h30 na Praça do Município!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Cultura Vibra_Castelo Branco.

O Projeto "La Renaissance" visa a divulgação da música destas épocas assim como a animação de espaços condizentes.
Tendo na base a música profana dos séculos XIV ao XVII, pretende recriar o ambiente musical da época, seja na sua vertente palaciana seja na popular.
Muitos foram os compositores que escreveram para vozes, marcando assim o inicio e desenvolvimento da polifonia, sendo por isso o projeto realizado pelo Coro Misto da Beira Interior e dando voz a compositores como Arbeau, Duffay, Gabrieli,Arcadelt, Pierre Certon entre outros e sem esquecer os portugueses Pedro Escobar, Estevão de Brito ou mesmo o rei D. João IV também ele compositor..
De modo a recriar o ambiente vigente naqueles séculos, todo o Coro, constituído por 25 elementos, estará vestido à época, e acompanhado por instrumentos da época como Percussão, Flauta Doce, Viola da Gamba e Alaúde
Todas as obras serão apresentadas e explicadas de modo a que o concerto seja também, para além de um tempo de lazer, uma fonte de aprendizagem.

M/06, ENTRADA GRATUITA até à lotação do espaço

Autoria e outros dados (tags, etc)

António Zambujo. 23 ABR, 18h, Cine Teatro Avenida.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 21.04.17

Foto de Cultura Vibra_Castelo Branco.

António Zambujo é um dos nomes incontornáveis da música portuguesa actual, na medida em que soube construir uma identidade própria que lhe tem valido o reconhecimento tanto do público como da crítica, somando salas esgotadas dentro e fora de Portugal e vários prémios, nomeadamente a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, atribuída pela Presidência da República, em 2015 - um título que distingue aqueles que prestam serviços relevantes a Portugal, dentro e fora do país, contribuindo para a divulgação da cultura portuguesa, da sua história e dos seus valores.

«Primeira data: 27 de Novembro de 2011. O Fado é distinguido como “património imaterial da Humanidade”. Três anos depois, a 27 de Novembro de 2014, o Cante Alentejano. Já havia um homem a traçar um peregrino equilíbrio entre estes dois mundos: António Zambujo.» A afirmação é de João Gobern, conceituado jornalista e crítico de música, que enaltece a originalidade de um caminho artístico firmado no cruzamento apurado entre dois estilos de música tão portugueses.

A pulsação da música de Zambujo deixa perceber ainda uma frequência marcada pelo ritmo da MPB, que tem sido progressivamente assumida ao longo dos seis discos que já editou e que está particularmente presente neste sétimo, “Até Pensei Que Fosse Minha” (Outubro de 2016). Uma homenagem em forma de disco exclusivamente composto por canções de Chico Buarque e gravado no Brasil sob a alçada do próprio mestre da música popular brasileira, que chega a colaborar com António Zambujo num dos temas, “Joana Francesa”.

O álbum é agora apresentado ao vivo em Portugal, após a estreia deste espectáculo no Brasil, com concertos em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. António Zambujo não será diferente daquilo que sempre é, um cantor e músico de excelência, com uma capacidade única de cativar o público.

Entrada: €18,00 - €15,00 Primeiros 100 Bilhetes Vendidos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Próximo dia 22 pelas 21.30h, na Igreja Matriz de Mação, inserido no XII Festival de Música da Beira Interior, estreia da Missa Brevis para Coro Misto e Percussão de Luis Cipriano

Autoria e outros dados (tags, etc)



Filarmónica Recreativa Cortense

Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!


Contatos

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *


Morada

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã


Endereço eletrónico

filarmonicacortense@iol.pt

Deixe a sua mensagem: