Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@iol.pt


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores.

Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves;

Vice Presidente: Joana Santos;

Secretário: Aline Miguens;

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos;

Vice Presidente: João Pedro Faisca;

Relator: Gabriel Vila;

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;



Mapa de actuações:

25-11-2017 - Encontro Filarmónico no Paúl;

.

17-12-2017 - Concerto de Natal na Igreja Paroquial de Cortes do Meio


Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

.

ACBI - Coro Infantil da Beira Interior

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 19.09.17

Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ACBI - Escolinha do Zéthoven

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 13.09.17

Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ACBI - Coro Misto da Beira Interior

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 11.09.17

Foto de Associação Cultural da Beira Interior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Recitais de PAP 2017. 10 a 14 JUL.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 05.07.17

Foto de Escola Profissional de Artes da Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conservatório de Castelo Branco com concertos finais

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 28.06.17

Foto de Conservatório Regional de Castelo Branco.

O Conservatório Regional de Castelo Branco vai apresentar na amanhã, quinta-feira, dia 29, e no sábado, dia 1 de julho, os dois concertos finais de ano letivo.

Na quinta-Feira, o octeto de guitarras e o ensemble de acordeão juntamente com o coro infantil interpretarão um programa bastante variado, mostrando o trabalho que estas classes instrumentais realizaram ao longo do ano letivo.

No Sábado, será a vez da orquestra sinfónica e coros do Conservatório subirem ao palco do Cine-Teatro Avenida.

De entre o repertório escolhido, o concerto encerrará com a interpretação da “Lenda das Três Árvores”, de Allen Pote, com orquestração de Daniel Martinho, sob a direção do maestro Bruno Cândido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festival de Música da Beira Interior volta a ser um sucesso

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 21.06.17

Chegou ao fim o XII Festival de Música da Beira Interior com o Concerto da Beira Interior 2017, no TMG – Teatro Municipal da Guarda e com lotação esgotada.

Estiveram em palco 220 participantes (9 escolas e 1 associação do ensino artístico da Região da Beira Interior, vertente música erudita) entre os quais 6 adufeiras de Idanha-a-Nova e o Barítono convidado Luís Rodrigues.

O Troféu Testemunho, este ano, foi entregue ao Concertino Beatriz Moura do Conservatório Regional de Música da Covilhã. Recordamos que este troféu representa toda a orquestra e restantes participantes.

O Concerto da Beira Interior 2017 foi apresentado em duas partes com um intervalo de 15 minutos. As obras apresentadas foram, na I Parte - Orquestra Sinfónica, que apresentou Bruma, Luís Cipriano (1964) e Suite Alentejana nº1, Luiz de Freitas Branco (1890-1955).

Na 2ª Parte – Orquestra Sinfónica, Coro Misto, Coro Infantil e Barítono Solo estreou “Monsanto”, Luís Cipriano (1964) obra foi inspirada no poema sinfónico de João Morgado do “Cerco ao Castelo de Monsanto”. 

“Monsanto” é composta por cinco andamentos e a Direção esteve a cargo de Bruno Martins.

Para reforços da orquestra sinfónica a Scutvias- Autoestradas da Beira Interior convidou alunos da região, que neste momento, estão no ensino superior na ESML – Escola Superior de Música de Lisboa, ESMAE – Escola Superior de Música de Artes e Espetáculos, Metropolitana, Universidade de Aveiro e JOBRA (Escola Profissional de Albergaria a Velha).

Este ano assistiram aos concertos do festival cerca de 1900 espetadores nas cidades de Abrantes, Castelo Branco, Guarda e vila de Mação.

In: diariodigitalcastelobranco.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aluna da ESART/IPCB, Tânia Trigo, vence concurso em Salzburgo

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 09.06.17

Aluna da ESART/IPCB, Tânia Trigo, vence concurso em Salzburgo 

A violetista Tânia Trigo ganhou o 1° Prémio no International Music Competition “Salzburg” – Grand Prize Virtuoso 2017, categoria sénior.

Aluna da professora Joana Pereira na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco, Tânia Trigo foi convidada a atuar no Mozarteum, em Salzburgo, a 11 de julho de 2017.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Cine-Teatro Avenida vai receber um concerto da Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART) com o maestro Charles Roussin, hoje, dia 2 de junho, às 21h30 horas.

Charles Roussin é mestre pela UFMG, onde estudou com Oiliam Lanna e Sílvio Viegas, Fundou as Orquestras de Câmara de Itaúna e Ouro Branco, no Brasil, com quem tem feito um grande trabalho de formação musical e divulgação da música erudita em todo o Estado de Minas Gerais, além de incentivar a produção contemporânea através do comissionamento e estreia de obras para orquestra. É diretor artístico dos Festivais “Semana da Música de Ouro Branco” e “Festival Nacional de Música de Divinópolis”.

Já dirigiu diversas orquestras e coros no Brasil, além de diversas orquestras de festivais e cursos, dividindo o palco com solistas como Sérgio Monteiro, Alex Klein, Charles Schulueter, Alexander Znachonak e Theodora Geraetz, além dos principais nomes do canto lírico brasileiro. Em 2006 excursionou por Portugal com a Orquestra Sinfônica de Póvoa de Varzim e o coro da Camerata Antiqua de Curitiba.

Foi por dois anos regente titular do Coral Lírico de Minas Gerais, e por quatro anos regente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (dois dos quais como regente titular), cumprindo uma extensa e diversa programação de Concertos Didáticos, Concertos no Parque, circuitos pelo interior de Minas Gerais e Concertos Sinfônicos, além de espetáculos cênicos. Vários concertos sob sua direção foram transmitidos pela Rede Minas de Televisão e pela Rede Globo Minas.

Em 2011 ingressou como professor efetivo na UFMG, ocupando as cadeiras de Regência Orquestral e Opera Studio.

A entrada é gratuita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Ofertas Formativas 2017/2018

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 27.05.17

Foto de Pedro Leitão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alunos da Academia Premiados em Fátima e Coimbra

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 25.05.17

Foto de Academia de Música e Dança do Fundão.

Dois alunos da Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF) foram este fim-de-semana premiados em concursos de música realizados em Fátima e Coimbra.

Marco Garcia Massano aluno de guitarra na AMDF conquistou o primeiro prémio no escalão B do XII Concurso Nacional de Guitarra do Conservatório de Música e Artes do Centro (Fátima).

Na mesma prova mas no escalão A os alunos Margarida Lourenço, Henrique Carvalho e José Eduardo Pereira conquistaram menções honrosas.

Em Coimbra no XII Concurso de Piano de São Teotónio, a aluna Matilde Carapito da Conceição foi segunda classificada no nível B. Nos escalões C e D a AMDF levou ao concurso os alunos Maria João Pacheco e António Antunes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Conservatório de Música Covilhã.

Inserido em na 7ª Edição do MaioMusicall, vimos por este meio divulgar o Workshop de Violino e Violoncelo, orientado pelas professores Marilyn Brito e Ana Raquel Pinheiro (ex aluna do Conservatório da Música da Covilhã), respetivamente, que decorrerá no próximo dia 21 de maio, no Conservatório de Música da Covilhã.
Paralelamente irão ser apresentados os mais recentes livros pedagógicos "O Meu Primeiro Livro de Violino" da autoria de Marilyn Brito e “O Violoncelo: jogos para m...iúdos / prescrições para graúdos” da autoria de Ana Raquel Pinheiro.
Estará também disponível para aquisição algum material pedagógico (livros, cadernos, autocolantes e carimbos pedagógicos).

As inscrições decorrem até dia 18 de maio, e podem ser feitas no site do Conservatório de Música da Covilhã, www.conservatoriomusicacovilha.pt, ou através do link https://goo.gl/forms/NPmCiY61YFZzXeZv2 , onde também poderá encontrar mais informações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Dias Abertos e Provas de Admissão 2017/2018. 19 e 23 MAI.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 17.05.17

A EPABI informa que nos dias 19 de maio e 23 de junho (sextas-feiras) realizam-se os DIAS ABERTOS DA EPABI e as PROVAS DE ADMISSÃO para os alunos candidatos ao ano letivo 2017/2018.

Nestes dois dias, pretende dar a conhecer a escola, o seu projeto educativo, as ofertas formativas e as condições de frequência, quer para alunos, quer para pais e encarregados de educação.

As inscrições para as provas de admissão decorrem em modalidade online, através de link no portal da EPABI (www.epabi.pt).

Ofertas Formativas 2017/2018:

- curso Básico de Instrumento (nível II – equivalência ao 9º ano de escolaridade);

- curso Instrumentista de Cordas e Teclas (nível IV – equivalência ao 12º ano de escolaridade);

- curso Instrumentista de Sopros e Percussão (nível IV - equivalência ao 12º ano de escolaridade);

- curso Instrumentista de Jazz (nível IV - equivalência ao 12º ano de escolaridade);

- curso Animador Sociocultural (nível IV - equivalência ao 12º ano de escolaridade).Foto de Escola Profissional de Artes da Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim-de-semana musical no Alegro Castelo Branco

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 12.05.17

Fim-de-semana musical no Alegro Castelo Branco

O Alegro Castelo Branco aponta um fim-de-semana repleto de música. O centro comercial vai ter músicos que  miúdos e graúdos, assim como os aspirantes aos futuros profissionais vão poder apreciar a apresentação de bandas albicastrenses.

Rock, clássica ou jazz o Alegro Castelo Branco vai ter música para todos os gostos. No próximo fim de semana, os acordes certos e as melodias inspiradoras vão ser executados pelos alunos da Escola Rock Academy e pela Big Band do Conservatório Regional de Castelo Branco.

Nos próximos dias 12 e 14 de maio, o Palco Comunitário vai receber dois dos melhores coletivos musicais da cidade: a Escola Rock Academy e a Big Band do Conservatório Regional de Castelo Branco.

Na sexta-feira, 12 de maio, pelas 20:30 horas, sobem ao palco os alunos da Escola Rock Academy, para mostrarem o trabalho que têm vindo a desenvolver neste ano letivo. Os visitantes do Alegro Castelo Branco vão poder ver e ouvir as provas intermédias das várias classes, desde as infantis até às dos adultos.

No domingo, 14 de maio, às 18: 30 horas, é a vez da Big Band do Conservatório Regional de Castelo Branco apresentar-se no Palco Comunitário, para um concerto com sonoridades que prometem encantar.

Estes espetáculos são de entrada gratuita.

In: Diário Digital

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Conservatório de Música Covilhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Grupo de Musica Contemporânea de Lisboa - concerto no Fundão 

No âmbito das comemorações dos XX anos da Academia de Música e Dança do Fundão, dia 6 de maio às 21 horas no Casino Fundanense realiza-se um concerto com o Grupo de Musica Contemporânea de Lisboa.
Direção Vasco Azevedo
programa:
Clotilde Rosa – El vaso reluciente (2011)
Vasco Mendonça – Fight, Flight, Freeze (2016)
Luis Soldado – Setting Twisted (2015)
Eduardo Patriarca – A clara a noite do nada (2017)
Jorge Peixinho – Leves, Véus, Velam (1981)
Jorge Peixinho – Sine nonime (1987) - com a participação de alunos da AMDF – Academia de Música e Dança do Fundão

Autoria e outros dados (tags, etc)

ESART representada no Festival “Monaco Electroacoustique 2017

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 28.04.17

Castelo Branco: ESART representada no Festival “Monaco Electroacoustique 2017"

A Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART) vai estar representada no Festival “Monaco Electroacoustique 2017”, que decorre de 4 a 6 de maio.

Trata-se de um encontro internacional onde estarão professores representantes de instituições como a Universidade de Harvard, Universidade de Montréal, Universidade de Paris VIII, Universidade de São Paulo, entre outras.

Jaime Reis irá em representação do Festival DME e da ESART – IPCB, juntamente com alunos desta instituição, que irão igualmente apresentar o seu trabalho. Para além de uma estreia do compositor Jaime Reis, os alunos Gonçalo Felício, Marta Domingues, Mariana Vieira, Rita Moreira, Ana Bento, Margarida Galvão, Maria Inês Pires e Maria Inês Santos irão apresentar-se em concerto no Monaco Electroacoustique.

As intérpretes irão estrear obras das compositoras num concerto com alunos da ESART, mas também do Brasil (apresentado por Flo Menezes), México (apresentado por Pedro Castillo Lara) e Bélgica (apresentado por Annette Vande Gorne)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aluno de Violoncelo da ESART selecionado para a Orquestra de Jovens Gustav Mahle 

António Bento, aluno da Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART) foi selecionado para integrar a prestigiada Orquestra de Jovens Gustav Mahler.

O músico do Instituto Politécnico de Castelo Branco, está presentemente a concluir o Mestrado em Música, variante Violoncelo, da classe do Professor Miguel Rocha,

Fundada em 1986 pelo maestro Cláudio Abbado, esta orquestra conta com a participação de maestros e solistas de renome internacional, sendo frequentemente considerada a melhor orquestra de jovens do mundo.

Não é a primeira vez que o aluno é admitido em orquestras de jovens, tendo sido, no ano passado, escolhido para a integrar a Orquestra de Jovens do Mediterrâneo.

António Bento é membro efetivo da Atlantic Coast Orchestra e colabora com a recentemente fundada Orquestra Filarmónica Portuguesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

EPABI - Cocertos de Estágio de Orquestra Sinfónica. 9, 10, 11 ABR.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 07.04.17

Foto de Pedro Leitão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foto de Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior. 

A segunda edição do Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior, que se realiza na Covilhã de sábado, dia 8, a terça, dia 11, integrará uma componente de aprendizagem para os alunos de ensino básico que envolverá mais de 500 alunos.

“Não é um concurso unicamente para ver quem ganha e quem não ganha, mas também para a população escolar. Temos inscritas para os ‘workshops’, que se fazem nos dias 10 e 11, 511 crianças”, referiu o maestro Luís Cipriano da organização.

Promovido pela Associação Cultural da Beira Interior em parceria com a Câmara da Covilhã e com a empresa municipal ICOVI, o evento contará com 12 ‘workshops’, que permitirão às crianças ficar a conhecer e experimentar os instrumentos que serão utilizados no concurso, o que deverá contribuir para incentivar o gosto musical destes alunos.

“Uma criança só pode querer aprender determinado instrumento depois de conhecer esse instrumento”, explicou Luís Cipriano, referindo ainda que a organização também ficará atenta às crianças que revelem capacidades musicais, de modo a avisar os pais desse valor.

Esta aposta também cumpre o objetivo da descentralização, uma vez que das crianças inscritas apenas 50 são oriundas da sede de concelho, sendo as restantes das outras freguesias do concelho.

Por outro lado, o concurso manterá naturalmente a competição para jovens músicos, estando inscritos 36 participantes de várias nacionalidades.

Entre os países representados está a Hungria, Espanha e Portugal, sendo que alguns dos estudantes estudam noutros países, como Holanda, Alemanha, França, Suíça e Suécia.

Uma adesão que é sublinhada pelo presidente do concurso, Marco Fernandes, que assume a expectativa de que a “grande qualidade” e nível artístico verificados na primeira edição se repitam.

“Pelo que temos visto nas fichas de inscrição, vamos ter mais uma vez uma grande edição”, apontou.

Com as categorias A (até aos 12 anos), B (até aos 15 anos) e C (até aos 18 anos), este concurso também se distingue pelo facto de não atribuir dinheiro como prémio, mas sim material e instrumentos musicais.

“Consideramos que esta é a melhor forma de contribuirmos para que possam ter condições de continuar a aprender e de concorrerem em edições futuras”, referiu Marco Fernandes.

Além das provas serem abertas a espetadores, o concurso também terá espetáculos dirigidos ao público. No sábado, realiza-se o concerto de abertura com vendedor da primeira edição, André Dias, e no dia 11 atuam os laureados das categorias B e C desta edição. Os concertos têm lugar no auditório da Faculdade de Medicina e estão marcados para as 21:00.

Uma oferta que é destacada pelo presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, que lembra a importância destes eventos para “notabilizar, a Covilhã, o concelho e a cultura que é atualmente produzida na esfera do município”.

O orçamento do concurso é de 30 mil euros, valor que seria muito maior se não fosse o apoio de várias entidades locais, bem como de conhecidas marcas internacionais de instrumentos.

In: Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Academia do Fundão no “Young Music Talents in Europe”

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 30.03.17

A Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF) é uma das escolas fundadoras do projeto “Young Music Talents in Europe”. A parceria constituída no dia 24 de março em Haia tem como fundadores 9 escolas de 6 países europeus.

Na origem do projeto está a School voor Joing Talent do Real Conservatório de Haia que convidou escolas da Grã-Bretanha, Alemanha, Finlândia, Noruega e Portugal.

A AMDF teve o privilégio de ser uma das escolas convidadas para fundadoras do projeto que pretende “promover a cooperação assente na partilha de experiências sobre o desenvolvimento curricular e iniciativas em cada uma das escolas, no intercâmbio e desenvolvimento de projetos e concertos conjuntos, na realização de ações de formação para professores, no desenvolvimento de novos métodos para aprender e ensinar criando as condições para que os alunos possam aceder a uma carreira profissional com sucesso e realizando programas de intercâmbio para professores e alunos”.

Ser parte desta rede é “um privilégio” pois “permite estar em contato com um conjunto selecionado de escolas referenciadas pelas boas práticas de educação, pela capacidade de inovação e pela longa experiência na formação especializada de jovens músicos”. A responsabilidade que esta parceria representa para todos nós traduz-se no dever de “manter os mais altos níveis de qualidade na formação que proporcionamos aos nossos alunos”.

A primeira experiência com os concertos conjuntos realizados no dia 24 em Haia e no dia 25 em Amsterdão “será certamente inesquecível” para os alunos que “de forma competente” representaram a AMDF e o nosso país. Diante públicos atentos e conhecedores levaram algumas das mais belas imagens musicais da cultura portuguesa. O convívio com jovens de outros países permitiu trocar experiências que certamente serão muito importantes para o seu futuro enquanto músicos e cidadãos.

A janela de oportunidade aberta com este projeto permite olhar para o futuro com a consciência de que novas estradas do conhecimento estarão disponíveis para os alunos da AMDF.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!

.

Telemóvel:

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *

.

Morada:

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã

.

Endereço eletrónico:

filarmonicacortense@iol.pt


Maestro: Fábio Daniel Esteves Pereira

Fábio Daniel Esteves Pereira nasceu a 28 de maio de 1986. É natural de Unhais da Serra mas cedo veio morar para a freguesia de Cortes do Meio.

Iniciou os estudos de formação musical e instrumento em 1997 na Filarmónica Recreativa Cortense como saxofonista com o maestro António Pão-Alvo.

Em 2000, sob a tutela do Pe. José António Loureiro Pinheiro toma parte da direcção artística do grupo Chama de Deus.

Em 2003 foi seleccionado para a Orquestra de Jazz do Centro, um masterclass jazzístico leccionado por Paulo Perfeito.

No âmbito do projecto Covilhã Filarmónico teve diversos estágios com professores de academia e conservatórios locais.

Em 2010 inicia os estudos em direcção de orquestra de sopros no CEDOS (Centro de estudos de direcção de orquestra de sopros) com os professores Luís Clemente em direcção e análise musical, Carlos Amarelinho em orquestração e Paulo Ramos em formação musical e auditiva.

Conclui o curso médio com 16 valores. Durante o curso médio trabalhou com as bandas da Covilhã, Ponte do Rol, Belinho, Cabreiros, Mafra, Banda Sinfônica da Covilhã.

No mesmo período lectivo obteve o primeiro prémio no concurso de direcção do ENOS ( Estágio Nacional de Orquesta de Sopros) Esposende.

Em 2013 iniciou os estudos em direcção de orquestra na academia de direcção da ACO ( Atlantic Coast Orchestra) com os professores Luís Clemente e Colin Metters em direcção de orquestra, José Fayos Jordan e Roberto Fiore em orquestração, Paulo Maciel e Jaime Branco em formação musical e auditiva. No mesmo ano começou a trabalhar na escola de música da Filarmónica Recreativa Cortense.

Dirigiu ensemble da ACO, orquestra sinfonica da ACO, Banda Nova de Manteigas e orquestra de sopros do ENOS Portel, EPABI e Escola Profissional de Seia.

Finalizou o curso superior da academia de direcção da ACO com 17 valores.

Em 2017 tomou posse da direcção artística e musical da Filarmónica Recreativa Cortense e deu início ao processo de equivalência de licenciatura na ABRSM (Associeted Board of the Royal Schools of Music).


Corpos Socias - triénio 2017/2019

Assembleia Geral:

Presidente: Marco Alves;

Vice Presidente: Joana Santos;

Secretário: Aline Miguens;

.

Conselho Fiscal:

Presidente: Bernardino Santos;

Vice Presidente: João Pedro Faisca;

Relator: Gabriel Vila;

.

Direcção:

Presidente: Alexandre Barata;

Vice Presidente: Adriano Esteves;

1º Secretário: Mafalda Santos;

2º Secretário: Flavio Inácio;

Tesoureiro: Francisco Pina;

Vogal: Leticia Vila;

Vogal: Steve Vila;

Vogal: Alexandre Barata;

Vogal: José Silva;



Mapa de actuações:

25-11-2017 - Encontro Filarmónico no Paúl;

.

17-12-2017 - Concerto de Natal na Igreja Paroquial de Cortes do Meio