Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

.

Cut Slack – “Lovers On The Line”. Download grátis.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 04.07.16

cut_slack

“Lovers On The Line” remete-nos para o passado, presente e futuro..são 13 faixas de nostalgia futurista, de produção apurada, com “ambientes” que relembram Prince ou Fleetwood Mac.

Da Chick, Thunder & Co., Cavaliers of Fun, Isaura e o incontornável Nuno Just não são só artistas que viram os seus trabalhos produzidos por Cut Slack, são também convidados, que ao longo de aproximadamente 50 minutos podemos ouvir.

Nas palavras do próprio Cut Slack: “é um album em que tento recuperar a dinâmica de escuta, a viagem emocional quando se ouve um álbum do inicio ao fim, onde tentei dar prioridade a emoções e sentimentos. É também um álbum há muito desejado, onde colaboram artistas que admiro. ”

Podemos afirmar que estamos perante um álbum maduro e sincero, onde o artista nos mostra todas as suas qualidades de produtor e compositor.

Cut Slack, alter ego de Fred Campos Costa, está de volta!” – Nota de Imprensa

O disco está disponível para DOWNLOAD LEGAL e gratuito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bruce Springsteen oferece a sua versão de "Purple Rain"

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 27.04.16

Numa homenagem a Prince, o "Boss" tocou o icónico tema no concerto de sábado, 23 de abril, em Brooklyn e já o disponibilizou aos seus fãs, gratuitamente, no seu site.

Bruce Springsteen prestou homenagem a Prince no início do concerto que deu no sábado à noite em Brooklyn, Nova Iorque. Para os muitos fãs que não estiveram presentes, Bruce decidiu disponibilizar a música para download grátis, no seu site.

Num Barcklays Center em tons a condizer com a canção mais emblemática de Prince, Purple Rain, o Boss incluiu o icónico tema no alinhamento do espetáculo que trará a Portugal a 19 de maio, no Palco Mundo do Rock in Rio.

Depois de Purple Rain, Bruce Springsteen, que com a E Street Band terminou a The River Tour nos Estados Unidos esta segunda-feira, tocou em seguida Born in the USA, tema que lançou em 1984, poucos dias depois de Purple Rain sido editado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

bnadasonorainfernal

Já se encontra disponível para download legal gratuito a compilação “Breve História do Metal Português – Banda Sonora Infernal”. Esta serve para assinalar o lançamento da edição revista e aumentada do livro “Breve História do Metal Português”.

A compilação foi organizada por Dico, autor também do livro.

São 17 bandas nacionais, dos mais variados subgéneros de metal.

O livro está em pré-encomenda através do e-mail livrobhmp@yahoo.com.

mais informação | download legal e gratuito

Autoria e outros dados (tags, etc)

“Neurogamia” novo EP dos Flirt. Download.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 17.11.15

neurogamia

Depois de “Arquétipos da Alma” (2008) e de “Fruto Proibido” (2010), os Flirt estão de regresso aos discos com o EP “Neurogamia“. Compostos por Ricardo Oliveira (voz), Mário Pereira (guitarra), Gonçalo Aires (bateria) e Fernando Rente (guitarra), os Flirt estão de volta aos discos.

O EP “Neurogamia” está disponível para download gratuito em www.flirt.pt.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Jornal de Cultura" - nº0. Download.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 07.07.15

Nasceu na Covilhã, no passado dia 26 de junho, o "Jornal de Cultura" com o objectivo de “dar voz às artes e às letras”. O lema que presidiu à criação deste jornal como explicou, na apresentação, o director da publicação, o escritor António José da Silva.

Estará gratuitamente disponível nas Bancas, Colectividades e noutros pontos do Concelho da Covilhã, ou pode fazer o download do número 0 neste endereço https://goo.gl/kmidt4 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portugueses Lur Lur em álbum de tributo aos Smiths. Download Gratuito.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 16.06.15

lur lur

A banda portuguesa Lur Lur foi convidada no inicio do ano pelo selo brasileiro The Blog That Celebrates Itself a participar num tributo aos lendários e icónicos The Smiths. O disco saiu a dia 28 de Maio e é uma parceria entre o The Blog That Celebrates Itself e a Bunny Records. Conta com varias bandas representantes do melhor som alternativo a nível mundial entre as quais Minuit Machine, The Us, Miami Tiger, Gravitational entre muitos outros.

O tema escolhido pelos Lur Lur para homenagear os The Smiths foi “Please Please Let Me get What I Want” originalmente o lado b do single “William, It was Really Nothing” . O resultado é delicioso, com um interessante jogo de vozes. Confira.

https://bunnyrecords.bandcamp.com/track/please-please-please-let-me-get-what-i-want

Gravado este passado Março por Tiago Ian nos estúdios Le Baron Rouge e misturado por Claudio Silva, a versão está incluída então na compilação A Dreaded Sunny Day - A Tribute To The Smiths (The Blog That Celebrates Itself/Bunny Records) e pode ser descarregada de forma gratuita aqui:

https://soundcloud.com/bunnyrecords

Autoria e outros dados (tags, etc)

honorato1

O HONORATO acaba de lançar uma compilação musical, gratuita, composta por doze temas, entre os quais, cinco inéditos. “HONORATO #1″ reúne nomes como DJ Ride, HMB, Mr. Bird, Cais Sodré Funk Connection, Richie Campbell, Groove4Tet, Vahagn, Valete, Holly, Regula (com Sam the Kid), Octa Push e Ka§par.

Com sonoridades que se movem entre o Hip Hop e a Electrónica, passando pelo Reggae ou o Funk, o disco está disponível, através de download em www.honorato.pt e foi lançado oficialmente, na festa de inauguração do HONORATO Chiado, dia 7 de Maio, num evento que conta com actuações de DJ Ride, Jimmy P e Ka§par.

O restaurante abriu ao público, na sexta, 8 de Maio.

Apostando numa selecção musical variada e abrangente, fazendo disso uma imagem de marca, aliada a um ambiente descontraído como cenário para degustar refeições, beber cocktails, gins ou cervejas artesanais, o HONORATO transpõe agora estas directrizes para uma compilação musical. “Artesanal é o mote para a compilação “HONORATO #1”, onde reunimos alguns dos nomes mais relevantes, no nosso país, de uma nova geração, que, à sua maneira, trabalham a música em que acreditam de uma forma, também ela, artesanal, nos meandros da Electrónica, do Hip Hop, Funk ou Reggae”, refere Rui Murka, responsável pela selecção musical deste trabalho.

Segundo André Xavier, Director de Marketing da marca, “com esta compilação, queremos transpor, para além dos nossos restaurantes, uma banda sonora que tentamos que faça parte da identidade HONORATO, apostando em músicos portugueses e na sua diversidade musical. Contribuímos, igualmente, para a divulgação dos seus trabalhos, através da oferta de uma compilação que julgamos ser de bastante qualidade e que queremos que seja a primeira de uma série”.

O HONORATO surgiu em Lisboa, em 2011. O mais recente é o Honorato Chiado, que vem juntar-se aos restaurantes Príncipe Real, Santa Marta, Rio, Mercado da Ribeira, Belém, Telheiras e Saldanha.

[DOWNLOAD LEGAL]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mixtape: Vozes da CPLP vol.3. Download Gratuito.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 14.05.15

vozesdacplp3

Maior projecto de Rap de Língua Portuguesa | Mixtape: Vozes da CPLP vol.3

O ativista angolano de HipHop e fundador do maior site de rap feito nos países de língua portuguesa (undergroundlusofono.com) Daniel Macedo, lançou no dia 20 de Janeiro de 2015, o volume 3 do maior projecto de intervenção social “Vozes da CPLP”. Foram 7 meses de gravações, 18 músicas inéditas, uma bonus track e 2 skits.

Diferente do vol.1 e vol.2, neste vol.3 temos duas conexões. Na música “Underground” rimam 3 rapper’s  de diferentes países: o Agente Supremo (Angola), Diabólico (Portugal) e Johnny P.A (Brasil), e na música “Bem Esperto” rimam o grupo brasileiro Czar e o angolano Pipokahz.

Neste vol.3 trouxemos rappers de Angola, Timor-Leste, Guiné-Bissau, Portugal, Moçambique, Brasil, Cabo Verde e São Tome e Príncipe.

Este projecto ficou marcado na historia do  rap da Lusofonia como o primeiro projecto a unir rappers de 4 continentes!

O objectivo deste projecto é de unir os rappers da comunidade dos países de língua portuguesa (CPLP ou Lusofonia) que fazem música de intervenção social, e trazer para os amantes da cultura clandestina bons sonoros!

Autoria e outros dados (tags, etc)

beautify_junkyards_capa_beast

Como soarão os Beautify Junkyards se por acaso lançarem um álbum exclusivamente composto por músicas originais?

Esta era a pergunta que muitos vinham fazendo desde o lançamento do 1º álbum (inteiramente composto por versões) e que agora é respondida com a edição de “the Beast shouted Love”.São 12 músicas influenciadas pelas raízes da folk britânica mais outonal do final dos anos 60, mas em que esses elementos são um ponto de partida, numa caminhada onde se vão revelando tonalidades cósmicas oriundas do fascínio pela fase da Kosmische Musik germânica, uma aventura em que se reconhece igualmente uma portugalidade intrínseca e onde os Beautify Junkyards cruzam o oceano para flirtar com um tropicalismo de padrões caleidoscópicos e cores vibrantes.

Um conjunto de canções em que se imaginam passados oníricos, onde se projectam possíveis futuros e onde, acima de tudo, se desfruta o agora.

Os Beautify Junkyards são: João Branco Kyron, João Paulo Daniel, João Moreira, Rita Vian, Sergue e António Watts.

[DOWNLOAD LEGAL]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amor Cão lançam “Diabos à Solta”. Download.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 31.03.15

Capa do EP DIABOS À SOLTA (2015)

Apresentado ao vivo no passado dia 14 de Março, na Cine-Incrível em Almada, “Diabos à Solta” é o novo EP dos Amor Cão. São cinco temas disponíveis para download legal e gratuito. [DOWNLOAD LEGAL]

In: A Trompa

Autoria e outros dados (tags, etc)

“Cansada”: uma canção pelas vítimas. Download.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 10.03.15

cansada

A nova canção junta Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes e Selma Uamusse.

Oito cantoras portuguesas juntaram-se para dar voz à APAV, numa canção-hino pelas vítimas de violência doméstica. A canção original “Cansada” tem letra e música de Rodrigo Guedes de Carvalho, com arranjos e produção musical de Filipe Melo, e reúne oito grandes vozes de Portugal: Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes e Selma Uamusse.

Esta canção não só funciona como um hino para a APAV, como cumpre a função importantíssima de despertar consciências para o problema da violência doméstica, transmitindo a mensagem que é importante dizer não: “Não aceito, digo não. Nem que o meu grito seja só uma canção.”

A música é interpretada pela Orquestra Sinfonietta de Lisboa, dirigida pelo maestro Vasco Pearce de Azevedo. Conta ainda com Filipe Melo no piano, Nelson Cascais no contrabaixo, Alexandre Frazão na bateria e Ana Castanhito na harpa. Som e imagem gravados nos Estúdios Atlântico Blue. O videoclip tem assinatura do realizador Tiago Guedes.

Esta canção surge num ano especial para a APAV, uma vez que neste 2015 celebramos os nossos 25 Anos de atividade. Têm sido 25 anos a apoiar todos aqueles que são vítimas de crimes, vítimas de todos os crimes. Têm sido 25 anos a dar voz ao silêncio. Também com esta canção queremos dar voz ao silêncio.

Agradecemos a todas e a todos que colaboraram na realização deste projecto: Rodrigo Guedes de Carvalho, Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes, Selma Uamusse, Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Maestro Vasco Pearce de Azevedo, Filipe Melo, Nelson Cascais, Alexandre Frazão, Ana Castanhito, Rui Guerreiro, José Maria Sobral, Fernando Dallot, Helena Figueiredo, Alexandre Ferrada, Tiago Guedes, Take It Easy e Atlântico Blue Studios.

Pelo vosso apoio, o nosso muito obrigado!

Colabore também nesta acção. Divulgue, partilhe!

[DOWNLOAD LEGAL]

Cansada
Letra e música Rodrigo Guedes de Carvalho

Estou cansada – ainda agora chorei tanto
Outra noite – o terror andou à solta
Vai e volta e promete que não volta
Vai e volta e promete que não volta

Estou cansada – chorei tanto outra vez
Outra vez a pensar que hoje talvez
Haja paz – que o terror só vai não volta
Que a tua mão não se fecha contra mim

Estou cansada – não há fim nesta demência
Ou ciência que preveja que me mates
E quem bate depois chora e promete
Que não mais a mão se levanta fechada

Estou cansada – acho que não quero nada
Que não seja uma noite descansada
Sem ter medo ou chorar na almofada
Sem pensar no amor como uma espada

Tão cansada de remar contra a maré
O amor não é andar a pé na noite escura
Sempre segura que a tortura me espera
Insegura tão desfeita humilhada

Tão cansada de não dar luta à matança
À dança negra que me dizes que é amor
Que não concebes a tua vida sem mim
E que isto assim é normal numa paixão

E eu cansada nem sequer digo que não
Já não consigo que uma palavra te trave
Não tenho nada que não seja só pavor
Talvez o amor me espere noutra estrada
Mas tão cansada não consigo procurá-la
Já tão sem força de tentar não ser escrava
Já sei que hoje fico suspensa outra vez
Outra vez a pensar que hoje talvez…

Autoria e outros dados (tags, etc)

MAJAX – “Vostok 1″. Download Grátis.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 16.02.15

majax

De Coimbra para o mundo, a Cogwheel Records disponibiliza o primeiro EP dos MAJAX intitulado “Vostok 1″.

Usando uma linha condutora para uma certa conceptualidade com influências desde o Psicadélico progressivo dos 60 e 70, passando pelo Post-Punk até ao heavy metal, Vostok 1 é o primeiro EP e registo discográfico da banda. Acabado de gravar está agora pronto para a sua apresentação ao vivo.

Encontra-se já disponível para download gratuito o primeiro single, intitulado “Solipsism”, deste EP na morada https://cogwheelrecords.bandcamp.com/track/solipsism.

O EP encontrar-se-á já disponível para audição em streaming na morada https://cogwheelrecords.bandcamp.com/album/vostok-1 e brevemente em serviços como o spotify.

Majax é uma banda oriunda dos arredores de Coimbra, carregada de fuzz, orientações psicadélicas, riffs pesados e vontade de fazer música. Com a sua formação definitiva em Maio de 2014, Majax conta com Chloë Illingworth (baixo, teclado), André Figueiredo (guitarra, voz, teclado) e João Figueiredo (bateria) para fazer a música que gostam de ouvir.

A Cogwheel Records aposta em destacar-se dentro do panorama musical português arriscando em projectos singulares, que apresentem perspectivas únicas e que dificilmente seriam editados numa indústria cada vez mais autista e homogénea como a do panorama nacional. Marcamos pela diferença e por fazer acontecer a visão não adulterada dos autores. [DOWNLOAD LEGAL]

Vostok 1 by MAJAX

Autoria e outros dados (tags, etc)

“Hasta la Vista”, Sax on the Road. Download.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 28.01.15

hastalavista_post

O disco chama-se “Hasta la Vista” (Road Discos, 2014) e é o álbum de estreia de Sax on the Road, um projecto pessoal de António Ramos –  Torré (saxofone, teclados, percussões electrónicas e loops). Nascido em 2008 e depois de algum tempo adormecido, Sax on the Road expressa-se finalmente em disco. É pois tempo de seguir o roteiro que nos é oferecido pelo saxofone tenor de António Ramos. Esta é uma viagem feita de várias paragens, em vários locais e contextos sonoros diferentes. Com batidas mais ou menos vigorosas, é constante o confronto entre uma certa tensão urbana e a descompressão do natural. São ambientes que se cruzam neste todo sonoro. O saxofone solitário por lá anda, imponente, saltitando por entre as camadas de sons em loop e trechos sonoros que ajudam a definir o ambiente. Marcadamente instrumental, é fácil seguirmos viagem e deixar-mo-nos levar pela nossa imaginação, pelas várias histórias vindas das mais variadas geografias. É exactamente este conceito de viagem que impera no álbum de estreia do músico com história feita em projectos como Coty Cream, Perve, New Connection, Os Cactos, Poetry Sux e Tapete. Sem um estilo ou conceito sonoro muito definido ou coerente, impera em “Hasta la Vista” a diversidade, a liberdade de criar de uma forma sempre diferente. [DOWNLOAD LEGAL]

Hasta la vista by sax on the road

Autoria e outros dados (tags, etc)

noiserv_dvd_capa

Como estamos no Natal, vai daí noiserv oferecem-vos uma prendinha.

De 22 a 26 de Dezembro, a versão audio do novíssimo DVD “Everything should be perfect even if no one’s there” vai estar disponível para download legal e gratuito.

É para aproveitar. [DOWNLOAD LEGAL]

“Everything should be perfect even if no one’s there” DVD | 2014 by noiserv

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Filarmónica Recreativa Cortense

Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!


Contatos

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *


Morada

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã


Endereço eletrónico

filarmonicacortense@iol.pt

Deixe a sua mensagem: