Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cortes do Meio, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco

.

Bruno Borralhinho grava novo trabalho este ano.

por Filarmónica Recreativa Cortense, em 03.08.17

Rádio Cova da Beira

Bruno Borralhinho vai regressar a estúdio ainda este ano para gravar um novo CD para violoncelo e piano. O violoncelista covilhanense, radicado na Alemanha há mais de uma década, regressou à sua cidade natal para um colóquio sobre a sua vida e obra que decorreu no salão nobre dos paços do concelho.

Para além da sua atividade profissional dividida entre a orquestra de Dresden, o “Ensemble Mediterrain” e a direcção de orquestra, Bruno Borralhinho está actualmente a terminar o doutoramento em gestão cultural e prepara-se para gravar um novo trabalho que deve chegar aos escaparates em 2018 “entre Outubro e Novembro vou regressar a estúdio para gravar um novo trabalho que deve estar pronto no próximo ano. É um CD para violoncelo e piano, com um reportório de compositores alemães. É uma experiência nova porque até agora só gravei compositores portugueses e nesse aspecto tenho a consciência tranquila porque tenho a minha missão cumprida de divulgar a música portuguesa lá fora”.   
O violoncelista covilhanense espera também poder deslocar-se à Covilhã para apresentar este novo trabalho, talvez até no novo palco do teatro municipal “será um prazer enorme poder voltar a tocar naquela sala; toquei muitas vezes ainda no teatro actual e acredito que a sua requalificação vai ser um grande momento para a Covilhã. A cidade precisa efectivamente de uma casa das artes e da cultura que possa reunir as pessoas e servir de ponto de encontro aos vários tipos de arte”.  
Uma conferência em que Bruno Borralhinho enalteceu o trabalho desenvolvido por várias instituições sediadas na Covilhã na área da música, o que tem permitido que cada vez mais jovens Portugueses se evidenciem em todo o mundo “muitas vezes tenho amigos que me perguntam o que se passa na Covilhã para existirem tantos músicos e tão bons. É quase um fenómeno. Penso que isso resulta do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo de vários anos por instituições como a Epabi, a Acbi ou o Conservatório e que trabalham muito bem”. 
Jorge Torrão, vereador com o pelouro da cultura na câmara da Covilhã, destaca a enorme qualidade que Bruno Borralhinho tem evidenciado ao longo da sua carreira e não será possível, no futuro, escrever a história da cultura da Covilhã sem citar o seu nome “os políticos passam, a vida na política é efémera mas a vida dos artistas vai marcar todo o sempre. Acredito que o Bruno vai ser reconhecido pela sua importância nas artes e na cultura como uma das figuras da história da Covilhã”.
O autarca refere que, mais ou cedo ou mais tarde, o violoncelista vai ser distinguido com a medalha de mérito cultural da Covilhã pelo contributo que tem dado à divulgação do nome do concelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Filarmónica Recreativa Cortense

Fundada a 11-11-1899

Mais de um século ao serviço da Música, Recreio e Cultura!


Contatos

* 967 687 837 * 967 706 294 *

* 969 375 934 *


Morada

Rua Padre Silva n 6

6215-141 Cortes do Meio

Covilhã


Endereço eletrónico

filarmonicacortense@iol.pt

Deixe a sua mensagem: